Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Vendados Olhos
Bia Nahas

Vendo os olhos num eterno segundo
De forma que aceito o orgulho
Me dizendo que não tenho erros a rever
Nem conhecimentos alheios que valha compreender.

Tapo os olhos com uma venda
Já que o orgulho me aprisiona na mesma
Sem possibilitar que o universo me ensine
Alegando saber tudo que precise.

Verdades incontestáveis são uma escuridão
Sem ver as pedras que precisam ser tiradas à mão.
A sabedoria é conquistada a cada dia
E me permite olhar a realidade com humildade e alegria.

As pedras são retiradas da nossa alma
Que pesam e dificultam nossa jornada
Restando as penas que aliviam a vida
Pela leveza e delicadeza de sua caída.

O amor preenche o coração
Que se domina pela emoção
De acreditar numa paz espiritual plena
Somente possível quando o orgulho não é uma venda.

Referência: Fiz essa poesia depois da aula que eu dei sobre o orgulho para uma casa espírita.
10 – (...) O orgulho é a venda que lhes tapa os olhos. Que adianta apresentar a luz a um cego? Seria preciso, pois, curar primeiro a causa do mal; eis porque, como hábil médico, Ele castiga primeiramente o orgulho. Não abandona os filhos perdidos, pois sabe que, cedo ou tarde, seus olhos se abrirão; mas quer que o façam de vontade própria.
https://evangelhoespirita.wordpress.com/capitulos-1-a-27/cap-7-bem-aventurados-os-pobres-de-espirito/misterios-ocultos-aos-sabios-e-prudentes/


Biografia:
Oi, gente! Sou a Bia. Tenho 22 anos. Moro em São Paulo capital. Estou fazendo faculdade de psicologia. Cada poema é muito especial e único, pois expresso alguma inquietação social ou pessoal. Faço encomendas de poesias. Quem quiser me conhecer, será um prazer. Mande um e-mail que eu respondo. Email para contato: nahasbeatriz@gmail.com Meu blog pessoal de poesias: www.rumoaminhamente.blogspot.com.br Twitter: @Bia__Nahas
Número de vezes que este texto foi lido: 28648


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Sede de Conhecimento Bia Nahas
Poesias Fotos na Gaveta Bia Nahas
Poesias Imenso Medo (+ Ep. 8 Série em Poesia - Amélie Klein) Bia Nahas
Poesias Dilúvio do Amor Bia Nahas
Poesias Garota Sumida (editei) Bia Nahas
Poesias Legião da Montanha Bia Nahas
Poesias Escolha ou Bolha Bia Nahas
Poesias Vozes Bia Nahas
Poesias Tapas na Cara Bia Nahas
Poesias A ânsia de Ansiar Bia Nahas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 332.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Vivo com.. - 34540 Visitas
eu sei quem sou - 33413 Visitas
camaro amarelo - 33363 Visitas
sei quem sou? - 33228 Visitas
CÉREBRO HUMANO - Tércio Sthal 33181 Visitas
MENINA - 33178 Visitas
A menina e o desenho - 33092 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 33080 Visitas
viramundo vai a frança - 33034 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 32943 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última