Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
LUSO-BRASILEIRO
Ricardo Cunha Costa

LUSO-BRASILEIRO

Assim como a cor d'olho não colore
Aquilo que se tem à sua frente,
Tampouco a cor da pele ao que se sente
Altera o quanto ria e o quanto chore.

Não me queiram, portanto, que deplore
A língua como força d'essa gente
Na voz de quem não cala e não consente
E à luz de quanto a mente rememore.

Ao contrário, mestiço que sou eu,
Reconheçam pela híbrida linguagem
O vernáculo audaz do verso meu.

Pois certo de que não tão bom selvagem
-- Cujo belo paraíso se perdeu... --
Transmito mais além minha mensagem!

Betim - 24 04 2018


Biografia:
Escrevo. Gosto de escrever. Se sou escritor ou poeta, eu deixo para o leitor ponderar.
Número de vezes que este texto foi lido: 28888


Outros títulos do mesmo autor

Poesias DON'ANA Ricardo Cunha Costa
Poesias CARÍCIAS Ricardo Cunha Costa
Sonetos UBUNTU Ricardo Cunha Costa
Poesias POR ENGANO Ricardo Cunha Costa
Sonetos LUNÁTICO Ricardo Cunha Costa
Sonetos LIVRÍSSIMO Ricardo Cunha Costa
Sonetos POLIAMOR Ricardo Cunha Costa
Sonetos EU E TU Ricardo Cunha Costa
Sonetos ERRATA Ricardo Cunha Costa
Sonetos E A COISA TODA Ricardo Cunha Costa

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 41.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
Vivo com.. - 31061 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30957 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 30642 Visitas
eu sei quem sou - 30578 Visitas
camaro amarelo - 30543 Visitas
sei quem sou? - 30520 Visitas
viramundo vai a frança - 30506 Visitas
MENINA - 30474 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 30458 Visitas
PSICOLOGIA E DIREITO - Francisco carlos de aguiar neto 30454 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última