Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Cálice do teu Porto
Carlos Correa

E a vida foi revelando de mansinho
Na canção que canto bem devagarinho
Quem sou neste caminho...


O vai e vem do auge à reverência
Correntes do destino a guiar minha eloquência
Temporal e calmaria inter calando sem garantia
A teimosia em me levar sempre de volta ao litoral

Sou virgem
Como é virgem a ansiedade do primeiro gozo
Zeloso em teu cuidar
Poeira a se espalhar

Sou mais morcego que andorinha
Livre na noite escravo do dia
Sou deboche sou ironia
A poesia a deleitar teu bosque

Da tua moldura sou a tela
Me arranco da aquarela a tentar fazer-te vida mais bela
Sou criança madura
Música sem partitura

Decerto a outra metade
Do que não faço a mínima ideia
Plateia de meu próprio canto
Sinceridade ao cair do pranto

No meu sangue corre Galo e Sabiá
Percorri por todo o araçá
Cálice do teu Porto
Cais onde atraca esse corpo

A intensidade do fado
Que ao lado do carnaval
Incendeia o anseio
De fazer o Tango sorrir

Sou o que não tem descanso
O tímido sem vergonha que pousa a cabeça na fronha
Sonha na esperança do hexágono favo da família
Onde tu és a rainha

A voz do orvalho na infinita rapsódia
Doçura de minha loucura
A custódia de meu coração
Perpétua em tuas mãos

Esse poema poderia ser o último
Mas creio que virá inspiração e ele ficará pra semana
E a vida é isso de onde tudo emana
Vou dormir que já é cedo o vinho que bebo esvaziou

Ao final do que canto continuei sem entender quem eu sou.

Carlos Correa

Número de vezes que este texto foi lido: 28488


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Recomeçar Carlos Correa
Poesias Cálice do teu Porto Carlos Correa
Poesias Assim disseram as estrelas Carlos Correa
Poesias Visível presença Carlos Correa
Poesias Até a última lágrima Carlos Correa
Poesias Ousadia Carlos Correa
Poesias Renovação das Estrelas Carlos Correa
Poesias Alcatraz Carlos Correa
Poesias No rodapé dos sonhos Carlos Correa
Poesias ...de um doce sopro Carlos Correa

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 25.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 30234 Visitas
eu sei quem sou - 30127 Visitas
sei quem sou? - 30101 Visitas
viramundo vai a frança - 30081 Visitas
PSICOLOGIA E DIREITO - Francisco carlos de aguiar neto 30068 Visitas
camaro amarelo - 30043 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30038 Visitas
MENINA - 30028 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29989 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 29989 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última