Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
ÁGUIA SOLITÁRIA E OS CURUMINS
Saulo Piva Romero

ERA UMA VEZ UMA ÍNDIA CHAMADA ÁGUIA SOLITÁRIA, A MAIS BELA DENTRE TODAS AS ÍNDIAS DA ALDEIA DOS TUCUMÃS. UMA DIA, ELA QUE ERA FILHA DO CACIQUE DA TRIBO SE CASOU E TEVE DOIS CURUMINS. ÁGUIA SOLITÁRIA ESTAVA MUITO FELIZ COM SEU CASAMENTO. SEU MARIDO ERA UM BRAVO GUERREIRO QUE CUIDAVA COM MUITO AMOR, CARINHO E PROTEÇÃO DELA E DE SEUS CURUMINS QUE GANHARAM OS NOMES DE PORÃ E UPIARA. ESTAVAM CRESCENDO SAUDÁVEIS E FELIZES. ELES CORRIAM, PESCAVAM, DANÇAVAM, BRINCAVAM E ATÉ ESTUDAVAM. MAS, UM DIA UMA COBRA APARECEU LÁ PELAS BANDAS DA ALDEIA E ENQUANTO, OS IRMÃOS CURUMINS BRINCAVAM NA MATA, A MALVADA COBRA OS ENGOLIU E RETORNOU PARA DENTRO DA MATA NOVAMENTE. QUANDO A NOITE CHEGOU, JUNTAMENTE COM A LUA E AS ESTRELAS, ÁGUIA SOLITÁRIA PERCEBEU QUE OS SEUS CURUMINS NÃO HAVIAM RETORNADO PARA A SUA OCA. ENTÃO, ELA PREOCUPADA COM O SUMIÇO DE PORÃ E UPIARA, CHAMOU O SEU MARIDO FALCÃO MALHADO PARA QUE FOSSE PROCURAR OS PEQUENOS CURUMINS. ENTÃO, ELE SAIU A PROCURA DOS FILHOS E NOVAMENTE A MALVADA COBRA SAI DA MATA E NUM BOTE CERTEIRO TAMBÉM ENGOLE FALCÃO MALHADO. E QUANDO ELA ENTRA NA MATA NOVAMENTE LANÇA FALCÃO MALHADO PARA FORA DO SEU ESTÔMAGO E PARA SURPRESA DO BRAVO GUERREIRO, ELE, VÊ OS SEUS CURUMINS PRESOS DENTRO DE UMA GAIOLA. A COBRA MALVADA COMEÇA A FALAR COM O BRAVO GUERREIRO TUCUMÃ.
- ESSA MATA ME PERTENCE. EU CHEGUEI AQUI PRIMEIRO.ENTÃO SE QUISER VER SEUS CURUMINS NOVAMENTE PEQUE A SUA TRIBO E ABANDONE MINHA MATA IMEDIATAMENTE.
FALCÃO MALHADO NÃO TEVE OUTRA ESCOLHA SENÃO A DE ACEITAR A ORDEM DA MALVADA E PODEROSA COBRA.
ENTÃO, A GRANDE SERPENTE TRAIÇOEIRA DEU APENAS TRÊS DIAS PARA QUE O GUERREIRO TUCUMÃ FOSSE EMBORA DAQUELA MATA, PORQUE SENÃO ELE E ÁGUIA SOLITÁRIA NUNCA MAIS IRIAM VER OS SEUS CURUMINS.
ENTÃO, MAIS QUE DEPRESSA, FALCÃO MALHADO PARTIU PARA A SUA ALDEIA E CONTOU O QUE HAVIA DESCOBERTO PARA A SUA ESPOSA ÁGUIA SOLITÁRIA E ELA COMO UMA LEOA QUE DEFENDE SEUS FILHOS COM UNHAS E DENTES FICOU FURIOSA COM A GRANDE COBRA QUE SE ACHAVA A SENHORA DE TODAS AS COISAS. DEPOIS, QUANDO SE ACALMOU OROU A TUPÃ (DEUS) NA LÍNGUA INDÍGENA, PARA QUE ELE COM A SUA FORÇA, PODER, AMOR E MISERICÓRDIA LIBERTASSE OS SEUS PEQUENOS CURUMINS DAS GARRAS DA MALVADA COBRA QUE HAVIA SAÍDO DE DAS PROFUNDEZAS DO RIO DE FOGO PARA JUDIAR DE PORÃ E UPIARA.
- GRANDE TUPÃ, CRIADOR DO CÉU E DA TERRA NÃO DEIXE QUE A SERPENTE DO MAL FAÇA COISAS HORRÍVEIS COM OS MEUS CURUMINS.
- ENTÃO, TUPÃ, OUVINDO A ORAÇÃO FEITA POR ÁGUIA SOLITÁRIA COM MUITA FÉ CONFIANDO NELE O TEMPO TODO, ELE COM SEU AMOR INFINITO DISSE PARA ELA QUE NADA DE MAL IRIA ACONTECER COM OS SEUS CURUMINS E ASSIM TUPÃ DISSE:
- VOCÊS DEVEM ENVIAR TRÊS DE SEUS MELHORES GUERREIROS PARA QUE ELES TRAGAM A COBRA NA MINHA PRESENÇA, MAS ISSO TEM QUE SER DURANTE O DIA JÁ QUE ELA ROUBOU A NOITE FAZENDO COM QUE TODOS MERGULHASSEM NAS TREVAS.
ENTÃO, ÁGUIA SOLITÁRIA E SEU MARIDO ENVIOU TRÊS DE SEUS MELHORES GUERREIROS PARA QUE TROUXESSEM A COBRA MALVADA ATÉ A ALDEIA PARA QUE TUPÃ PUDESSE CONVERSAR COM A COBRA.
A COBRA TRAIÇOEIRA, SENHORA QUE HAVIA TOMADO A NOITE PARA SI RECEBEU OS MENSAGEIROS DE ÁGUIA SOLITÁRIA COM INDIFERENÇA, MAS ACABOU INDO ATÉ A PRESENÇA DO GRANDE CRIADOR DO CÉU E DA TERRA.
E QUANDO CHEGOU A ALDEIA NÃO VENDO TUPÃ, FICOU MAIS IRRITADA AINDA COM FALCÃO MALHADO.
-VEJO QUE NÃO CUMPRIU O QUE ME PROMETEU E JÁ SE PASSARAM OS TRÊS DIAS QUE LHE DEI PARA DEIXAREM A MINHA MATA E ONDE ESTÁ TEU DEUS QUE OS SEUS MENSAGEIROS DISSERAM QUE QUERIA CONVERSAR COMIGO?
- FALCÃO MALHADO DISSE QUE ELE ESTAVA DENTRO DE TODOS OS CORAÇÕES DAS PESSOAS DE BEM.
AO OUVIR ESSAS PALAVRAS A COBRA MALVADA FICOU COM SANGUE NOS OLHOS E CRAVOU OS SEUS DENTES NA PERNA DELE, LIBERANDO O SEU VENENO AMARGO FAZENDO COM QUE FALCÃO MALHADO MORRESSE. ENTÃO, ÁGUIA SOLITÁRIA, A BELA ÍNDIA, AGORA SEM O MARIDO E SEM SEUS FILHOS TRANSFORMOU-SE NUMA LEOA E AVANÇOU NA DIREÇÃO DA COBRA E QUANDO O COMBATE ENTRE AS DUAS IRIA COMEÇAR., OUVIU-SE NO CÉU UM GRANDE E BARULHENTO TROVÃO SEGUIDO POR MUITOS RAIOS E O CRIADOR DO CÉU E DA TERRA SE FEZ PRESENTE DIANTE DA SERPENTE TRAIÇOEIRA.
- QUEM PENSAS QUE ÉS SER RASTEJANTE E TRAIÇOEIRO? VOCÊ VAI VOLTAR PARA O RIO DO FOGO DE ONDE NUNCA DEVERIA TER SAÍDO, POIS, VOCÊ NÃO TEM NENHUM PODER SOBRE MIM. ENTÃO, DEIXE ÁGUIA SOLITÁRIA EM PAZ E NUNCA MAIS A ABORREÇA.
- A COBRA MALVADA ABAIXOU A CABEÇA E SAIU SERPENTEANDO E RESMUNGANDO COMPLETAMENTE SEM DIREÇÃO DEPOIS DAS SÁBIAS PALAVRAS DO CRIADOR DO CÉU E DA TERRA. ASSIM, A TRIBO DE ÁGUIA SOLITÁRIA VOLTOU A VER O BRILHO DA LUA E DAS ESTRELAS. E ASSIM QUANDO TERMINAVA O DIA SURGIA A NOITE NOVAMENTE.
ÁGUIA SOLITÁRIA SE DOBROU DIANTE DE DEUS COM MUITA FÉ E NOVAMENTE DEUS ATENDEU AO SEU PEDIDO.
ASSIM, APARECERAM DOIS ANJOS DE DEUS TRAZENDO DEBAIXO DE SUAS ASAS OS DOIS IRMÃOS CURUMINS PARA A FELICIDADE DE ÁGUIA SOLITÁRIA E QUANDO OS ANJOS DESCERAM DO CÉU PARA LHE ENTREGAR OS SEUS CURUMINS, O SOL E A LUA RESOLVERAM SE JUNTAR, FORMANDO UM MARAVILHOSO ECLIPSE PARA CELEBRAR O RENCONTRO DE ÁGUIA SOLITÁRIA COM OS SEUS PEQUENOS E AMADOS CURUMINS.



Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 28583


Outros títulos do mesmo autor

Contos MARIA FUMAÇA Saulo Piva Romero
Contos MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO Saulo Piva Romero
Contos BIA E O BEIJA-FLOR Saulo Piva Romero
Contos A BORBOLETA QUE VIROU UMA PRINCESA Saulo Piva Romero
Contos AS TRAVESSURAS DO SACI Saulo Piva Romero
Contos PATO AQUI, PATO ACOLÁ Saulo Piva Romero
Contos AS SOLDADAS GUERREIRAS Saulo Piva Romero
Contos A SERPENTE E O GUARANÁ Saulo Piva Romero
Contos AMARELINHO E A ROSA Saulo Piva Romero
Contos O GATO DE OZ Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 159.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 55131 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 52834 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39181 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 33967 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 33257 Visitas
Amores! - 32621 Visitas
Desabafo - 32257 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31590 Visitas
Faça alguém feliz - 31164 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 31027 Visitas

Páginas: Próxima Última