Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Livros escritos com a percepção literária e sentimental
Terezinha Tarcitano

Resumo:
A escritora Adenirce Davi lançará dois livros de bolso no próximo dia 10 de outubro, na sala Master da ACM: "Fim do Mundo” e “Segure seu par sem se estressar”. Ela, que passou quase cega durante a sua infância, conseguiu recuperar parte da visão e exprime sua emoção e sensibilidade por meio dos livros.

Fazer uma arte interativa. Este é o principal objetivo da autora Adenirce Davi, conhecida como Ade, natural de Erechim (RS), que lançará dois livros de bolso no próximo dia 10 de outubro, a partir das 18h, com um sarau poético, na sala Master da ACM (Associação Cristã de Moços do RS): “Fim do Mundo” e “Segure seu par sem se estressar” para o público em geral. O evento será acompanhado com as músicas do professor Massaretti com sorteio de prêmios a cada intervalo.
A poesia “Fim do Mundo” brotou, segundo ao autora, da tristeza e da indignação ao ler a reportagem de uma criança de apenas três meses que foi espancada e queimada pelo pai, no final de outubro de 2012. Ade, conforme descreve, transformou a dor em poesia. E, naquele período, como se aproximava a profecia do fim do mundo, a poetisa entendia que, independente do prenúncio, aquele episódio já se figurava como final dos tempos.
Como forma de fazer um contraponto ao filme “Como perder um homem em 10 dias” (2003) , Ade escreveu o livro “Segure seu par sem se estressar” de forma bem humorada. “Tentei achar 10 maneiras de segurar um, mas eis a surpresa: deu 110”, falou em tom de brincadeira. Segundo a autora, a ideia do livro é apresentar um modo rápido de acabar com o que chama de “lengalengas” em relacionamentos, sem a possibilidade de estendê-los quando não é mais possível, mas sim de mantê-los enquanto for feliz.
Ade, que apresentou problemas de visão quando criança, teve sua perceptividade muito mais aguçada. Disse que, embora não conseguisse enxergar seu pai, sua mãe e nem seus irmãos na infância, sentia apenas pela respiração do seu pai quando, durante o jantar, ele queria, por exemplo, sair para namorar naquela noite. Dos cinco anos em diante revelou que conseguiu não somente aperfeiçoar sua visão física, mas da alma também.
A ACM está localizada na Rua Washington Luiz, nº 1050, no Centro de Porto Alegre.

Terezinha Tarcitano
Assessora de Imprensa
www.ttarcitano.com.br
(51) 9929-4575


Biografia:
Jornalista e radialista profissional, é especialista em Assessoria de Imprensa. Já exerceu esta função na Prefeitura Municipal de Cabo Frio (RJ), na Embratur- Instituto Brasileiro de Turismo (Brasília), na Seain (Secretaria de Assuntos Internacionais) do Ministério do Planejamento (Brasília), e na Assessoria Internacional do Ministério de Esporte e Turismo (Brasília). Também foi assessora de imprensa da UNESCO no Brasil, atuando nos escritórios de Brasília e de Porto Alegre (RS). Trabalhou como jornalista em grandes jornais do Rio de Janeiro e no Jornal Brazilian Times (Boston, Massachusetts, EUA), neste por sete anos. Há 19 anos residindo em Porto Alegre, abriu há 14 anos sua própria empresa de Assessoria de Comunicação: TTarcitano Assessoria de Comunicação.
Número de vezes que este texto foi lido: 52952


Outros títulos do mesmo autor

Artigos Internet: da virtualidade para a realidade das ruas Terezinha Tarcitano
Artigos Antes que seja tarde Terezinha Tarcitano
Artigos Empatia entre professor e aluno Terezinha Tarcitano
Releases Terapias holísticas inovadoras Terezinha Tarcitano

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 11 até 14 de um total de 14.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
1 centavo - Roni Fernandes 54805 Visitas
O TEMPO QUE MOVE A ALMA - Leonardo de Souza Dutra 54795 Visitas
frase 935 - Anderson C. D. de Oliveira 54658 Visitas
Ano Novo com energias renovadas - Isnar Amaral 54566 Visitas
Amores! - 54536 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 54508 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 54501 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 54466 Visitas
Jazz (ou Música e Tomates) - Sérgio Vale 54432 Visitas
PARA ONDE FORAM OS ESPÍRITOS DOS DINOSSAUROS? - Henrique Pompilio de Araujo 54396 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última