Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
SOU APENAS UM SER HUMANO
Derlânio Alves de Sousa

SOU APENAS UM SER HUMANO
Sou apenas um ser humano com meus limites, desejos, angústias, falhas, virtudes, crenças e esperanças... Com minhas fraquezas e fortalezas.
Sou apenas um ser humano limitado e ao mesmo tempo com sonhos e vontades imensuráveis de dar e oferecer o melhor de mim dentro das minhas possibilidades e ao mesmo tempo receber do outro o reconhecimento e a gratidão. Isso eu diria que é um ato de reciprocidade que todos nós precisamos e queremos.
Sou apenas um ser humano que ri, que chora, que se alegra, que se entristece, que se angustia, que se envaidece ...com tudo que me acontece em cada contexto e circunstâncias do cotidiano;
Sou apenas um ser humano que às vezes me decepciono, me enfraqueço, desacredito ... Ao mesmo passo que sou apenas um ser humano que se alegra, se otimiza e acredita na minha capacidade de mudar e de crescer na vida.
Sou apenas um ser humano que se emburrece comigo mesmo e muitos vezes até com aquele ou aquela pessoa que sempre está por perto de mim, me apoiando em meus momentos difíceis e se alegrando e partilhando dos meus bons momentos.
Sou apenas um ser humano que em minhas ruinas me sinto amargo, incapaz e indesejável e ao mesmo tempo, carregado de negatividade, e ainda cometo o grosseiro pecado de achar que o   outro também é amargo, incapaz, intolerável... Mas quando retorno ao bem-estar das minhas faculdades mentais, passo a ver com otimismo, tudo diferente tanto sobre mim e muito mais sobre o outro. E vejo que o quanto sou de belo e veio, de forte e fraco, de pessimista e otimista, de bom e ruim e, na soma de todos os meus pensamentos, vejo o que posso subtrair de negatividade e multiplicar o que tenho de positivo para tornar-me uma pessoa mais amável, sensível, e acima de tudo compreensível e otimista. E mesmo no meu inacabamento passo acreditar tanto em mim, no outro e sempre em um Deus Pai, Todo Poderoso. Daí passo a somar o quanto posso melhorar como pessoa, como profissional, como irmão, pai, mãe... Ou simplesmente como ser humano.
Sou apenas um ser humano, inacabado, mas sempre em formação e em construção de novas possibilidades e de renovações e por fim de grandes feitos, realizações;
Sou apenas um ser humano que muitas vezes já decepcionei e fui decepcionado, amei e fui amado, odiei e fui odiado, contestei e fui contestado, acreditei e desacreditei, assim como também acreditaram e desacreditaram de mim.
Sou apenas um ser humano que erra e acerta, mas que sempre procuro errar menos e acertar mais.
Sou apenas um ser humano que enxergo os meus defeitos e que muitas vezes os ignoro, mas ao mesmo tempo tenho a convicção que jamais serei perfeito, embora que sempre procuro a perfeição.
Sou apenas um ser humano que já machuquei e fui machucado, mas em ambos os casos em sua maioria perdoei e fui perdoado, porque o perdão é a chave da leveza e da capacidade de sermos e tornarmos mais irmãos, de reconhecermos que a magoa só nos faz endurecer nossos corações e certamente se sentirmos ainda menor enquanto seres humanos, filhos de Deus.
Sou apenas um ser humano que tenho muito aprendido com tudo que já enfrentei de bom e de ruim na minha vida, e percebi que nenhum obstáculo, dor e sofrimento é superior ao poder do criador e nada é impossível aos olhos do nosso grande e poderoso Deus.
E com o passar dos nossos dias, que eu, que você, percebamos nossos fracassos, erros e inseguranças, mas, que perseveremos no caminho do otimismo, da fé e da esperança.
E que jamais acreditemos que somos perfeitos, Deus e semideus, por mais que se diga por aí, mas que tenhamos sempre a convicção que podemos ser melhor e fazer mais e melhor para nós mesmos, simplesmente com a nossa condição de sermos e termos o privilégio de sermos “ser humano”!
Pense nisso, e boa reflexão!!!

                                                                                                                                             Autor: Derlânio Alves


Biografia:
Derlânio Alves de Sousa, nascido em 04/01/1976 no município de Aiuaba CE, filho de agricultores, Eneas Alves e D. Santa, é professor de Língua Portuguesa, tem pós-graduação em Língua Portuguesa e Literatura brasileira.
Número de vezes que este texto foi lido: 52993


Outros títulos do mesmo autor

Poesias CRIANÇA Derlânio Alves de Sousa
Releases AMIZADE Derlânio Alves de Sousa
Poesias A VOCÊ MAMÃE Derlânio Alves de Sousa
Releases A LONGA VIAGEM Derlânio Alves de Sousa
Poesias PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA Derlânio Alves de Sousa
Poesias SOU APENAS UM SER HUMANO Derlânio Alves de Sousa
Poesias REFAZENDO A CHAMADA Derlânio Alves de Sousa
Poesias TOLERÂNCIA RELIGIOSA Derlânio Alves de Sousa
Poesias Jogo da vida Derlânio Alves de Sousa
Frases verdade? Derlânio Alves de Sousa

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 68.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
JASMIM - evandro baptista de araujo 69080 Visitas
ANOITECIMENTOS - Edmir Carvalho 57979 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 57634 Visitas
Camden: O Avivamento Que Mudou O Movimento Evangélico - Eliel dos santos silva 55906 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 55225 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 55205 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 55085 Visitas
Sobrenatural: A Vida de William Branham - Owen Jorgensen 54963 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 54953 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 54940 Visitas

Páginas: Próxima Última