Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Sobre "Minhas Queridas", de Clarice
Magda Pêgo

Resumo:
Impressões

Vira e mexe leio isso. Julgo Clarice uma inspiração. Hoje é o dia... 22 de dezembro de 2016. Hoje é dia de Clarice... de novo...

Só sei de uma coisa, com toda a certeza: Comodidade nunca foi meu forte. Morna, nem a água do meu banho. Castração da lógica do cotidiano me deixa mais roxa que uma pancada na quina da mesa ou um soco no olho. Angustiante e exasperador.

MORNIDÃO não faz bem, então: 1) Se tiver escolhido ir, vá fundo; 2) Pare de molhar as pontas dos dedos e mergulhe (de corpo e alma). Se não souber nadar, aprenda; e 3) respeite suas próprias vontades. Só tome o cuidado de não invadir o território alheio.

E antes que alguém diga algo, não são conselhos. São compartilhamentos. Quando escrevo, escrevo para mim, ou como disse um amigo, para exorcizar os meus infernos e/ou os meus fantasmas. Fico brava, choro, odeio meio mundo. Depois me acalmo, tomo a decisão que preciso, e a vida segue, tão certo como o sol se põe, a chuva cai, a terra gira em torno do seu próprio eixo e dá aquela "giradinha básica" se mostrando para o sol em uma velocidade média de 107.000 km/h. Sou somente um pingo numa letra "i"...


Biografia:
Canela Verde, Leonina com muito orgulho de melhor década (70), Bacharela em Teologia,colaboradora no Governo Federal há mais de 23 anos. Rasgava tudo o que escrevia. Agora, Papel Zero! Mas ainda Rasga-se por dentro. http://ellie-violet.blogspot.com.br/ https://twitter.com/MagdaPego?lang=pt-br https://www.facebook.com/magda.pego
Número de vezes que este texto foi lido: 33795


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Metamorfose da Nau Magda Pêgo
Biografias Meu Muro Mental Magda Pêgo
Poesias Sobre "Minhas Queridas", de Clarice Magda Pêgo
Crônicas Feliz Liberdade Magda Pêgo
Poesias Solturas Magda Pêgo
Artigos Umami Magda Pêgo
Crônicas Comer, Rezar e Amar Magda Pêgo
Poesias Singularidades do Amor Magda Pêgo
Poesias Sina Magda Pêgo
Poesias Sem Elementos Magda Pêgo

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 17.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 75775 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 61783 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50160 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 49956 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49501 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49145 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 48874 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48717 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48679 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 48150 Visitas

Páginas: Próxima Última