Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Borboletas No Estômago
Airys Dhany

Resumo:
"Não existe pior prisão do que nós mesmos."
Texto feito por: Airys Dhany
Espero que gostem!
(PLÁGIO É CRIME!)

Ei, preciso dizer, você não precisa tentar ser, ser o que não é e o que nunca foi, não precisa alimentar coisas que já morreram, não precisa viver em um sentimento que já se foi.
Sabe aquelas borboletas no estômago que ele causava? Aquelas que você não podia segurar? Então, precisa liberta-las, elas já não podem viver dentro de você, elas precisam ir embora.
É difícil desapegar, deixar livre o que te trouxe muita felicidade, mas as vezes a felicidade não e ter, é deixar de ter, o amor não é algo que se possa prender, não é um objeto, o amor é ser e é sentir, você não sente, você se alimenta de tudo que passou, você alimenta essas borboletas no estômago com sentimento que um dia você sentiu, com coisas que já não voltam mais, o passado não volta, o que volta é sempre as lembranças que você mesmo guarda.
Você não percebe que essas borboletas já não querem mais voar? Que elas estão morrendo e te adoecendo? Você aceita o amor que acha merecer, ou as vezes você acha que não merece e aceita qualquer coisa, deixa de estar, deixa ir, deixa voar, se precisou ir é porque nunca foi seu, deixa essa bobeira de "o que é seu sempre volta" isso é a mentira mais contada de todo o mundo, o que é seu não vai, e se foi é porque nunca foi pra você.
O que você ganha lembrando do passado?
O que você ganha lembrando dos momentos?
Saudade? Desejo? Amor? E pra quê? Pra alimentar borboletas dentro de você que você não permite libertar?
A maior doença é aquela que você alimenta, as vezes o amor é tóxico, as vezes você também é tóxica (o), temos que ter consciência que nem sempre nos somos os corretos, nós também fazemos mal, nós também já magoamos alguém, nós também já fizemos outras pessoas fazerem borboletas no eromaoyde refém.
Deixe elas irem, liberte às e se liberte, seja cheia, seja você, permita que outras borboletas se criem dentro de você, borboletas que não vão te corroer.
Não temos máquina do tempo, não podemos voltar e consertar o que quebramos mas temos hoje a chance de poder fazer amanhã o melhor que não fizemos antes, uma chance a cada dia, uma esperança a cada minuto.
Se desprenda do passado, se desprenda do que já foi, se já foi, foi, não volta, não conserta, já não te pertence, pertence a uma história que você viveu, pertence a uma história que precisa ser esquecida.
Ou você liberta essas borboletas ou são elas que vão te prender.
Não há pior prisão que nós mesmos.


Biografia:
Aqui são meus textos e queria mostra-los para o mundo, cartas, contos eróticos, romance.
Número de vezes que este texto foi lido: 28572


Outros títulos do mesmo autor

Cartas Borboletas No Estômago Airys Dhany
Cartas Você Mesma Airys Dhany
Cartas Nossos Traços Airys Dhany
Contos Toque Airys Dhany
Cartas Nossa Lua Airys Dhany
Cartas Depois Dele Airys Dhany
Contos Azul Florescente Airys Dhany


Publicações de número 1 até 7 de um total de 7.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 48611 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39017 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 33072 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 32036 Visitas
Amores! - 32019 Visitas
Desabafo - 31640 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31402 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30773 Visitas
Faça alguém feliz - 30762 Visitas
Vivo com.. - 30414 Visitas

Páginas: Próxima Última