Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A PRINCESA E A ROSA VERMELHA
Saulo Piva Romero

ERA UMA VEZ ARDÍNIA, UMA LINDA PRINCESA QUE MORAVA NUM REINO CHAMADO RECANTO DAS ROSAS.
ESSE REINO TINHA UM BELÍSSIMO E ESPAÇOSO JARDIM QUE TINHA UMA GRANDE QUANTIDADE DE ROSAS DE VÁRIAS CORES PLANTADAS NO SEU SOLO.
AS ROSAS DAVAM UM BRILHO A MAIS NA PAISAGEM DO PEQUENO REINO, POIS AS SUAS ROSAS BRANCAS, AMARELAS E VERMELHAS, COR DE ROSA, LARANJAS, AZUIS, VERDES, PRETAS, VIOLETAS E CINZA DAVAM AO RECANTO DAS ROSAS UM LINDO E MULTICOLORIDO CONTORNO AO BELÍSSIMO JARDIM BREAL.
A PRINCESA ARDÍNIA COSTUMA PASSEAR TODOS OS DIAS PELO JARDIM QUE EXALAVA UM AROMA PERFUMADO E AO MESMO TEMPO SUAVE FAZENDO COM QUE O AMBIENTE SE TORNASSE PURIFICADO PROPORCIONANDO TRANQUILIDADE E LEVEZA.
DENTRE AS MAIS VARIADAS ROSAS COLORIDAS QUE HAVIA NO JARDIM A QUE A PRINCESA MAIS GOSTAVA ERA A ROSA VERMELHA.
TODAS AS MANHÃS DURANTE A SUA CAMINHADA PELO JARDIM, ELA COLHIA UMA ROSA VERMELHA E FICAVA CHEIRANDO O SEU PERFUMADO AROMA E ADMIRANDO A SUA DELICADA BELEZA.
ESSA PAIXÃO PELA ROSA VERMELHA VEM DESDE A SUA INFÂNCIA, POIS, SUA MÃE, A RAINHA ALEXIA SEMPRE LHE CONTAVA UMA LENDA EM QUE UM ROUXINOL VOANDO PELO JARDIM REAL POUSOU EM UMA LINDA ROSA BRANCA E SE APAIXONOU POR ELA.
TODAS AS NOITES ANTES DA PRINCESA ARDÍNIA ADORMECER, SUA MÃE, A RAINHA ALEXIA SEMPRE LHE CONTAVA A HISTÓRIA DO AMOR QUE O ROUXINOL SENTIA PELA LINDA ROSA BRANCA.
TODAS AS MANHÃS, UM PLEBEU ABRIA A JANELA DO SEU QUARTO E TOMAVA SEU CAFÉ COM PÃO, ENQUANTO ADMIRAVA A BELEZA DO SEU JARDIM FAZENDO COM QUE CAÍSSEM FARELOS DE PÃO NO PARAPEITO DA JANELA
ENTÃO, O ROUXINOL QUE SEMPRE VOAVA PELO JARDIM PASSOU A COMER TODAS AS MANHÃS, OS FARELOS DE PÃO DEIXADOS PELO PLEBEU. ESSA ATITUDE DO PLEBEU FEZ COM QUE OS DOIS CRIASSEM UM GRANDE LAÇO DE AMIZADE E AFETO.
MAS, UM DIA, O PLEBEU DA JANELA SE APAIXONOU POR UMA PRINCESA.
ENTÃO, O JOVEM PLEBEU SE ENCORAJOU E DECLAROU SEU AMOR A SUA AMADA.
MAS, A PRINCESA DISSE QUE ELE TERIA QUE TRAZER A MAIS LINDA ROSA VERMELHA PARA ELA NA MANHÃ SEGUINTE, POIS, SÓ ASSIM ELA IRIA RETRIBUIR O SEU AMOR POR ELA.
ENTÃO, O JOVEM PERCORREU TODAS AS FLORICULTURAS DO REINO, MAS, A SUA BUSCA PELA MAIS LINDA ROSA VERMELHA FOI EM VÃO POR CAUSA DA GRANDE PROCURA POR ROSAS NO REINO, POIS, ESTAVA SENDO CELEBRADA A FESTA DA PRIMAVERA E TODOS OS CAVALEIROS QUERIAM PRESENTEAR AS SUAS AMADAS COM UMA LINDA ROSA VERMELHA.
QUANDO RETORNOU A SUA CASA, ELE ESTAVA TRISTE E DESANIMADO, ENTÃO DECIDIU PEDIR AJUDA AO JARDINEIRO DE SUA CASA.
MAS, INFELIZMENTE O JARDINEIRO LHE DISSE QUE ELE PODERIA PRESENTEÁ-LA COM PETÚNIAS, VIOLETAS, AMORES-PERFEITOS, AZALEIAS, ANTÚRIOS, BOCAS-DE-LEÃO, BOTÕES DE OURO OU BEGÔNIAS, MENOS ROSAS, POIS, ESSAS HAVIAM SE ESGOTADO POR CAUSA DA FESTA DA PRIMAVERA.
O ROUXINOL QUE VOAVA PELO JARDIM NAQUELE MOMENTO, OUVIA TODA A CONVERSA E FICOU COM PENA DO AMIGO.
ASSIM, A AVE DECIDIU AJUDAR O JOVEM A CONSEGUIR UMA ROSA VERMELHA PARA ENTREGAR NAS MÃOS DA PRINCESA.
ENTÃO, A AVE VOOU O MAIS ALTO QUE CONSEGUIU E O SEU ESFORÇO FOI RECOMPENSADO E ELE CHEGOU AO CÉU E VENDO DEUS, O ROUXINOL PERGUNTOU:
- PAPAI DO CÉU, EU POSSO AJUDAR MEU AMIGO A CONSEGUIR UMA LINDA ROSA VERMELHA PARA ENTREGAR A SUA AMADA COMO PROVA DO SEU AMOR?
ENTÃO, DEUS NA SUA INFINITA SABEDORIA DISSE:
- SIM, VOCÊ PODE, MAS, MINHA PEQUENA AVE ESTARIA DISPOSTA, A DOAR SUA VIDA PELO SEU AMIGO?
E O ROUXINOL QUE TINHA VOADO AO MAIS ALTO DOS CÉUS, ACENOU E DISSE;
-SIM, POIS, QUANDO EU MAIS PRECISEI, ELE ME ALIMENTOU SACIANDO A MINHA FOME COM OS FARELOS DE PÃO QUE DEIXAVA CAIR DE PROPÓSITO NO PARAPEITO DA SUA JANELA.
ENTÃO, DEUS DISSE:
- VOCÊ CONSEGUIRÁ UMA LINDA ROSA VERMELHA PARA O SEU AMIGO! MAS, O SACRIFÍCIO SERÁ GRANDE E ASSIM PODERÁ PERDER A SUA VIDA.
E O ROUXINOL QUE QUERIA VER A FELICIDADE DO AMIGO, DISSE:
- EU NÃO ME IMPORTO! EU CONFIO EM TI, PAPAI DO CÉU! EU FAREI TUDO O QUE ESTIVER AO MEU ALCANCE PARA VER MEU AMIGO FELIZ NOVAMENTE. O QUE EU DEVO FAZER?
ENTÃO, DEUS DISSE:
- VOCÊ TERÁ QUE SE ENTRELAÇAR NUMA ROSEIRA E CANTAR A NOITE TODA SEM PARAR. O SEU ESFORÇO SERÁ GRANDE E SEU PEITO PODERÁ NÃO AGUENTAR. MAS, VOCÊ É LIVRE E PODE FAZER A PRÓPRIA VONTADE.
ASSIM, QUANDO ESCURECEU, O ROUXINOL ENTRELAÇOU-SE EM MEIO A UMA ROSEIRA E COMEÇOU A CANTAR UM CANTO MAIS AFINADO E ALEGRE DO QUE COSTUMAVA CANTAR DIARIAMENTE, POIS, ELE ACREDITAVA QUE SE CANTASSE MAIS VIBRANTE E AFINADO FORMARIA A ROSA MAIS LINDA DENTRE TODAS AS ROSAS VERMELHAS.
O ENTUSIASMO DO ROUXINOL EM PODER AJUDAR O AMIGO A CONQUISTAR O CORAÇÃO DA PRINCESA, ERA TÃO SINCERO QUE QUANDO ELE SE APROXIMOU DE UMA LINDA ROSA NEM PERCEBEU QUE ELA NÃO ERA VERMELHA E SIM, UMA ROSA BRANCA.
ENTÃO, O ROUXINOL POUSOU DELICADAMENTE SOBRE A ROSA E LHE ABRAÇOU E COMEÇOU A CANTAR PARA ELA, MAS, DE REPENTE, A BELÍSSIMA ROSA FERIU O PEITO DO ROUXINOL COM SEUS AFIADOS ESPINHOS E QUANTO MAIS ELE CANTAVA PARA ELA, MAS FUNDO SEUS ESPINHOS ENTRAVAM NO PEITO DELE, MAS, MESMO ABALADO PELA DOR ELE CONTINUOU CANTANDO PARA QUE A ROSA SE TORNASSE AINDA MAIS BELA, TUDO PARA QUE O AMIGO CUMPRISSE A SUA MISSÃO DE OFERECER A ROSA VERMELHA MAIS LINDA DE TODO O REINO.
O CANTO DO ROUXINOL ERA UM CANTO DE GRATIDÃO, DE DOAÇÃO DA SUA PRÓPRIA VIDA.
ASSIM, DEPOIS DE ALGUNS INSTANTES, SANGRANDO MUITO, O ROUXINOL PERDEU A VIDA, MAS, O SANGUE QUE ESCORREU DO SEU PEITO TINGIU COMPLETAMENTE A ROSA BRANCA COM UM TOM VERMELHO VIVO QUE A DEIXOU MUITO MAIS BELA DO QUE ERA ANTES DO ROUXINOL POUSAR SOBRE ELA.
NA MANHÃ SEGUINTE O JOVEM ABRIU A JANELA E AVISTOU A ROSA VERMELHA MAIS LINDA QUE OS SEUS OLHOS JAMAIS HAVIAM VISTO.
UMA BELÍSSIMA ROSA QUE HAVIA SIDO FORMADA PELO SANGUE, PELA DOR E PRINCIPALMENTE PELO SACRIFÍCIO DO ROUXINOL PARA QUE A PRINCESA RETRIBUÍSSE O AMOR QUE O AMIGO SENTIA POR ELA QUANDO ELE A PRESENTEASSE COM A MAIS LINDA ROSA VERMELHA DE TODO O REINO.
MAS, O JOVEM AO VER O CORPINHO DO ROUXINOL CAÍDO AO LADO DA ROSA VERMELHA, NEM SE IMPORTOU COM O SACRIFÍCIO QUE O ROUXINOL HAVIA PELA SUA FELICIDADE. ELE SOMENTE COLHEU A ROSA E SE ESQUECENDO DOS LAÇOS DE AMIZADE QUE UNIA OS DOIS, DISSE:
- QUE TOLA ESSA AVE! COM TANTAS ÁRVORES PARA POUSAR E CANTAR, FOI SE ENTRELAÇAR EM MEIO A UMA ROSEIRA QUE TEM ESPINHOS. PELO MENOS, AGORA, EU DORMIREI EM PAZ SEM TER QUE ACORDAR COM SEU CANTO IRRITANTE.
SEMPRE QUE A SUA MÃE, A RAINHA ALEXIA TERMINAVA DE CONTAR O CONTO TODAS AS NOITES, A PRINCESA ARDÍNIA FICAVA ENTRISTECIDA E DIZIA QUE CADA UM DÁ O QUE TEM NO CORAÇÃO. E
CADA UM RECEBE COM O CORAÇÃO QUE TEM.
PERMITAMOS QUE O AMOR CRESÇA EM NOSSO CORAÇÃO,
ASSIM, ELA MAIS UMA VEZ, ADORMECEU SENTINDO O SUAVE PERFUME DA ROSA VERMELHA RELEMBRANDO DE QUANDO AINDA ERA UMA CRIANÇA.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 421


Outros títulos do mesmo autor

Contos OS GUERREIROS DA MONTANHA Saulo Piva Romero
Contos AS AVENTURAS DE BIMBO Saulo Piva Romero
Contos GRILO NA CUCA Saulo Piva Romero
Contos A OFICINA MECÂNICA DO DIRCEU Saulo Piva Romero
Poesias UM GAFANHOTO NO RETROVISOR Saulo Piva Romero
Contos O PÁSSARO DE UMA SÓ ASA Saulo Piva Romero
Contos A SERENATA Saulo Piva Romero
Contos O MARTELO E A BIGORNA Saulo Piva Romero
Contos A PRINCESA E A ROSA VERMELHA Saulo Piva Romero
Contos MINHA MÃE É MIL E UMA UTILIDADES Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 227.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 66182 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55131 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43691 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43305 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 42917 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40840 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 39659 Visitas
Amores! - 38195 Visitas
Desabafo - 37441 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 36474 Visitas

Páginas: Próxima Última