Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
QUASE…
Saul Mariano de Souza

Simplesmente notei que o amor se fazia!
As estrelas, em mil luzes, se desmancharam;
As flores, em novas cores, desabrocharam;
E em profundo amor, eu também me desfazia!
Meu coração cantava, meu rosto sorria;
Olhos confiantes, a crer na vida passaram;
Nuvens de paz, pelo espaço me transportaram
Envolto na suave música da alegria.
Como era lindo gozar o prazer do amor!
Pela vez primeira podia eu rir da dor,
Zombar das penas que até então suportei.
Não me perguntem o que aconteceu então,
Pois é tão triste recordar tal transição.
Apenas digo que de repente. . .
acordei!


Biografia:
Nascido em Petrópolis-RJ em 05/04/44 Escolhido como destaque do ano em 1975 na poesia! Se tornou Membro da Academia Teresopolitana de Letras. http://poetasaulmariano.site.com.br
Número de vezes que este texto foi lido: 121


Outros títulos do mesmo autor

Poesias RECADO Saul Mariano de Souza
Poesias SAUDOSO AMOR Saul Mariano de Souza
Poesias MEUS DOMINGOS DE PRATA! Saul Mariano de Souza
Poesias COISAS QUE UM GESTO DIZ Saul Mariano de Souza
Poesias ÊXODO Saul Mariano de Souza

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 11 até 15 de um total de 15.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Amores! - 40586 Visitas
TOMO TUDO - sigmar montemor 39930 Visitas
Lamento - FERNANDO 39705 Visitas
Desabafo - 39517 Visitas
MANCHETE DE JORNAL - sigmar montemor 38730 Visitas
Faça alguém feliz - 37696 Visitas
Vivo com.. - 36884 Visitas
Parabéns, Daniel Dantas! - Carlos Rogério Lima da Mota 36415 Visitas
eu sei quem sou - 35847 Visitas
MENINA - 35644 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última