Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O Canário
A sina do amor
Thiago Teixeira

Meu sentimento Repousa
Nas frágeis asas de um canário
Que voa de flor em flor
E que pousa de galho em galho

Pudera tamanha inocência
Perfazer o incauto canário
Levando à crença de ser mútuo
O seu afeto perdulário

Que gloriosa pretensão
De meu obtuso canário
Mal sabe ele estar fadado
A oscilar sem destinatário

Todavia se houver
Para meu beato canário
Um olvido manancial
Lá jazerá arrebatado


Este texto é administrado por: Thiago Bortolini Teixeira
Número de vezes que este texto foi lido: 54839


Outros títulos do mesmo autor

Poesias O Canário Thiago Teixeira


Publicações de número 1 até 1 de um total de 1.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Minicurso sobre a redação no ENEM - Isadora Welzel 79742 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 59556 Visitas
Salvando computador muito ruim - Vander Roberto 55646 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 55563 Visitas
81 anos da prisão e morte dos Rosas Brancas - Vander Roberto 55457 Visitas
Delícias da festa junina - Ivone Boechat 55393 Visitas
QUE SE... - orivaldo grandizoli 55375 Visitas
Lançamento do livro - Alberto Kopittke 55364 Visitas
Nua, totalmente indefesa - rodrigo ribeiro 55311 Visitas
O estranho morador da casa 7 - Condorcet Aranha 55302 Visitas

Páginas: Próxima Última