Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Querido Ex
Desconhecido

Desde que foi embora parece que a tendência do meu mundo é só desmoronar. De lá pra cá, as brigas com minha família, que aconteciam às vezes, parecem fazer parte da nossa rotina. Minha mãe, meio sem jeito, ainda pergunta por você. Na mesa, quando posta para qualquer refeição, ainda tem seu prato, o que me faz quase chorar sabendo que você não estará sentado à minha frente, me olhando, piscando, rindo à toa. Os meus irmãos mais novos, que você sabe bem o apego que têm por ti, todos os dias perguntam por você ou lembram-se de alguma brincadeira que fazia. Eles também quando vão pôr a mesa ainda perguntam se você vem e se trará refri.
Vishiii.. Você não sabe da maior. Acredita que até meu irmão mais velho perguntou. “Cadê o Fulano?”. Eu rapidamente, e totalmente sem graça, disse que você havia viajado, mas que logo estaria de volta. Olha que bobo eu, ainda imaginando que você voltará. Sabe, além dos meus irmãos e da minha mãe, as amigas da minha mãe, meus tios e uns primos também perguntam por ti. E a resposta é sempre a mesma. “Ele viajou”.
Sabe, as únicas pessoas que evitam perguntar, pois ainda sabem o quanto me dói falar, são meus amigos. Conhecem minha dor e por isso não tocam na minha ferida. Fora isso, pra mim, ainda é muito dolorido quando alguém pergunta. “E aí, tá solteiro?”. Perco-me ao responder. Por mim diria não e sairia correndo para os seus braços, onde eu acredito que seja o meu lugar e de onde nunca deveria ter saído.
Não serei hipócrita ao falar que ainda não recebi convites para sexo casual. Recebi sim e não foram poucos. Mas não consigo. Tenho certeza que ficarei comparando e você sabe o quanto nossa química é, ou era, não sei, incrível. O seu toque, o seu cheiro, o jeito que me conduz na cama, é tudo inexplicável.
Bom, não sei mais o que dizer. Algum tempo já se passou e eu nem sei se você tem outro alguém. Mas eu, ahhh.. Eu não consegui me envolver com ninguém. Não posso falar que vivo na esperança de um dia ainda te ter comigo, talvez eu tenha superado isso. Mas posso afirmar que não seria nada ruim caminhar ao seu lado novamente.
Onde, ou com quem quer que esteja, quero que seja feliz. Se sentir vontade de me procurar, não hesite. Mas se ainda achar “melhor não”, eu entenderei.


Número de vezes que este texto foi lido: 28545


Outros títulos do mesmo autor

Romance A loja Desconhecido
Romance A loja Desconhecido
Cartas Para as mamães de mais de um filho Desconhecido
Poesias A Liberdade Golpeada Desconhecido
Poesias Coisas que adoro em você desconhecido
Poesias Decifra-me Desconhecido
Poesias Namorada Desconhecido
Poesias Minha menina Desconhecido
Poesias Momento do tempo Desconhecido
Poesias Amor e poesia Desconhecido

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 15.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 55641 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 52859 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39212 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 34147 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 33353 Visitas
Amores! - 32889 Visitas
Desabafo - 32494 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31625 Visitas
Faça alguém feliz - 31360 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 31057 Visitas

Páginas: Próxima Última