Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Grita
Alguém que não morre
FERNANDO

Resumo:
A angustia por mais silenciosa, ela não consegue ser disfarçada, nem do próprio portador, o corpo respira, coração bate, enche esse peito e solta sua vontade

Morrer aos poucos, suplício do desejo de morte, macabra a ideia de abandonar todos por aqui, as juras que jamais iria deixá-los. Sofre e sofre, é um ardor, um abismo com paredes com musgos, os dedos marejados de lodo, só escorrega, sofre sem chorar, dói todo o corpo, treme, chora, sofre. As imagens do passado desaparecem, seria normal e tranquilo se as dores com as imagens fossem, tormento, perturba, perturbador, risadas sádicas, apodrece seu corpo, a carne não desprende, não sentir o próprio odor, tá vagando, tá penando, tá vivo. Respira, levanta, levanta!


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 28613


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Versículo 9 FERNANDO
Poesias Lamento FERNANDO
Poesias Não sonhei com você FERNANDO
Poesias Rio da morte FERNANDO
Poesias Súplica do tolo FERNANDO
Poesias Grita FERNANDO
Poesias Fantasma da sociedade FERNANDO
Discursos Década perdida FERNANDO


Publicações de número 1 até 8 de um total de 8.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 64440 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 54259 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43126 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 42707 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 40628 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40192 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 37652 Visitas
Amores! - 35865 Visitas
Desabafo - 35279 Visitas
Faça alguém feliz - 33699 Visitas

Páginas: Próxima Última