Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A CURVA ASCENDENTE DE JAIRO
Wilson Luques Costa

Resumo:
CONTO BRASILEIRO

A CURVA ASCENDENTE DE JAIRO E AS SUAS HABILIDADES


Fui professor de filosofia de Jairo por dois anos. Seus índices sempre foram ascendentes. Partiu do adequado para o além do limite em um ano. Jairo discursava sobre tudo. Mas o que ele mais gostava era da cosmogonia grega. Interessou-se, também, pelos Pré-Socráticos, principalmente por Zenão, Tales e Anaximandro. Jairo sempre nas aulas me dizia que o problema do Brasil passava por uma cosmologia política, o que me deixava intrigado. Algum tempo depois, quando já formado, Jairo discursou sobre a clareza em Descartes e o Deus transcendental de Espinosa num desses encontros fortuitos que tivemos num supermercado. Falou-me também da ética kantiana e do seu imperativo categórico. De fato, Jairo fora um aluno espetacular de filosofia. Mas Jairo não quis seguir os conselhos da coruja. Jairo preferiu virar empresário. Hoje, Jairo já desponta como o terceiro empreendedor do setor. Além de vender maconha e cocaína, Jairo já exporta também cânhamo para as Ilhas Baleares e crack para as ilhas gregas. As aulas de geografia também lhe foram de grande valia para a logística. De fato, os gráficos matemáticos sempre nos demonstraram a excelência de Jairo. Que Jairo continue assim e sempre estudando.


Biografia:
Wilson Luques Costa nasceu em São Paulo, SP, Brasil. Jornalista, professor, poeta e escritor. Eleito pela Academia Internacional de Literatura Brasileira - NY um dos Top Five nos Destaques Literários Awards Focus Brasil NY na Categoria Ensino e Pesquisa com o ensaio O Paradoxo do Zero.
Número de vezes que este texto foi lido: 54818


Outros títulos do mesmo autor

Contos A DÚVIDA Wilson Luques Costa
Ensaios Carta a um jovem cordelista Wilson Luques Costa
Contos OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES DA SILVA Wilson Luques Costa
Poesias Mitologia recontada Wilson Luques Costa
Poesias A fúria de Titã Wilson Luques Costa
Contos ULTRAPASSANDO O ODÔMETRO Wilson Luques Costa
Poesias BEBEDOR DE CONHAQUE Wilson Luques Costa
Contos O MAIS IDIOTA DA FAMÍLIA Wilson Luques Costa
Contos O JUÍZO PROBLEMÁTICO E NÃO APODÍTICO Wilson Luques Costa
Poesias NASCENTE Wilson Luques Costa

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 29.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Vidas - marcelo liuth caliman 54836 Visitas
Caminhos da poesia - Yohana Rinnardi 54836 Visitas
Foi na Av. Afonso Pena - Europa Sanzio 54835 Visitas
VII - Aquarius - Europa Sanzio 54835 Visitas
Carta a universitária - ERNANDES NASCIMENTO 54835 Visitas
Ser fraco é ser forte! - Patrícia 54835 Visitas
Cura e Sara - Joseph Shafan 54835 Visitas
Boa Semana (apesar dos programas de TV do domingo) - Joseph Shafan 54835 Visitas
SONETO AO TEU CORPO - Haroldo Siqueira 54834 Visitas
As misericórdias são inesgotáveis - Patrícia 54834 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última