Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A CARRUAGEM DO DESTINO
DESTINO
Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas

Resumo:
Cabe a cada um de nós forjar o próprio destino ou se deixar levar por um destino incerto.

A CARRUAGEM DO DESTINO*

                        Marco Aurélio Chagas

O seu rodar alegórico
fala da ciclicidade,
de toda nossa existência,
no correr da eternidade.

Sua marcha não se detém
e desditado daquele
que caiu sob suas rodas!
e ninguém tem pena dele.

O destino é inclemente.
Mas com sua inteligência
o homem deve superá-lo
com saber e diligência,

conduzindo a carruagem
por rotas mais adequadas
à altura de sua espécie
e bem mais apropriadas.

Aqueles que não o fazem
a puxá-la são forçados,
na condição de escravos,
exaustos e destroçados
caem por fim sob seus aros.

Costuma chamar-se a isso
temida "fatalidade"
essa é a sina de muitos,
não importando a idade.

                                ***
*Poema inspirado em imagem extraída do Livro, O SENHOR DE SÁNDARA, de González Pecotche.

http://poemasnovacultura.blogspot.com.br/2015/06/a-carruagem-do-destino.html


Biografia:
Advogado especialista nas áreas comercial e tributária. Foi consultor jurídico da ACMINAS – ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE MINAS. Sócio do CUNHA PEREIRA & ABREU CHAGAS – Advogados Associados. Curador Especial nomeado por Juízes Federais e Estaduais. Atua junto aos TRIBUNAIS SUPERIORES. Assessor do SIM – INSTITUTO DE GESTÃO FISCAL. marcoaureliochagas@gmail.com
Número de vezes que este texto foi lido: 28983


Outros títulos do mesmo autor

Poesias QUERIDA PROFESSORA MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
Poesias BASE DA BOA CONDUTA MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
Poesias MUITOS PODEM MAIS DO QUE UM MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
Poesias HISTÓRIA DE CINCO ROSAS MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
Poesias A MOSCA MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
Poesias A DISCRIÇÃO DO ARTÍFICE MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
Poesias RECORDE ESTAS PALAVRAS... MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
Poesias A LEI DE LICITAÇÕES (Em versos, sem reversos) MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
Crônicas PACIÊNCIA DO POVO MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
Jurídicos UMA NOVA CONCEPÇÃO DO DIREITO MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 121 até 130 de um total de 131.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Turnê de despedida) - Roberto Queiroz 29970 Visitas
"Fluxus" em espanhol - CRISTIANE GRANDO 29970 Visitas
TRANSITORIEDADE - Tércio Sthal 29969 Visitas
Ah, como eu gosto - Laura Cristina 29969 Visitas
Intensa - AmisT 29964 Visitas
Poema à consciência - Condorcet Aranha 29958 Visitas
A prosa à luz da poesia - Regina Vieira 29949 Visitas
Saudade - Carlos Artur Paulon 29946 Visitas
A casa - Ana Mello 29946 Visitas
Um reino de monstros Vol.1 - Epílogo - Caliel Alves dos Santos 29944 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última