Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Neide
Carolina Cortez

Essa é a Neide. Mulher de estatura mediana, rechonchuda, beleza inexpressiva, porém, com um "q" ainda inexplorado.
Todos os dias úteis da semana, logo de manhãzinha, Neide acordava para ver seu jornal favorito!
Ela era alucinada pelo âncora, para o qual ela mandava várias mensagens na esperança de obter um singelo "click".
Profissionalmente, Neide não era muito certa das idéias, pois resolveu escolher o lado direito, sendo que o seu destino era totalmente o esquerdo.
Diante de vários insucessos, a balzaquiana resolveu virar do avesso!
...E foi assim! Neide foi em busca do que sempre sonhou, mas nunca desistindo de seu desejado "click"
Foi em busca de seus objetivos por horas, dias, meses, anos.Sempre determinada, mandando várias mensagens e currículos.
Todos os dias ela acordava e via seu ídolo na TV ,com o seu copo de café com leite nas mãos, o qual mais ornava a refeição do que saciava sua fome matinal.
Exausta de sua própria obsessão, Neide já se sentia perdida.
Até que um dia, pintou um fio de esperança.
A recém formada foi chamada para trabalhar na emissora a qual era devota.
Neide não acreditou! Porém, seu cargo seria de telemarketing. Para ela tudo bem, não importava, pois só pelo fato de pisar no paraíso que desejava já era um presente divino.
Passados alguns meses, para surpresa da moça, no intervalo do café, ela recebe um "bom dia" despretensioso e apressado, porém, familiar.
Quando ela reconhece que era ele, Neide passa a quase não se conter de felicidade....Pronto, mais um fio de esperança!
Para sua surpresa, a recém formação Neide é descoberta pelo RH e a mesma passa a atuar na área com um cargo de iniciante.
E, a cada dia que passa, as coisas ficam cada vez melhores para ela.
Tudo vai bem, quando, de repente seu ídolo sofre um acidente na própria emissora devendo ser afastado.
Por forças circunstanciais, Neide vê se obrigada a substituí lo como âncora do jornal que ela assistira todas as manhãs.
Atualmente, quem assiste o jornal que Neide apresenta é o seu ídolo. Porém, Neide assistia seu ídolo e não o jornal, já ele assiste o jornal e não Neide.


Biografia:
Sou Carolina e escrevo, pois isso faz bem para minha mente e alma. Tenho um blog , seu endereço é entendacomoquisercarolcortez.blogspot.com e mail:cmscortezmi@gmail.com abç
Número de vezes que este texto foi lido: 35028


Outros títulos do mesmo autor

Contos Direito à um nome Carolina Cortez
Artigos Guilhermina Carolina Cortez
Artigos Amor, estranha lágrima Carolina Cortez
Artigos "Enta" Carolina Cortez
Contos Rafaela Carolina Cortez
Artigos "Fome de que?!" Carolina Cortez
Contos Neide Carolina Cortez
Artigos Desmamar Carolina Cortez
Artigos Talvez Carolina Cortez
Contos Laercio Carolina Cortez

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 62.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
Os Festejos do Dia do Indio no Mês de Abril - FRANCISCO CARLOS DE AGUIAR NETO 35081 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 35076 Visitas
Faça alguém feliz - 35061 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 35058 Visitas
Amores! - 35057 Visitas
O Movimento - Marco Mendes 35055 Visitas
Desabafo - 35055 Visitas
Me apaixonar foi - llorenamt 35054 Visitas
Céu Azul - Diego de Oliveira 35053 Visitas
sei quem sou? - 35052 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última