Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
NA HORA DA DESPEDIDA
Derlânio Alves de Sousa

A HORA DA DESPEDIDA

Nunca foi e jamais será
Fácil pra ninguém,
Ter que ir ou ficar.
Despedir de alguém,
Para sempre, ou para mais tarde voltar.

Em ambos fica um vazio
Difícil de superar.
É na hora do abraço, meu amigo!
Que a gente começa a chorar!!

Uma dor no peito nos sufoca,
O corpo começa anunciar:
É a certeza de que,
Quem vai e quem fica, leva e deixa.
Muito ou um pouco de si
Que sempre nos vamos lembrar.

É um quebrar de rotina
Para uma nova começar
Tanto pra quem fica
E pra quem vai
Uma nova história,
Começa a se desenhar.

Se sentimos saudades,
É uma prova de amor.
E se vai pra posteridade
É porque um laço afetivo
Ao longo do tempo se confirmou.

Os feitos de muitos momentos,
É o dito da nossa biografia.
Hão de ficar registrados em nossas mentes
E serem recontados no nosso dia a dia.

Se despedir não é fácil!
De alguém que a gente ama,
De repente, bate uma tristeza.
Uma angústia, um drama...
Mas tudo passa a ser compreendido
Graças a nossa capacidade humana!

Ao nos despedir, sempre fica o gesto de gratidão,
Impregnado num beijo, num abraço ou num aberto de mão.
Num rolar de uma lágrima e outra.
Vai-se os desejos de felicitação!!

Que Deus te ilumine!
Que Deus te abençoe!!
Que uma nova fase se comece
Baseada no que já se foi.
Abraços!!!!

Poema: A hora da despedida, 2019 – autor: Derlânio Alves



Biografia:
Derlânio Alves de Sousa, nascido em 04/01/1976 no município de Aiuaba CE, filho de agricultores, Eneas Alves e D. Santa, é professor de Língua Portuguesa, tem pós-graduação em Língua Portuguesa e Literatura brasileira.
Número de vezes que este texto foi lido: 33855


Outros títulos do mesmo autor

Poesias SEJA BEM-VINDO Derlânio Alves de Sousa
Poesias Metamorfose Derlânio Alves de Sousa
Poesias POR UMA CULTURA DE PAZ Derlânio Alves de Sousa
Poesias Vida Derlânio Alves de Sousa
Poesias Interior Derlânio Alves de Sousa
Poesias Alfabeto da motivação Derlânio Alves de Sousa
Poesias E aí José?! Derlânio Alves de Sousa
Poesias Conectado Derlânio Alves de Sousa
Poesias Nosso Legado Derlânio Alves de Sousa
Corporativo DIÁLOGO COM DEUS Derlânio Alves de Sousa

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 55.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 76075 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 62032 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50283 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 50047 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49612 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49274 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 48988 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48811 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48792 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 48238 Visitas

Páginas: Próxima Última