Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
BALADEIRA
BENEDITO JOSÉ CARDOSO

BALADEIRA

Sentou-se a beira
Sentiu a firmeza
A maciez
Quando sentou
Deitou na baladeira
Após o bucho estufado
Para a sesta da tarde
Hibernou
Sonhou como criança
Recuperou mais um pedaço
Do cansaço
E para o resto da tarde
Voltou
Paraense
Esse jeito
Diferente
Que do indio
O Caboclo
Herdou


Biografia:
"As obras do artista só têm valor, quando consegue atingir a sensibilidade daqueles que entendem"
Número de vezes que este texto foi lido: 185


Outros títulos do mesmo autor

Poesias RUA INCLUSÃO BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias O PEQUENO EMANOEL BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias PROCLAMAÇÃO BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias Narrativas da vida real BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Cordel O DEDO MILAGROSO BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias FINADOS BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias DOIS CORPOS BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias MAR DE FÉ II BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias MAR DE FÉ BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias O LIVRO DA VIDA BENEDITO JOSÉ CARDOSO

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 125.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 60191 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 53591 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 42637 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39708 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 37300 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 36314 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 34654 Visitas
Amores! - 34425 Visitas
Desabafo - 33980 Visitas
Faça alguém feliz - 32544 Visitas

Páginas: Próxima Última