Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
SACI, OU O DEMO EM PESSOA?
Orlando Batista dos Santos

No olho de cada rodamoínho tem um saci, afirmam algumas pessoas, mas há quem diga o contrário, que saci é levado da breca, mas não bole com o vento, nem com rodamoínho ou furacão. Quem fez o obséquio de esclarecer-me foi Leniuta, uma senhora conhecedora de histórias fantásticas acontecidas não só no Nordeste, mas também em outros cantos do Brasil. E dizía-me ela, enquianto observávamos um rodamoínho que levava às alturas, jornais, sacolas de supermecado, penas de galinha, fraldas de criança e um punhado de gravetos:
“Um cabra descascava cana com sua peixeira muito sossegado, quando avistou um rodamoínho que vinha arrastando tudo o que encontrava pela frente. Esparramando as coivaras do roçado, soprando as palhas do galinheiro, lá vinha o rodamoínho carregando balaios, soltando as roupas do varal e contorcendo a plantação. Julgando tratar-se do saci, o cabra, ao invés de jogar uma peneira, ou um rosário para deter o traquina, atirou sua peixeira para dentro do vento rodopiante. De pronto veio a calmaria, mas eis que aparece um sujeito esquisito e com cara de poucos amigos a interpelá-lo:
- Que serviço mal feito, hêin rapaz?!
O cabra amarelou de não soltar palavras. E o sujeito esquisito continuou com o dedo em riste:
- Escuta aqui, ó amizade, que história é essa de atirar faca em rodamoínho? Que isso nunca mais se repita. Em presença de rodamoínho, assuma uma postura de respeito, pois fique sabendo que alí vai gente boa!
Deixando um forte odor de ovo podre, o visitante girou nos calcanhares. Surpreso, o cabra aida pode ver o rasgo que sua faca provocara no traseiro do sujeito. Dali por diante, o cabra adquiriu uma dor na cacunda tão forte que não havia benzedor que desse jeito”.
_______________________________________________
DÊ UMA CHANCE AO PLANETA TERRA, RESPEITE A NATUREZA!


Biografia:
Estudioso do Folclore e da Cultura Popular de raízes caipiras. Autor do livro Heróis Caipiras. http://www.clubedeautores.com.br/book/119026--HEROIS_CAIPIRAS Presidente da Associação de Produtores da Agricultura Urbana de Campinas e Região. Blog: http://aproagriup.blogspot.com.br
Número de vezes que este texto foi lido: 28744


Outros títulos do mesmo autor

Contos BATICO Orlando Batista dos Santos
Crônicas PROBLEMAS, PROBLEMAS... Orlando Batista dos Santos
Crônicas CAMPINAS, GIBRAN E GALEANO Orlando Batista dos Santos
Crônicas UM GENERAL EM MEU QUARTO Orlando Batista dos Santos
Artigos PRA LÁ DE CAIPIRA Orlando Batista dos Santos
Teatro A GUERRA DA ÁGUA Orlando Batista dos Santos
Cartas SIGA TEU CORAÇÃO, MARIANE Orlando Batista dos Santos

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 11 até 17 de um total de 17.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 30191 Visitas
eu sei quem sou - 30105 Visitas
sei quem sou? - 30089 Visitas
viramundo vai a frança - 30073 Visitas
PSICOLOGIA E DIREITO - Francisco carlos de aguiar neto 30036 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30035 Visitas
MENINA - 30020 Visitas
camaro amarelo - 30017 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29982 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 29976 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última