Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
NOSSOS SONHOS 2 IND 18 ANOS
DE PAULO FOG
ricardo fogaça

Resumo:
BOM


               Breno estaciona o carro, já no apartamento, Miguel coloca roupas leves, Breno segue para o banho quando Miguel intervém.
    - O que foi?
    - Não vai me agradecer pelo carro?
    - Claro, obrigado, gato.
    - Não é desse jeito, quero mais.
    - Safado.
    - Sempre.
    Breno liga o som e faz um strip para Miguel, logo o homem o beija pelo corpo todo e leva para o quarto, na cama Miguel recebe um bom trato e caricias bem ousadas, entre beijos e mordidas, Miguel recebe toda masculinidade de Breno.
    Logo cedo, Yolanda deixa nos bares e residências os pães que fizera, Tânia acorda em seu horário e segue para a loja onde trabalha, chegando, logo de cara vê alguns homens ali, a mudança fora adiantada em uma semana, ela logo vai ajudando a eles com as caixas, após quase duas horas, ela bebe seu café que fora trazido pela mãe de Érica, sua patroa.
    - Meline.
    - Oi Tânia, fico feliz que tenha vindo ajudar minha filha.
    - Sei, achei que seria daqui 2 semanas.
    - Ai meu Deus, a Érica ainda não te disse, eu e minha língua nada discreta.
    - Ela vai me demitir?
    - Não sei, olhe ela esta chegando.
    Do outro lado da rua desce a patroa e seu noivo Igor.
    - Tânia, bom dia.
    - Bom dia, me desculpe ter vindo, achei que seria um dia normal e.....
    - Não te ligaram?
    - Não, por que fiz algo ruim, pode dizer?
    - Calma querida, eu liguei e pedi para minha mãe fazer outras ligações avisando a vocês que teriam mais alguns dias de descanso.
    - Não tem problema, ja estou aqui e quero ajudar.
    - Obrigada, não imagina o quanto é benéfica sua ajuda aqui.
    - Nada, estou aqui sempre pra servir.
    - Que doce, com certeza as outras estão dormindo ou festejando por ai.
    - Com certeza que sim. Risos.
    Érica e Igor ajudam na finalização ali, Tânia segue para o banheiro, quando vai fechar a porta, Igor entra ali.
    - O que é isso, ficou louco quer que eu perca esse emprego?
    - Quero um beijo.
    - Seu louco. Igor a beija ali e logo iniciam uns amassos, rapidamente o homem sai do banheiro.

                                           02052020........


            Terminado ali, tudo organizado em um grande galpão, Érica convida Meline, Igor e Tânia para um chopp.
    - Mais só se for em delivery.
    - Já fiz o pedido, seu bobo.
    - Te amo.
    - Eu sei tolinho.
    - Vamos beber um pouco.
    Tânia sai dali indo para o banheiro, lava as mãos e joga um pouco de água no rosto, se seca e ao sair se depara com Meline.
    - Nossa você é uma tremenda de trabalhadora.
    - Obrigado.
    - Olhe, sei que a vida ás vezes nos torna capazes de qualquer coisa para subir.
    - Por que esta me dizendo isso, não estou entendendo?
    - Vi vocês dois.
    - Quem?
    - Vi o Igor entrar no banheiro da antiga loja quando você estava lá.
    - Foi um engano, eu sai logo, por favor, preciso desse emprego.
    - Acho melhor que peça as contas, saia de forma honrada disso ai.
    - Como assim, quer que eu saia?
    - É o melhor.
    - Mais?
    - Fique tranquila te arrumo um outro emprego, lugar limpo e coisa boa, mais não quero você mais perto de minha filha e tampouco dele.
    - A sua filha vai estranhar se eu sair assim de repente.
    - Disso cuido eu, só quero e preciso que sai o quanto antes, de preferência hoje e agora.
    - Tudo bem.
    Meline sai e Tânia retorna ao banheiro, logo ouve batidas na porta.
    - Érica.
    - O que houve, achei que tinha ocorrido algo?
    - Não, me desculpe, estava só arrumando o rosto.
    - Make, sempre se cuidando.
    - É.
    As duas seguem para mesa, já chegara o chopp e Tânia para por um instante.
    - O que houve, quer dizer algo?
    - Na verdade sim, Érica eu sinto muito, mais não vou poder continuar trabalhando contigo, eu recebi um telefonema, um amigo meu me arrumou um emprego numa grande empresa, vou ganhar mais e......
    - Ai, que ruim, mais ótimo pra você, vai fundo mulher, sabe que sempre torço pelo sucesso das mulheres, temos de ser unidas.
    - Obrigado.
    - Só preciso que fique comigo até o fim da semana, por favor?
    - Tudo bem.
    - Me dá um abraço.
    Tânia abraça Érica, logo Igor vem até elas.
    - O que houve?
    - Acabei de ouvir algo muito ruim, mais que se tornara ao mesmo tempo feliz para a gente.
    - O quê?
    - Tânia vai ter que nos deixar.
    - Sério, por quê?
    - Encontrei algo que vou ganhar mais, sabe, quero ir para esse lugar.
    - Sério?
    Meline chega a eles convidando os a mesa, meia hora depois, Tânia sai dali, ja no ponto do circular, entra no veiculo seguindo para sua casa, no caminho recebe várias mensagens e uma ligação.
    - Oi.
    - Que merda foi aquela, não estou te entendendo?
    - Não quero mais falar sobre isso, tudo bem.
    - Uma bosta, vai diz logo, o que aconteceu de verdade?
    - Meline.
    - O que tem a velha?
    - Desconfia da gente.
    - Droga.
    A ligação termina, ali no assento do circular, Tânia desaba em lágrimas.
    Chegando em casa, ela corre para seu quarto, no corredor tromba em Yolanda.
    - O que houve, esta chorando?
    - Por favor, agora não, só quero ficar sozinha.
    - Fale de uma vez, o que te fizeram, esta aos nervos, vai diz logo?
    - Nada, só perdi a droga do emprego, só isso, tá bom.
    Tânia entra no quarto batendo a porta atrás de si.
    Mauricio sai de toalha do banheiro, lá fora as cigarras e outros sons rurais fazem a sinfonia natural das noites, na cozinha encontra Sueli a terminar de fritar as bistecas de porco para o jantar.
    - Nossa, que delicia, o cheiro esta tentador.
    - Logo estará pronto.
    - Não vejo a hora, muita fome.
    Um garoto entra ali trazendo uma vasilha com ovos, logo um homem adentra.
    - Oi Sandoval.
    - Boa noite patrão, desculpa o menino entrar assim de qualquer jeito.
    - Nada, fiquem como estão, em casa.
    - Obrigado senhor.
    Mauricio sai deixando Sandoval a ajudar Sueli colocando a mesa para o jantar, Reginaldo, filho do casal brinca com um gato que entrara pela janela.
    - Vá lavar as mãos, a comida esta pronta.
    - Sim mãe.
    Todos comem em silêncio, vez em outra, Reginaldo faz uma brincadeira singela com a comida, logo sendo repreendido por seus pais.
    - Nossa, estava divino, Sueli você é um anjo na cozinha.
    - Obrigado senhor.
    Mauricio convida Sandoval para umas partidas de gamão e depois assistir ao jornal, eles saem dali deixando Sueli a lidar com a louça e limpeza do local com ajuda de Reginaldo.


                                       04052020..........


    


Biografia:
amo ler e muito mais escrever, sou assim
Número de vezes que este texto foi lido: 314


Outros títulos do mesmo autor

Contos CÁSSIO 10 NOVEL IND 17 ANOS ricardo fogaça
Contos CÁSSIO 9 IND 18 ANOS NOVEL ricardo fogaça
Contos UM CARA ASSIM, INESPERADO 18 ANOS LGBT ricardo fogaça
Contos CÁSSIO 8 NOVEL 17 ANOS IND ricardo fogaça
Contos CÁSSIO 7 NOVEL 17 ANOS IND ricardo fogaça
Crônicas O PRESIDENTE COM COVID ricardo fogaça
Contos CÁSSIO 6 NOVEL IND 17 ANOS ricardo fogaça
Contos CÁSSIO 5 NOVEL IND 17 ANOS ricardo fogaça
Contos CÁSSIO 4 NOVEL IND 17 ANOS ricardo fogaça
Contos CÁSSIO 3 NOVEL IND 17 ANOS ricardo fogaça

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 74.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 66698 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55329 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43816 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 43574 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43455 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41002 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 40963 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 40259 Visitas
TOMO TUDO - sigmar montemor 39436 Visitas
Lamento - FERNANDO 39333 Visitas

Páginas: Próxima Última