Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
TRANCINHA E O PASSARINHO FERIDO
Saulo Piva Romero

ERA UMA VEZ UMA MENINA COM DUAS TRANÇAS NO CABELO E ALGUMAS SARDAS NO ROSTINHO. MARIA FLOR ERA O SEU NOME, MAS ELA GANHOU O APELIDO DE TRANCINHA DA SUA MÃE, POIS, DESDE PEQUENA, A MÃE CARINHOSAMENTE FAZIA UM TRANCINHA DE CADA LADO E PRENDIA COM A FAMOSA MARIA CHIQUINHA. TRANCINHA ERA COMO TODAS AS MENINAS DA SUA IDADE. ELA ERA MUITO ESPERTA, UMA MENINA LEVADA DA BRECA, COMO SE DIZIA ANTIGAMENTE. TRANCINHA AMAVA A NATUREZA E TUDO O QUE NELA EXISTIA. ELA MORAVA NUMA CASINHA NO CAMPO AO LADO DA MAMÃE E DO PAPAI. QUANDO ELA NÃO ESTAVA NA ESCOLA, ELA ESTAVA CORRENDO PELOS CAMPOS DE PLANTAÇÃO A PROCURA DE BORBOLETAS E PASSARINHOS QUE ERAM SUAS GRANDES PAIXÕES.
CERTO DIA TRANCINHA RESOLVEU SAIR PARA SE ENCONTRAR COM SUAS AMIGAS E BRINCAR DE ESCONDE-ESCONDE NAS PLANTAÇÕES VIZINHAS. ELA E AS SUAS AMIGAS SE DIVERTIAM MUITO NAQUELE DIA ENSOLARADO DE VERÃO COM UM CÉU TOTALMENTE AZULADO E COM NUVENS BRANQUINHAS QUE PARECIAM ALGODÃO.
ELAS BRINCAVAM ANIMADAMENTE, MAS ALGO FEZ A BRINCADEIRA PARAR E TRANCINHA E SUAS AMIGAS FICARAM CHOCADAS COM A CENA QUE VIRAM, POIS, UM GRUPO DE MENINOS ESTAVAM COM UNS ESTILINGUES QUE SÃO FEITOS COM GALHOS DE ÁRVORES EM FORMA DE FORQUILHA COM TIRAS ELÁSTICAS NA PONTA EM QUE ERAM COLOCADAS PEDRINHAS.
OS MENINOS LEVADOS ESTAVAM DISPUTANDO QUEM DERRUBAVA MAIS PASSARINHOS DOS NINHOS QUE ESTAVAM NAS COPAS DAS ÁRVORES. E NUMA DESSAS TENTATIVAS DE ACERTAREM OS SEUS ALVOS, OS MENINOS FERIRAM UM PASSARINHO AMARELINHO. QUE CAIU IMEDIATAMENTE NO CHÃO BATENDO A CABEÇA VIOLENTAMENTE SE FERINDO GRAVEMENTE.
O PASSARINHO AINDA TONTO POR CAUSA DA QUEDA, TENTAVA SE EQUILIBRAR, NÃO NOVAMENTE VOLTAVA A DESMORONAR NO CHÃO E PIAVA DESESPERADAMENTE POR SOCORRO, JÁ QUE SUA MAMÃE NÃO SE ENCONTRAVA NO NINHO, POIS, HAVIA SAÍDO PARA CAÇAR ALIMENTO PARA ALIMENTAR TODOS OS FILHOTES.
ENTÃO, TRANCINHA QUE AMAVA A NATUREZA E OS PASSARINHOS SAIU CORRENDO ATRÁS DOS MENINOS QUE ACABARAM ESCAPANDO DA FÚRIA DA MENINA.
E DEPOIS DE SE DESPEDIR DE SUAS AMIGAS, A MENINA DAS TRANCINHAS CORREU PARA SOCORRER O POBREZINHO DO PASSARINHO.
MAS, JÁ ESTAVA PARA ANOITECER NO CAMPO, ENTÃO, TRANCINHA ACHO QUE SERIA MELHOR LEVAR O PASSARINHO AMARELINHO E CUIDAR DE SEUS FERIMENTOS EM CASA, POIS, SE ELE NÃO FOSSE SOCORRIDO A TEMPO E FICASSE CAÍDO NA MATA, PODERIA SER DEVORADO POR ALGUM GATINHO FAMINTO.
ENTÃO, TRANCINHA PEGOU CUIDADOSAMENTE O PASSARINHO QUE ESTAVA GRAVEMENTE FERIDO E O COLOCOU NO BOLSO DE SEU VESTIDO E O LEVOU PARA A SUA CASA.
E CHEGANDO LÁ, ELA FOI DIRETO PARA O SEU QUARTO E COLOCOU O PASSARINHO AMARELINHO EM CIMA DA SUA ESCRIVANINHA E LOGO EM SEGUIDA PEGOU A MALETA DE PRIMEIROS SOCORROS E COM MUITO AMOR CUIDOU DOS FERIMENTOS DAQUELE PASSARINHO TOTALMENTE INDEFESO, ELA PEGOU O ROLO DE ESPARADRAPO E COM ELE E O AUXILIO DE UM GALHO DE ÁRVORE BEM FININHO IMOBILIZOU AS SUAS PATINHAS PARA QUE ELE SE SENTISSE MELHOR E MAIS CONFORTÁVEL PARA SE APOIAR.
COM O PASSAR DOS DIAS, A MENINA DAS TRANCINHAS E O PASSARINHO AMARELINHOS FORAM CRIANDO LAÇOS SINCEROS DE AMOR E AMIZADE.
TRANCINHA DEU ATÉ UM NOME PARA O PASSARINHO AMARELINHO. ELE PASSOU A SE CHAMAR BIQUINHO.
ELA DEU ESSE NOME AO PASSARINHO PORQUE DEVIDO A QUEDA DE CARA NO CHÃO, ELE FICOU COM O BICO TORTINHO E INCHADO.
TRANCINHA CUIDAVA DELE TODOS OS DIAS E COM ISSO, ELA GANHAVA, O CARINHO, O RESPEITO, A AMIZADE E O AMOR DELE A CADA DIA DE CONVIVÊNCIA COM
ELE.
PARA AQUELE PASSARINHO INDEFESO, TRANCINHA HAVIA SE TORNADO A SUA SEGUNDA MÃE, POIS, ELE SÓ QUERIA A COMPANHIA DELA. BIQUINHO PASSOU A CANTAR PARA A MENINA DAS TRANCINHAS TODOS OS DIAS COMO SINAL DE GRATIDÃO, POIS, ELE TINHA A CERTEZA QUE DEUS A HAVIA COLOCADO ELA PARA SALVÁ-LO DAS GARRAS DAQUELES MENINOS LEVADOS.
FOI ASSIM QUE CHEGOU O DIA EM QUE BIQUINHO JÁ ESTAVA TOTALMENTE RECUPERADO DOS FERIMENTOS E TRANCINHA SABIA QUE NÃO PODERIA SEGURÁ-LO NA SUA CASA POR MUITO TEMPO, AFINAL, OS PASSARINHOS NASCERAM PARA SEREM LIVRES E VOAREM PELO MUNDO AFORA CUMPRINDO A MISSÃO DE ALEGRAR A VIDA DAS PESSOAS COM SEU CANTO SUAVE E MELODIOSO, COM SUA DOCE E MULTICOLORIDA PRESENÇA REVERENCIANDO A MÃE NATUREZA E O DEUS DE AMOR, CRIADOR DO CÉU E DE TUDO O QUE HÁ NA TERRA.
ENTÃO, TRANCINHA PEGOU BIQUINHO EM SUAS MÃOS E FOI ATÉ A JANELA DO SEU QUARTO, E DEPOSITOU O AINDA INDEFESO PASSARINHO NO PARAPEITO DA JANELA PARA QUE BIQUINHO ALÇASSE VOOS MAIS ALTOS.
TRANCINHA AINDA DEU UMA ÚLTIMA DEMONSTRAÇÃO DE AMOR INFINITO PELO PASSARINHO, ELA DEU UM LONGO E DEMORADO BEIJINHO NO ROSTINHO MIÚDO DE BIQUINHO E ELE COMO RETRIBUIÇÃO DEU UMAS BICADINHAS CARINHOSAS NAS SUAS LINDAS E DELICADAS TRANCINHAS E ASSIM, BIQUINHO LEVANTOU VOO E PARTIU DE VOLTA A LIBERDADE COM A CERTEZA DE QUE OS LAÇO DE AMOR E AMIZADE CRIADO ENTRE ELE E A MENINA DAS TRANÇAS DELICADAS JAMAIS SE DESTRUIRIA, POIS, A DISTÂNCIA IRIA FAZER COM QUE ELE SOFRESSE E ÁS VEZES, PUDESSE FAZÊ-LO CHORAR, MAS NÃO HAVERIA NADA NO MUNDO QUE FIZESSE ELE DEIXAR DE AMAR PARA SEMPRE A SUA MENINA DAS TRANCINHAS DELICADAS QUE UM DIA HAVIA SALVADO A SUA VIDA.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 248


Outros títulos do mesmo autor

Contos O ÍNDIO QUE VIROU PÁSSARO Saulo Piva Romero
Contos O CAMARÃO CAMARADA Saulo Piva Romero
Contos ALI BABÁ E O PÉ DE FEIJÃO Saulo Piva Romero
Contos A FLECHA LIVRE Saulo Piva Romero
Contos A GUARDIÃ DO VALE DE CRISTAL Saulo Piva Romero
Contos O DODÓI DO VOVÔ Saulo Piva Romero
Contos O CACHORRO QUE BEBIA COCA-COLA Saulo Piva Romero
Contos PING E PONG Saulo Piva Romero
Contos A FADA E O DUENDE Saulo Piva Romero
Contos A GRANDE CEIA Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 195.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 60668 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 53699 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 42724 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39781 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 37396 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 36537 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 34736 Visitas
Amores! - 34620 Visitas
Desabafo - 34167 Visitas
Faça alguém feliz - 32672 Visitas

Páginas: Próxima Última