Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O legado de Judit Polgar
Vander Roberto

Judit Polgar é conhecida mundialmente no Xadrez e tratada como lenda viva mesmo não jogando mais profissionalmente. Seu Xadrez era competitivo e passou a disputar contra os Grandes Mestres (GM) de sua época. Não foi a primeira a ganhar profissionalmente de homens mas notabilizou-se por ter vencido os campeões mundiais vivos. Mulher inteligentíssima e linda, tornou-se uma protagonista na divulgação do Xadrez feminino no mundo. Na década de 90 ela chamou a atenção para uma causa implícita em suas vitórias épicas contra o mundo machista do Xadrez: mulheres podiam competir com homens em qualquer área mesmo em profissões ditas "masculinas". Ela dá um xeque-mate no preconceito e na misoginia só com lances vitoriosos. Seu legado foi reduzido as partidas vitoriosas e isto precisa ser corrigido dando mais ênfase à importância de Judit Polgar para a humanidade.

A lenda do Xadrez passou situações constrangedoras. Uma delas foi a famosa partida contra Kasparov no toque do cavalo que não foi jogado revoltando a moça. Havia uma certa "blindagem" ao Xadrez masculino em altíssimo nível e Polgar acabou ficando desconcentrada perdendo a partida. Tempos depois ela venceria Kasparov com sobras. Noutra situação, Polgar foi vista como uma "intrusa" no meio machista dos top 20 do mundo. Tratada como "diferente" dentro do meio enxadrístico, ganhou respeito entre a elite machista calando possíveis opositores que desejavam colocar Judit no seu devido lugar, ou seja, só jogar entre as mulheres. Ela abriu mão de jogar torneios exclusivamente femininos pois seu nível estava anos-luz das demais indo direto ao confronto com homens. Seu jogo era muito agressivo para ficar escondido somente na categoria feminina.

Ela não pode ser vista como uma feminista que jogava Xadrez e nem uma ativista da causa. Seu foco era a vitória no tabuleiro dando um grito implícito ao mundo sobre a capacidade feminina. Uma geração inteira viu Polgar impor seu jogo diante de "vitórias certas dos homens" em torneios. Suas vitórias incentivaram as mulheres ao combate do discurso de "dona do lar", projetando a mulher do século XXI, independente e não submissa ao machismo milenar que conhecemos. Nos silenciosos lances agressivos, ela deu voz e gritou contra a suposta "inferioridade feminina" sem soltar uma palavra. Sábia e bem educada, já preparada para lidar com situações mais constrangedoras no ápice de sua carreira, Judit Polgar colocou em xeque muita coisa dentro da FIDE, entidade que controla o Xadrez mundial e profissional. Torneios femininos passaram a ganhar destaque e seus respectivos mundiais.

Constata-se que a verdadeira vitória de Judit Polgar está além das 64 casas do tabuleiro. Ela tornou-se um referencial e exemplo na luta ao machismo, a misoginia, o tabu, preconceitos, abrindo as portas para gerações inteiras de mulheres decidindo suas escolhas. Não foi a pioneira e sim aquela que deu visibilidade planetária aos temas. Se antes de Polgar nem sabíamos quem eram as campeãs mundiais femininas, após sua brilhante carreira, os olhos dos humanos voltaram-se para maior atenção ao Xadrez Feminino. Atualmente, Judit Polgar mostra-se uma excelente jornalista, promovendo entrevistas com os jogadores de sua época, divulgando a arte de jogar Xadrez, mostrando que a mulher tem seu espaço e este precisa ser conquistado com inteligência e estudo assim como ela fez. Reduzir seu legado aos brilhantes lances, portanto, é um erro. Cabe olharmos e analisarmos cada lance e aquilo que ele tinha e continha implicitamente além de estudarmos detalhadamente sua biografia. Fica a dica. Obrigado, Judit Polgar! Muito obrigado!


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 239


Outros títulos do mesmo autor

Artigos Jogadores de futebol: respeitem as mulheres! Vander Roberto
Artigos A cidade de São Paulo está largada Vander Roberto
Artigos O Bolsonarismo é braço do Nazismo. Acordem! Vander Roberto
Artigos Direito de escolha Vander Roberto
Artigos Parando de escrever por algum tempo Vander Roberto

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 131 até 135 de um total de 135.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
ficou vendo as oportunidades irem embora - Riz de Ferelas 12 Visitas
fantasmas das avenidas dos corações partidos - Riz de Ferelas 12 Visitas
um cristal - Riz de Ferelas 12 Visitas
navegando nessas águas sombrias - Riz de Ferelas 11 Visitas
oceano de lágrimas - Riz de Ferelas 11 Visitas
🔴Madonna de areia - Rafael da Silva Claro 7 Visitas

Páginas: Primeira Anterior