Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
ASSIM ESPERO...
...
orivaldo grandizoli

Resumo:
...

Se alguém morre,
mandamos flores e singelas condolências,
se vivos, ninguém nos socorre,
nem políticos, poetas, nem a ciência...

As contas chegam aos montes,
derivadas desta sobrevivência simplória,
ligo por um empréstimo, "nem me conte",
ouço lamúrias, é sempre a mesma história...

Mais que um número, o homem é um cartão
de despesas recheado de tributos comerciais,
desse jeito nunca chegará a sair do chão,
no máximo, um pardal nos fios elétricos atuais...

Se ligar, a cobrar, para falar com alguém,
o silêncio ensurdecedor gritará o mais alto que puder,
pensarão que um destemido morto estará ligando do além,
coisas inevitáveis num mundo que dizem "seja o que Deus quiser, amém..."

Por isso, trate a sua vida com denodo e esmero,
simplifique tornando sua alma uma pequena empresa,
gaste o fluído do seu espírito de um modo justo, (assim espero),
para, quando morrer, ir para o céu dos nobres, com certeza...








Biografia:
Se a palavra vem da boca nasci quando a genealidade marcou touca e me pôs para cantar em voz rouca...
Número de vezes que este texto foi lido: 150


Outros títulos do mesmo autor

Poesias AMANHÃRRÃ orivaldo grandizoli
Poesias QUANDO EU VIM orivaldo grandizoli

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 2091 até 2092 de um total de 2092.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
Rosas Testemunhas - Bia Nahas 3 Visitas
Segredo - beatriz santos silva 0 Visitas

Páginas: Primeira Anterior