Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Álibi
Carlos Vagner de Camargo


Pé ante pé verifico se ela dorme
Devagar velo seu sono.
Qual anjo dorme profundamente,
Mas me descuido ao sair e vejo
Os móveis rolarem pelo chão.
O barulho estridente não a acorda.
Mas desperta minha consciência
E meu coração aos pulos se espedaça
Em fragmentos de memórias
Latentes e ainda quentes como o sangue
Fremente a pulsar em nossos corpos.
Inconsciente ela dorme seu sono cor-de-rosa
E eu vivo meu pesadelo negro
Naquele quarto gelado, naqueles lençóis
Que agora só me traem.
Na morte fatídica do nosso amor,
Como que a reviver uma novela
Um melodrama canibal que sorve
Meu arrependimento, como único
Culpado pelo assassínio de nós dois.
Esse sono profundo e tenro é o meu
Álibi de que não sou tão inocente assim.


Biografia:
Sou paulista nascido em Ilha Solteira, interior de SP, formado em Letras Licenciatura Plena pelo Centro Universitário Assunção UniFAI, tenho 35 anos e estou para começar a lecionar no meio público e privado de ensino fundamental e médio. Sou músico,canto, toco, fui tenor do Coral Sagrado Coração de Jesus em Três Lagoas-MS, Sempre escrevi muito, lia muito, hoje dois anos após minha formatura, estou retomando a todo o gás o gosto pela leitura. Amo Shakspeare, mas leio de tudo, desde tratado filosóficos a textos de Zola, Tolstoi entre outros grandes. Tenho poemas publicados pelo site da UniABC (onde atualmente trabalho), pelo professor Sérgio Simka no link http://grupodeescritoresdauniabc.uniblog.com.br/ Ainda não sou conhecido, mas espero em breve sê-lo.
Número de vezes que este texto foi lido: 33865


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Boca Murcha Carlos Vagner de Camargo
Poesias Exposição Carlos Vagner de Camargo
Poesias Racha Carlos Vagner de Camargo
Poesias Primavera de Amor Carlos Vagner de Camargo
Poesias Essa Coisa Carlos Vagner de Camargo
Poesias O Mensageiro Carlos Vagner de Camargo
Poesias O Trenzinho Carlos Vagner de Camargo
Poesias Nefasta Adoração Carlos Vagner de Camargo
Poesias Força Estranha Carlos Vagner de Camargo
Poesias Ciúmes Carlos Vagner de Camargo

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 68.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 75681 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 61710 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50130 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 49915 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49461 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49096 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 48839 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48683 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48648 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 48123 Visitas

Páginas: Próxima Última