Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
LOUCO SOFRIMENTO
DE PAULO FOG
paulo azambuja

Resumo:
BOM

Quem dera que todo sofrimento se apascentasse em meu peito.
        Esquecer os danos e as ranhuras que não tiveram meu perdão.
        É tão dificil perdoar, porém se torna um tanto fácil esconder-se em caras e gestos usuais.
        Meus companheiros só me quiseram ao doce gole do rum.
        Agora cá estou em meio ao mar da crueldade.
       



        Não dedicarei aqueles tempos de prosas inocentes e impensadas á aquele jovem rapaz da rua 15.
        Por que deveras ele já repousa em um ataúde feito do puro anjico dificil de se pregar mais sólido de se confiar.
        Aqueles dizeres de papai e mamãe, eu guardo comigo, quem sabe amanhã eu desperte um outro, esqueça os traumas e as pancadas e assim exercite o honrável perdão.


Biografia:
gosto de escrever
Número de vezes que este texto foi lido: 28464


Outros títulos do mesmo autor

Poesias lua nua paulo azambuja
Romance lua nua paulo azambuja

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 161 até 162 de um total de 162.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
Sem explicação - Ricardo Santos de Souza 0 Visitas
Cansei - Carla Bazilio de Oliveira 0 Visitas

Páginas: Primeira Anterior