Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Poema de coragem
Matilde Diesel Borille

Sol poente em cor outonal.
Poemas de coragem no varal.
Paz no meu meio sorriso.

Canta, canta comigo
meu pequeno rouxinol,
durante a noite,
mesmo no escuro,
nos amanheceres brilhantes,
no meio do dia e da tarde,
e ainda mais:
Permaneça forte. Forte na fé.
Esperança,
qualquer tênue esperança,
sempre será preciosa Esperança.
As lutas, as dúvidas, as paixões...
estão todas dentro dela.
O vazio dela,
sempre será,
definitivamente será só isso,
um imenso vazio.
Para que serve o vazio?




Biografia:

Este texto é administrado por: MATILDE DIESEL BORILLE
Número de vezes que este texto foi lido: 52970


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Um presente será nos dado Matilde Diesel Borille
Poesias Menino Sol Matilde Diesel Borille
Poesias Tão flores Matilde Diesel Borille
Poesias Poema de coragem Matilde Diesel Borille
Poesias Como mil sóis Matilde Diesel Borille
Poesias Peregrino de coração Matilde Diesel Borille
Poesias Céu lindo Céu Matilde Diesel Borille
Poesias Iluminar-se Matilde Diesel Borille
Poesias Dom de amar Matilde Diesel Borille
Poesias Júbilo Matilde Diesel Borille

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 69.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
JASMIM - evandro baptista de araujo 68953 Visitas
ANOITECIMENTOS - Edmir Carvalho 57875 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 56688 Visitas
Camden: O Avivamento Que Mudou O Movimento Evangélico - Eliel dos santos silva 55757 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 54997 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 54849 Visitas
Sobrenatural: A Vida de William Branham - Owen Jorgensen 54811 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 54748 Visitas
O TEMPO QUE MOVE A ALMA - Leonardo de Souza Dutra 54687 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 54653 Visitas

Páginas: Próxima Última