Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A Casa de Oncilda
Este é um conto que promove a educação ambiental infantil.
ROZILDA EUZEBIO COSTA

Resumo:
Este conto, além de exaltar a importância da preservação ambiental e da fauna, destaca o quão prejudicial são as queimadas para a fauna e flora.

Oncilda era uma onça pintada muito bonita, tinha o pelo amarelo escuro e pintas negras que se destacavam, deixando-a mais bonita ainda. Era muito respeitada na região que vivia, inclusive a chamavam de – Dona Oncilda!

A toca em que morava era muito cuidada por ela. Tinha orgulho de viver naquela floresta. Ali, teve seus filhotes.

Porém, certo dia, ainda com os filhotes pequenos, Oncilda ficou desesperada, quando notou que o ar estava mais quente, e uma fumaça esbranquiçada vinha em direção de sua casa.

Oncilda viu sua vida mudar de repente. Num instante, estava sem lar, e pensou – meu Deus, o que farei? E meus filhotinhos, tão pequenos ainda! Como vou salvá-los?! – e o desespero tomou conta dela. E viu grandes labaredas de fogo aproximando-se de sua toca.

Não dava mais tempo de pensar, tinha que agir muito rápido para salvar seus filhotes. Começou a carregá-los para perto de um rio que ficava um pouco à frente de onde morava. Eram somente três filhotes, mas ela estava sozinha para socorrê-los, e só poderia carregar um por vez.

Assim, um a um, Oncilda os carregou até a margem do rio. Ficou pensativa, sem saber o que fazer. – E agora meu Deus, o que vou fazer? Meus filhos não podem ficar sem um lar!

Oncilda passou o resto da noite, triste e sem esperança, até que finalmente, o dia amanheceu. Já tinha amamentado seus filhos, então ela os escondeu embaixo de alguns arbustos ao lado do rio, e foi em busca de um lugar, onde pudesse formar o seu novo lar.

Com muita coragem e determinação, Oncilda atravessou o rio a nado e caminhou a manhã inteira. Por sorte, encontrou uma pequena caverna que lhe transmitiu segurança. Ali seus filhotes e ela estariam seguros, pelo menos até crescerem e se tornarem adultos, para que pudessem sobreviver por conta própria.

E assim, ela voltou e foi buscar os filhos, trazendo um de cada vez, em grande sofrimento, caminhando toda aquela distância, sem falar do risco que seus filhotes correram em afogar-se, enquanto ela os atravessava pelo rio.

Ao terminar de agasalhar seus filhotes no novo lar, Oncilda estava tão cansada que estirou-se no chão, e mal consegui movimentar suas patas. Somente seus pensamentos tinham força, pois ela não parava de pensar no porquê de os homens terem ateado fogo em sua tão amada floresta.

Perguntava-se – porque estão fazendo isso?! Eles estão cegos?! Não vêem que estão matando a vida através da destruição da natureza! Oh homens, onde estão suas consciências?!


Biografia:
Biografia ROZILDA EUZEBIO COSTA, nascida em 30 de setembro de 1969, natural da cidade de Araguaína – Tocantins BR, é escritora, poetisa, contista, pintora e desenhista autodidata. Autora das obras (romances), "Lágrimas Cristalinas" e "A Musa e o Poeta", publicados pela Editora Veloso, Gurupi-TO. Atualmente, colaboradora na Faculdade Católica Dom Orione (Araguaína-TO), trabalhando como Assistente de Coordenação do NEIC (Núcleo de Extensão e Iniciação Científica) e do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). Autora das obras (publicação em formato e-book), "O Diário de Lia", "Despertando com os Pássaros", "Lucius", "Três Teresas", "Sandoval e Margarete (Um celular entre nós)", "O homem com um bigode na bochecha", "Um Cão apaixonado", "Por los Caminos, Flores y Espinas (coletânea de mensagens em espanhol)", "Bulindo com a mulher do próximo", "A Mulher do Texas" e "Do lixo ao glamour". Autora do e-book "Historinhas de Mãe Natureza", livro que traz uma coletânea de contos infantis de preservação do meio ambiente, enfatizando a importância do cuidado com a natureza. Autora das poesias "Cenários Sociais", e "Poema da Administração", ambas com índices bastante satisfatórios nas buscas para trabalhos escolares, e com grande destaque em trabalhos acadêmicos. Participação no Anuário de Poetas e Escritores do Estado de Tocantins, idealizado e lançado pela Editora Veloso, com iniciativa do escritor tocantinense, Eliosmar Veloso, Edições 2011, 2016 e 2019. Participação na Antologia de Poesia Brasileira Contemporânea, "Além da Terra, Além do Céu", lançamento da Chiado Editora, Edições 2017 e 2018.
Número de vezes que este texto foi lido: 29020


Outros títulos do mesmo autor

Contos A Mulher do Texas ROZILDA EUZEBIO COSTA
Poesias DIVERSIDADE ROZILDA EUZEBIO COSTA
Poesias A LIBERDADE DO OUTONO ROZILDA EUZEBIO COSTA
Poesias CENÁRIOS SOCIAIS ROZILDA EUZEBIO COSTA
Poesias CANTAR ROZILDA EUZEBIO COSTA
Poesias È sempre tempo ROZILDA EUZEBIO COSTA
Poesias Busca ROZILDA EUZEBIO COSTA
Contos A história de Miniava ROZILDA EUZEBIO COSTA
Contos O Meu Amigo Dourado ROZILDA EUZEBIO COSTA
Poesias Nas Águas deste Mar ROZILDA EUZEBIO COSTA

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 29.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Amores! - 39721 Visitas
Lamento - FERNANDO 39590 Visitas
Desabafo - 38796 Visitas
viramundo vai a frança - 38123 Visitas
MANCHETE DE JORNAL - sigmar montemor 37490 Visitas
Faça alguém feliz - 37022 Visitas
Parabéns, Daniel Dantas! - Carlos Rogério Lima da Mota 36310 Visitas
Vivo com.. - 36263 Visitas
eu sei quem sou - 35182 Visitas
camaro amarelo - 35010 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última