Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O PECADOR
Roberto Machado Godinho

Resumo:
Padre Antônio e José mantém um diálogo hilário, no confessionário, envolvendo sexo.

Personagens:
Padre Antônio
José Maria
Padre Antônio e José mantém um diálogo hilário, no confessionário, envolvendo sexo.
• Cena única
José - Bença padre!
Padre – Deus te abençoe meu filho. Seu nome?
José – José Maria. Eu estou aqui para confessar meus pecados e pedir perdão.
Padre – Óbvio José! Afinal, você está em um confessionário. Mas quem perdoa é o Senhor.
José – Eu sei padre. É que...
Padre – Desembucha logo. Ainda tenho duas missas pela frente.
José – Eu fiz sexo … E não sou casado.
Padre – E qual é o problema? Eu também não sou casado e tenho relações...
José - Sexuais?
Padre – Imagina! Claro que não! Tenho relações só com Deus. Fiz voto de castidade. Mas posso
te afirmar que não é pecado o amor carnal entre pessoas solteiras.
José – Nem com pessoas do mesmo sexo?
Padre – Não!
José – Tem certeza padre Antônio?
Padre – Absoluta José! Na bíblia está escrito que devemos amar o próximo. O que significa que
não há restrições para o amor entre pessoas do mesmo sexo.
José – Mas o pastor Mala…
Padre – é um gay enrustido que precisa aprender a interpretar a bíblia.
José – E nem é doença?
Padre – Não meu filho. E quem está precisando de cura são estes pastores fundamentalistas.
José – Obrigado padre! O senhor tirou um peso enorme da minha consciência.
Padre – Só por curiosidade... Diga-me: Com quem você fez amor?
José – Com o coroinha.
Padre – Da minha paróquia?
José – É… Sim!
Padre – (falando pra dentro) Filho da mãe!
José – Padre, eu não escutei.
Padre – Eu disse … Nossa Senhora!
José – Então cometi pecado?
Padre - Você não. O coroinha sim. (falando pra dentro) Filho da puta!
José – O que o senhor acabou de falar?
Padre – Nada! Pensei alto… Agora me diga… Foi com o Cosme ou com o Damião que você
transou?
José – Não sei.
Padre – Como não sabe?
José – Ele não me disse o seu nome. Confesso que também nem perguntei.
Padre – Que absurdo! Trepada no anonimato…
José – Ah padre! Na hora do vamos ver só estava compenetrado no sexo.
Padre – Entendo… Como ele é?
José – Quem?
Padre – (irritado) O coroinha… Abestado!
José – Ele é loirinho de olhos azuis.
Padre – Cosme e Damião são irmãos gêmeos.
José – Com estes nomes, só poderiam ser gêmeos.
Padre – A mãe foi bem criativa… Por sinal é mãe solteira e se chama Madalena.
José – Nome de puta, mas bonito.
Padre – Deixa se ser preconceituoso. Toda mulher merece nosso respeito.
José – Desculpa padre Antônio.
Padre – Você tem que pedir desculpa é à Deus. Agora fale: O coroinha tem uma pinta na bunda
ou uma verruga no saco?
José – Não sei!
Padre – Vocês não tiveram relação carnal despidos?
José – Sim!
Padre – E foi tão afoito que nem reparou nestes detalhes?
José – A lâmpada da sacristia estava queimada.
Padre – (exacerbado)Você trepou com o meu coro… Quero dizer: Teve relação sexual com o
coroinha da minha paróquia em plena sacristia?
José – A carne é fraca.
Padre – (recomposto) Eu entendo meu rapaz. Quando os hormônios falam mais alto é um Deus
nos acuda. Agora diga… Ele tem uma pegada forte, ou mais ou menos?
José – Pegada fortíssima. Uma loucura!
Padre – Bingo! Já desconfiava. É o Damião.
José – Como o senhor sabe?
Padre – Tolinho! Eu conheço bem as minhas crias. (se recompondo)Quero dizer... Outros rapazes
também já se confessaram.
José – Ah bom! Perdoe-me por ter pensado bobagem.
Padre – Peça perdão ao Senhor.
José – Perdão Senhor, perdão Senhor, perdão…
Padre – Basta! Deus já está de saco cheio.
José – Desculpa Senhor.
Padre – Meu rapaz… Durante o ato libidinoso você usou camisinha?
José – Ih! Vacilei padre.
Padre – Meu Deus! Quanta irresponsabilidade. Você não pensou no próximo?
José - Confesso que não.
Padre – Então como penitência, reze todas as manhãs dez Padre Nossos e vinte Ave Marias.
José – Então eu pequei ao fazer sexo?
Padre – Sem preservativo... Sim! Vá com Deus e faça o teste de HIV.                                                           
             
             FIM

Número de vezes que este texto foi lido: 52912


Outros títulos do mesmo autor

Infantil UM AMOR VIRALATA Roberto Machado Godinho
Roteiros FAMÍLIA!? Roberto Machado Godinho
Roteiros AS SOGRAS Roberto Machado Godinho
Roteiros CASÓRIO Roberto Machado Godinho
Teatro Rolezinho Roberto Machado Godinho

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 11 até 15 de um total de 15.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Coisas - Rogério Freitas 54631 Visitas
1 centavo - Roni Fernandes 54569 Visitas
frase 935 - Anderson C. D. de Oliveira 54557 Visitas
Ano Novo com energias renovadas - Isnar Amaral 54354 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 54308 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 54289 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 54258 Visitas
PARA ONDE FORAM OS ESPÍRITOS DOS DINOSSAUROS? - Henrique Pompilio de Araujo 54184 Visitas
Jazz (ou Música e Tomates) - Sérgio Vale 54048 Visitas
Depressivo - PauloRockCesar 54008 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última