Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
TALVEZ
ALCENIR LATSCH

Resumo:
NOSSAS CERTEZAS, AS VEZES SE TRANSFORMAM DE ACORDO COM OS NOSSOS MOMENTOS.


TALVEZ

Talvez eu não soubesse ainda demonstrar o meu amor.
Pode ser que não tenho feito desse sentimento algo de perfeito para você.
Sei que meus beijos talvez não saciassem a cede dos teus lábios
Talvez não tenha conseguido fazer de nosso amor algo perene.
Muitas vezes meus ombros não ficaram a disposição de tua cabeça.
Reconheço que tenho mil defeitos, sou chato, esqueço de reprimir minhas manias.
Sabe, acho que nem sempre fui carinhoso como deveria.
Não era por mal, eu às vezes procurei te mostrar que um olhar
Vale mais que um abraço um sorriso mais que um beijo
Talvez não tenha sido o companheiro ideal, somos diferentes.
Pois eu sempre te amei, a meu modo mais te amei.
Se por um lado reclamavas da minha falta de ciúmes que julgavas
Indiferença, por outro julgava teus ciúmes como falta de confiança.
Sabe ainda preciso muito de ti, você ainda está muito presente em minha vida.
Hoje que partes sem qualquer palavra de carinho tendo apenas palavras de censura, te vejo muito segura de ti, muito forte.
Mas te digo que só se sente saudades depois de estar separados.
Só se dá valor aos momentos felizes depois que convivemos com a infelicidade.
Só damos verdadeiro valor ao amor depois de vivermos um desamor.
Damos importância a respostas só quando não temos a ninguém para perguntar.
Sei querida, eu sei que embora você tenha certeza que me abortaste de teu coração eu sinto que como uma semente eu lá estou, talvez morra realmente, mas talvez as lágrimas de momentos infelizes façam com que esta semente que sou eu germine dentro de você, se isso acontecer, então você sentirá o que hoje sinto.
Teu orgulho cairá por terra como o meu quando te pedi para ficar.
Talvez aí você tente voltar, talvez minha presença antes intolerável doa menos que minha ausência, talvez quando você voltar e me pedir para ficar, toda a certeza do meu amor se tenham transformado em “talvez” e você tenha que partir novamente.




Alcenir Latsch





Biografia:
Nascido em Petrópolis em 1955 ,curto escrever para passar para o papel o que me vai na alma .Para mim os personagens alguns reais outro criados são filhos que coloco no mundo.
Número de vezes que este texto foi lido: 33761


Outros títulos do mesmo autor

Poesias TALVEZ ALCENIR LATSCH
Poesias VIAGEM NO TEMPO ALCENIR LATSCH
Poesias NATAL 2019 HORA DE AGRADECER ALCENIR LATSCH
Poesias VOCÊ ALCENIR LATSCH
Poesias VOCÊ ESTÁ SE AFASTANDO DE MIM ALCENIR LATSCH
Poesias APOCALIPSE ALCENIR LATSCH

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 11 até 16 de um total de 16.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 34057 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 34057 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 34056 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 34049 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 34044 Visitas
Um dia serei algo - José Rony de Andrade Alves 34036 Visitas
Conexão - Luca Schneersohn 34011 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 34011 Visitas
Pou, a Majestade Não-Zoombi - Alice Silva 34002 Visitas
Tempo - Luiz Fernando Sacramento Lusoli 33984 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última