Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O poema que não fiz
Bhall Marcos

Poderia ter pedido
    pra pararem
      que eu confessaria
            ser poeta

Diria ainda que
   cada manhã que nasce
      me nasce uma rosa
            na face

Poderia ter pedido
    pra pararem
      que novamente
      confessaria ser poeta

E que só o meu amor
   era meu deus
      eu era seu profeta

Mas Leminski
       o fez
        antes de mim.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 54726


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Crime organizado Bhall Marcos
Poesias Estátua Bhall Marcos
Poesias Ela não veio Bhall Marcos
Artigos As duas faces Bhall Marcos
Poesias Da janela do ônibus Bhall Marcos
Poesias O poema que não fiz Bhall Marcos
Poesias RAP(volução) Bhall Marcos


Publicações de número 1 até 7 de um total de 7.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
eu sei quem sou - 54811 Visitas
DIVINO SER - Ivan de Oliveira Melo 54807 Visitas
🔴 Atila, o rei dos energúmenos - Rafael da Silva Claro 54804 Visitas
Carta para Sophie Scholl nº 2 - Junho/2024 - Vander Roberto 54804 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 54803 Visitas
A força do recomeço de empresários atingidos pelas enchentes - Isnar Amaral 54802 Visitas
sei quem sou? - 54800 Visitas
viramundo vai a frança - 54799 Visitas
MENINA - 54799 Visitas
camaro amarelo - 54796 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última