Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
NADA? ESSE É O SEGREDO
Tânia Du Bois


“São tantas as palavras amassadas em amarguras /   
que até na Lua / se ouve o pranto desse mundo”
(Carmen Presotto)

     Você não sabe dizer não. Está disponível para tudo. Na sua vida, tudo é nada. Entendo que a acusação é forte; ela revela exatamente o que você é: tem problemas em persuadir o homem ou se tornar irredutível à decisão de reagir com violência. Nas palavras de Lígia A. Leivas, ”... Essa tristeza recolho-a e a afago: / Só ela prova insofismável / de que neste real mundo demente / Somos todos simplesmente nada”.
     Por que você não esquece o mal entendido e tira essa expressão sombria do rosto, que num impulso transforma em defesa? Impressiono-me com as pessoas que recuam quando se sentem ameaçadas e, em movimento automático, começam a sentir o coração borbulhar, tal as luzes de alerta piscando como força sobre-humana. Ainda, em Ivaldino Tasca, “... Muitas vezes diferença não há, a lenda é apenas a versão do fato que ganhou cor na imaginação...”
     Vejo o caminho da agressividade como cópia da forma humana, onde a natureza clama por mais ação. Uma lástima não poder dizer que são apenas contratempos que os deixam exausto e, ao mesmo tempo, os revelam desiludido, quando a mentira cobre o seu pensamento dificultando a vida. Rubens Jardim expressa, “... Sou hostil ao tempo: / não uso relógio / e não suporto o mundo”. Carmen Presotto retrata, “... Ninguém é perfeito, e melhor é imaginar demências em outros. Enquanto borbulhamos cegas verdades, somos normais. Não fugimos e encaramos a realidade sem dramas...”
     Sua ideia ocorre em desordem ao pensamento; muitas vezes, chega ao ponto de desvelar gestos mal encarados; com os olhos fixos e a voz áspera embriagando-se com o destino, assim, em Gregório Mattos, “... O meu ódio é mais valente, / pois sou só, e eles são tantos”.
     Apesar de você não ter amigos, ainda assim, pensa em algo sombrio, que beira a maldade e a infelicidade, quando a bebida não permite que você partilhe os segredos. Então traz munição para olhar ao seu redor e se converter em espírito maligno, onde o pensamento se parte, rasga, quebra com o choque, quando puxa o gatilho das lembranças. Glauber Rocha demonstra, “Não anuncio cantos de paz / nem me interessam as flores do estilo. / Como por dia mil notícias amargas / que definem o mundo em que vivo. //... A minha loucura é a minha consciência / e a minha consciência está aqui. / No momento da verdade, / na hora da decisão, na luta... // Não se muda a história com lágrimas..."


Biografia:
Pedagoga. Articulista e cronista. Textos publicados em sites e blogs.Participante e colaboradora do Projeto Passo Fundo. Autora dos livros: Amantes nas Entrelinhas, O Exercício das Vozes, Autópsia do Invisível, Comércio de Ilusões, O Eco dos Objetos - cabides da memória , Arte em Movimento, Vidas Desamarradas, Entrelaços e Eles em diferentes dias.
Número de vezes que este texto foi lido: 27888


Outros títulos do mesmo autor

Artigos O reverso do momento Tânia Du Bois
Artigos CASSINO DA MAROCA Tânia Du Bois
Artigos FELIZES para SEMPRE Tânia Du Bois
Artigos AS APARÊNCIAS ENGANAM Tânia Du Bois
Artigos NADA? ESSE É O SEGREDO Tânia Du Bois
Artigos CONVITE à REFLEXÃO Tânia Du Bois
Artigos PLURAL de LEITURAS Tânia Du Bois
Artigos A arte da Escolha Tânia Du Bois
Artigos O TOM da IMPRESSÃO Tânia Du Bois
Artigos ATRÁS DA NOITE Tânia Du Bois

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 335.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 30169 Visitas
Amores! - 28300 Visitas
Desabafo - 28254 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 28178 Visitas
PSICOLOGIA E DIREITO - Francisco carlos de aguiar neto 28127 Visitas
Faça alguém feliz - 28119 Visitas
aliens - alfredo jose dias 28053 Visitas
Vivo com.. - 28047 Visitas
christine - alfredo jose dias 28023 Visitas
Vocabulario nipo-brasileiro (UDONGE) - udonge 28018 Visitas

Páginas: Próxima Última