Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
SOU APENAS UM SER HUMANO
Derlânio Alves de Sousa

SOU APENAS UM SER HUMANO
Sou apenas um ser humano com meus limites, desejos, angústias, falhas, virtudes, crenças e esperanças... Com minhas fraquezas e fortalezas.
Sou apenas um ser humano limitado e ao mesmo tempo com sonhos e vontades imensuráveis de dar e oferecer o melhor de mim dentro das minhas possibilidades e ao mesmo tempo receber do outro o reconhecimento e a gratidão. Isso eu diria que é um ato de reciprocidade que todos nós precisamos e queremos.
Sou apenas um ser humano que ri, que chora, que se alegra, que se entristece, que se angustia, que se envaidece ...com tudo que me acontece em cada contexto e circunstâncias do cotidiano;
Sou apenas um ser humano que às vezes me decepciono, me enfraqueço, desacredito ... Ao mesmo passo que sou apenas um ser humano que se alegra, se otimiza e acredita na minha capacidade de mudar e de crescer na vida.
Sou apenas um ser humano que se emburrece comigo mesmo e muitos vezes até com aquele ou aquela pessoa que sempre está por perto de mim, me apoiando em meus momentos difíceis e se alegrando e partilhando dos meus bons momentos.
Sou apenas um ser humano que em minhas ruinas me sinto amargo, incapaz e indesejável e ao mesmo tempo, carregado de negatividade, e ainda cometo o grosseiro pecado de achar que o   outro também é amargo, incapaz, intolerável... Mas quando retorno ao bem-estar das minhas faculdades mentais, passo a ver com otimismo, tudo diferente tanto sobre mim e muito mais sobre o outro. E vejo que o quanto sou de belo e veio, de forte e fraco, de pessimista e otimista, de bom e ruim e, na soma de todos os meus pensamentos, vejo o que posso subtrair de negatividade e multiplicar o que tenho de positivo para tornar-me uma pessoa mais amável, sensível, e acima de tudo compreensível e otimista. E mesmo no meu inacabamento passo acreditar tanto em mim, no outro e sempre em um Deus Pai, Todo Poderoso. Daí passo a somar o quanto posso melhorar como pessoa, como profissional, como irmão, pai, mãe... Ou simplesmente como ser humano.
Sou apenas um ser humano, inacabado, mas sempre em formação e em construção de novas possibilidades e de renovações e por fim de grandes feitos, realizações;
Sou apenas um ser humano que muitas vezes já decepcionei e fui decepcionado, amei e fui amado, odiei e fui odiado, contestei e fui contestado, acreditei e desacreditei, assim como também acreditaram e desacreditaram de mim.
Sou apenas um ser humano que erra e acerta, mas que sempre procuro errar menos e acertar mais.
Sou apenas um ser humano que enxergo os meus defeitos e que muitas vezes os ignoro, mas ao mesmo tempo tenho a convicção que jamais serei perfeito, embora que sempre procuro a perfeição.
Sou apenas um ser humano que já machuquei e fui machucado, mas em ambos os casos em sua maioria perdoei e fui perdoado, porque o perdão é a chave da leveza e da capacidade de sermos e tornarmos mais irmãos, de reconhecermos que a magoa só nos faz endurecer nossos corações e certamente se sentirmos ainda menor enquanto seres humanos, filhos de Deus.
Sou apenas um ser humano que tenho muito aprendido com tudo que já enfrentei de bom e de ruim na minha vida, e percebi que nenhum obstáculo, dor e sofrimento é superior ao poder do criador e nada é impossível aos olhos do nosso grande e poderoso Deus.
E com o passar dos nossos dias, que eu, que você, percebamos nossos fracassos, erros e inseguranças, mas, que perseveremos no caminho do otimismo, da fé e da esperança.
E que jamais acreditemos que somos perfeitos, Deus e semideus, por mais que se diga por aí, mas que tenhamos sempre a convicção que podemos ser melhor e fazer mais e melhor para nós mesmos, simplesmente com a nossa condição de sermos e termos o privilégio de sermos “ser humano”!
Pense nisso, e boa reflexão!!!

                                                                                                                                             Autor: Derlânio Alves


Biografia:
Derlânio Alves de Sousa, nascido em 04/01/1976 no município de Aiuaba CE, filho de agricultores, Eneas Alves e D. Santa, é professor de Língua Portuguesa, tem pós-graduação em Língua Portuguesa e Literatura brasileira.
Número de vezes que este texto foi lido: 52992


Outros títulos do mesmo autor

Discursos LER É ... Derlânio Alves de Sousa
Poesias mãe Derlânio Alves de Sousa
Poesias Coco Pequeno Derlânio Alves de Sousa
Poesias À Maria e seus filhos Derlânio Alves de Sousa
Poesias SEJA BEM-VINDO Derlânio Alves de Sousa
Poesias Metamorfose Derlânio Alves de Sousa
Poesias POR UMA CULTURA DE PAZ Derlânio Alves de Sousa
Poesias Vida Derlânio Alves de Sousa
Poesias Interior Derlânio Alves de Sousa
Poesias Alfabeto da motivação Derlânio Alves de Sousa

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 68.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
1 centavo - Roni Fernandes 54805 Visitas
O TEMPO QUE MOVE A ALMA - Leonardo de Souza Dutra 54795 Visitas
frase 935 - Anderson C. D. de Oliveira 54658 Visitas
Ano Novo com energias renovadas - Isnar Amaral 54566 Visitas
Amores! - 54536 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 54508 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 54501 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 54465 Visitas
Jazz (ou Música e Tomates) - Sérgio Vale 54432 Visitas
PARA ONDE FORAM OS ESPÍRITOS DOS DINOSSAUROS? - Henrique Pompilio de Araujo 54396 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última