Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
E aí José?!
Derlânio Alves de Sousa

Resumo:
Poema sobre o trabalho do professor durante a pandemia do Novo covid-19, Coronavírus.

E AI JOSÉ?!
Em tempos difíceis,
Remotos e modernos,
Em pleno inverno
No meu querido Sertão.
Vindo, talvez dos inferno,
A Covid do Cão,
Chegou o Coronaviírus
Pra abalar a população.

Comprometeu nossa saúde
Intimidou nossa “educação”
Fechou todo o comercio,
Como se fosse Lampião,
Junto com seu cangaço
Meteu-lhe o braço,
E fez grande destruição!

A ordem agora é:
_ Fique em casa, meu irmão!
Só sai se caso preciso for
Colabore, por favor!
Pra evitar aglomeração.

Dessa forma assim feito,
Como ficam nossos diretos,
A respeito da Educação?

Ai meu irmão!!
O professor, com muito labor
Teve que dar um jeito,
Sempre com maestria e respeito
Como nunca havia feito,
No papel de educador

Dessa vez além de jornalista
Teve que ser vários outros artistas
Cameraman, fotográfico, e editor...
Técnico em informática, atriz e ator...
E pra completar, ainda tem que apresentar,
Tudo que ele planejou.

“Antes, isso ele não fazia”
Além de ser professor,
Era apenas pai de família,
Psicólogo, babá, doutor...

Hoje em sua casa, a toda hora
Sem limite
Disponha a trabalhar
Usando o whatsapp, google classrom e google Meet...
Pra poder sua aula dar.

Feito um leão em jaula
Dá-se seu gemido
Incentiva seu aluno
Dizendo que no mundo
Nem tudo está perdido.
Dá seu conteúdo, e,
Espera que o aluno tenha mesmo entendido.

Para os dias atuais    
É assim a rotina de um professor,
Preso à tela de um computador,
Ou de um mero celular
Manda áudio, manda foto, manda vídeo...
Pede pro aluno pesquisar.

E no fim de cada aula
Ainda deixa sua mensagem,
Pro aluno se motivar:
- Tenham fé e coragem,
Isso tudo, meus irmãos!
Logo, logo vai passar !!!

Agora pra terminar
Quero a Deus agradecer,
Por mim e você
A essa luta enfrentar.
Aqui me despeço
Terminando meus versos,
Rezando por todos nós!!!
Fica aqui o meu alô!
Pois, sou professor,
De Tauá e Arneiroz.
DERLÂNIO ALVES


Biografia:
Derlânio Alves de Sousa, nascido em 04/01/1976 no município de Aiuaba CE, filho de agricultores, Eneas Alves e D. Santa, é professor de Língua Portuguesa, tem pós-graduação em Língua Portuguesa e Literatura brasileira.
Número de vezes que este texto foi lido: 33882


Outros títulos do mesmo autor

Poesias À Maria e seus filhos Derlânio Alves de Sousa
Poesias SEJA BEM-VINDO Derlânio Alves de Sousa
Poesias Metamorfose Derlânio Alves de Sousa
Poesias POR UMA CULTURA DE PAZ Derlânio Alves de Sousa
Poesias Vida Derlânio Alves de Sousa
Poesias Interior Derlânio Alves de Sousa
Poesias Alfabeto da motivação Derlânio Alves de Sousa
Poesias E aí José?! Derlânio Alves de Sousa
Poesias Conectado Derlânio Alves de Sousa
Poesias Nosso Legado Derlânio Alves de Sousa

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 56.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 76533 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 62271 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50440 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 50235 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49732 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49438 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 49258 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 49149 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48957 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48906 Visitas

Páginas: Próxima Última