Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
TEMPOS DE NEGAÇÃO
DIRCEU DETROZ

Mergulho no vácuo,
uma imensidão quente,
queima a pele
como brasa.

Vejo fantasmas,
uns me perseguem,
outros eu persigo.

Na verdade,
estamos todos correndo
buscado uma sombra,
temos sede,
ali havia uma floresta,
havia um rio ali.

Além daquelas montanhas
havia uma geleira,
agora as montanhas estão nuas,
um dia,
já se vestiram de gelo.

Ali naquele mar
pessoas caminhavam
havia uma estrada,
agora deixou
de ser um mito,
temos de fato
Atlântidas afundadas.

Nos tempos da negação,
quem acreditaria
que se fosse brincar de havia
aonde não há mais nada.


Biografia:
Sou catarinense, natural da cidade de Rio Negrinho. Minhas colunas são publicadas as sextas-feiras, no Jornal do Povo. Uma atividade sem remuneração.Meus poemas eu publico em alguns sites. Meu e-mail para contato é: dirzz@uol.com.br.
Número de vezes que este texto foi lido: 186


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas Uma heroína antissistema DIRCEU DETROZ
Crônicas Um Natal diferente DIRCEU DETROZ
Crônicas Um planeta desconhecido DIRCEU DETROZ
Crônicas O alvorecer do transumanismo DIRCEU DETROZ
Crônicas Do homem palito a Annie DIRCEU DETROZ
Crônicas Sinais terráqueos DIRCEU DETROZ
Poesias PROMÍSCUOS DIRCEU DETROZ
Poesias POSSUÍDOS DIRCEU DETROZ
Crônicas 10% humano DIRCEU DETROZ
Poesias A ideologia dos algoritmos DIRCEU DETROZ

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 965.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Vivo com.. - 32885 Visitas
CÉREBRO HUMANO - Tércio Sthal 32395 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 32059 Visitas
eu sei quem sou - 31974 Visitas
camaro amarelo - 31851 Visitas
sei quem sou? - 31808 Visitas
MENINA - 31694 Visitas
viramundo vai a frança - 31668 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 31654 Visitas
A menina e o desenho - 31632 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última