Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A INCRÍVEL JORNADA DE UM PARDAL NO ALASCA
Saulo Piva Romero

HOUVE UM TEMPO EM QUE UM PARDAL CANSADO DA SUA ROTINA DIÁRIA DECIDIU PARTIR PARA NOVAS JORNADAS. RUBI ERA O SEU NOME.
NUMA MANHÃ FRIA DE INVERNO RUBI SEPAROU ALGUMAS ROUPAS BEM QUENTINHAS E AS GUARDOU NUMA PEQUENA MALA.
LOGO EM SEGUIDA ELE PARTIU DE LISBOA SEM DESTINO PROGRAMADO.
ENTÃO ELE VOOU, VOOU ATÉ PERDER AS SUAS FORÇAS ATINGINDO UMA REGIÃO MUITO GELADA DO PLANETA FAZENDO COM QUE FICASSE TÃO GELADO PROPORCIONANDO A SUA QUEDA NA NEVE.
UMA FOCA QUE PASSAVA PERTO DE ONDE O PARDAL HAVIA CAÍDO RESOLVEU A AJUDÁ-LO O COLOCANDO ENCOSTADO A SEU PEITO PARA QUE ELE SE AQUECESSE O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.
ASSIM EM POUCOS MINUTOS O PARDAL SENTIU-SE TÃO QUENTINHO E CONFORTÁVEL QUE COMEÇOU A CANTAR.
QUANDO TUDO PARECIA ESTAR MAIS CALMA PARA O PARDAL AVENTUREIRO EIS QUE DE REPENTE APARECEU UM LEÃO- MARINHO QUE ATRAÍDO PELO SEU CANTO O ARRANCOU DO PEITO DA FOCA E O ENGOLIU.
RUBI ASSUSTADO COMEÇOU A PIAR INCESSANTEMENTE E A FOCA QUE JÁ TINHA SE APEGADO A ELE, DISSE:
-AH, COITADO! ANTES TIVESSE FICADO EM LISBOA DO QUE VIR SE AVENTURAR NAS TERRAS DO ALASCA.
MAS, EU ENTENDO ESSE PARDALZINHO, POIS, ELE DEVE TER VINDO PARA CELEBRAR O NATAL, MAS EU ACHO QUE ELE CONFUNDIU A SUA ROTA, POIS TENHO CERTEZA QUE O SEU DESTINO ERA A LAPÔNIA, A TERRA DO PAPAI NOEL.
RUBI AINDA NO ESTÔMAGO DO LEÃO- MARINHO CONTINUAVA A PIAR FAZENDO COM QUE A FERA DESSE UM FORTE RUGIDO E ASSIM O PARDAL AVENTUREIRO FOI ARREMESSADO PARA FORA NOVAMENTE PARA A ALEGRIA DA FOCA QUE JÁ SE SENTIA UMA MÃE PARA O PARDAL.
ENTÃO DEPOIS DE SE DESPEDIR CARINHOSAMENTE DA FOCA QUE O SALVOU DO FRIO CONGELANTE, RUBI PROSSEGUIU NA SUA INCRÍVEL JORNADA PELO ALASCA.
RUBI NOVAMENTE VOOU, VOOU E ACABOU INDO PARAR NUM LUGAR ONDE OS BICHOS CONSEGUIAM CONVERSAR COM AS ÁRVORES E JUNTOS COMPARTILHAVAM MUITAS COISAS.
MAS NOVAMENTE O TEMPO FRIO ATRAPALHOU OS PLANOS DO PARDAL QUE SE FERIU GRAVEMENTE QUANDO FOI POUSAR NO SOLO COBERTO PELA NEVE.
COMO ELE SE ENCONTRAVA MUITO FERIDO NÃO TINHA MAIS FORÇA SUFICIENTE PARA VOAR.
ENTÃO, ELE TINHA QUE ARRANJAR UM BOM E QUENTINHO ABRIGO PARA FUGIR DO FRIO CONGELANTE QUE FAZIA NO ALASCA ATÉ TERMINAR O INVERNO.
ASSIM O PARDAL DECIDIU PEDIR SOCORRO A UMA ÁRVORE QUE ESTAVA PLANTADA COM AS SUAS RAÍZES COBERTAS PELA NEVE
- EU ESTOU FERIDO E NÃO POSSO VOAR!  A SENHORITA PODERIA ME AJUDAR PARA QUE EU NÃO FIQUE TIRITANDO DE FRIO?
 E A ÁRVORE COM PENA DO PARDAL, DISSE:
- COM TODO O PRAZER, VOCÊ PODE FICAR HOSPEDADO NO MEU TRONCO QUE TEM QUE TEM UM BURACO FEITO DIAS ATRÁS POR UM PICA- PAU QUANDO ELE VEIO ME VISITAR.
OBRIGADA, DONA ÁRVORE! EU JÁ ME ENVOLVI EM MUITAS ENCRENCAS DESDE QUANDO PARTI DE LISBOA, A MINHA TERRA NATAL E VIM PARAR NESSA REGIÃO GELADA CONHECIDA COMO ALASCA.
MAS O SENHOR CARVALHO QUE ERA O MARIDO DA ÁRVORE QUE CARINHOSAMENTE TINHA ACEITADO O AVENTUREIRO PARDAL COMO SEU HÓSPEDE NÃO GOSTOU DA IDEIA DA ESPOSA TER UM HÓSPEDE NO SEU TRONCO E SUBINDO E DESCENDO DAS SUAS FOLHAS TODOS OS DIAS ATÉ O FIM DO INVERNO E MAL-HUMORADO DISSE:
- É MELHOR QUE VOCÊ PROCURE OUTRO ABRIGO PARA PASSAR O INVERNO, POIS, NÃO QUERO NINGUÉM ENFURNADO NO TRONCO DA MINHA ESPOSA DURANTE TODA A FRIA ESTAÇÃO. ALTERNATIVA E NOVAMENTE VOOU, VOOU ATÉ QUE ENCONTROU UM LINDO PINHEIRO TODO ENFEITADO COM BOLINHAS COLORIDAS E JÁ MUITO TRISTE E SEM ESPERANÇAS, MAS NÃO QUERENDO DESISTIR, RUBI DISSE:
- SENHOR PINHEIRO, ESTOU FERIDO E NÃO POSSO VOLTAR PARA AS TERRAS QUENTES DO SUL E SE NÃO ENCONTRAR UM ABRIGO VOU MORRER ANTES DE O INVERNO TERMINAR. POR FAVOR, DEIXA-ME ABRIGAR ENTRE AS TUAS FOLHAS E RAMOS DURANTE O TEMPO FRIO!
O CORAÇÃO DO PINHEIRO AMOLECIDO PELO ESPÍRITO DO NATAL OUVIU AS SÚPLICAS DO PARDAL, ENTÃO ELE DISSE:
- AS MINHA FOLHAS SÃO MINÚSCULAS, MERAS AGULHAS… NÃO TENHO TANTOS RAMOS COMO AS OUTRAS ÁRVORES... “MAS O QUE TENHO, DE BOM GRADO PARTILHAREI CONTIGO”. E ASSIM, O PARDAL PASSOU O INVERNO COM O PINHEIRO.
ASSIM O PARDAL E O PINHEIRO CRIARAM UM FORTE LAÇO DE AMIZADE E CURTIRAM JUNTOS A NOITE DE NATAL E QUANDO O INVERNO TERMINOU RUBI, O PARDAL JÁ ESTAVA CURADO DO FERIMENTO E DEPOIS DE SE DESPIDIR CARINHOSAMENTE DO PINHEIRO QUE TAMBÉM HAVIA SALVADO A SUA VIDA, VOOU, VOOU CHEIO DE SAUDADE DE VOLTA PARA A SUA QUERIDA LISBOA PARA REVER A SUA FAMÍLIA.
ASSIM CHEGAVA AO FIM A INCRÍVEL JORNADA DE RUBI, O PARDAL AVENTUREIRO NAS TERRAS GELADAS DO ALASCA.
 


 
 
 
 




Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 180


Outros títulos do mesmo autor

Contos A LENDA DO FOGO Saulo Piva Romero
Contos DONA MARIQUINHA Saulo Piva Romero
Contos AS HISTÓRIAS DO JOÃO PESCADOR Saulo Piva Romero
Contos MA FÊ Saulo Piva Romero
Contos OS SONHOS DE LUCCA Saulo Piva Romero
Contos MELINA E O SEGREDO DA CAIXINHA DE MÚSICA Saulo Piva Romero
Contos ALICE E LUNA Saulo Piva Romero
Contos TICA E NECA Saulo Piva Romero
Contos NO BALANÇO DA LUA Saulo Piva Romero
Contos MISSÃO LESNOCK Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 267.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 75966 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 61947 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50246 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 50017 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49581 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49206 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 48945 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48785 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48744 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 48216 Visitas

Páginas: Próxima Última