Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O FILÓSOFO DO RÁDIO
DIRCEU DETROZ

Numa noite dessas após ligar meu computador pus minha pastinha de músicas chamada de “favoritas” para tocar. A pastinha tem muito do passado, e quase nada do presente. É comum ouvir pessoas dizendo: “Não se faz mais músicas como antigamente”. Tendo a concordar. Aventuro-me até citar motivos para isto acontecer.

Perguntem as letristas. Aos poetas. Aos protótipos de poetas nos quais me incluo. Não se cria um poema sem que haja sentimentos. E são os sentimentos que mudam, ou estão mudando. Querem um exemplo. Ouçam as canções de Roberto Carlos com Nice, e após Nice. A transformação dos sentimentos nas canções é claramente perceptível.

O rádio também passou por uma enorme evolução com o advento da frequência modulada e digital. É uma pena que nesta evolução, a figura do comunicador veio se desfalecendo. A inteligência da mensagem não deixou apenas de ser importante. O rádio atualmente vive a sua “era das vinhetas”, e os comunicadores se deixaram engolir. Vozes vazias entre uma música e outra.

Agora podemos voltar para minha pastinha de músicas favoritas. Aleatoriamente a primeira música que tocou foi “I’m Not in Love” da banda britânica “10cc”. Então recordei algo especial. Não! Não foi nenhuma paixão do passado. Lembrei do comunicador de rádio Hélio Ribeiro. Que traduzia esta canção de maneira brilhante.

Hélio Ribeiro morreu ainda um menino aos 65 anos de idade no ano 2000. Comecei a ouvir seu programa “Correspondente Musical”, quando ele trabalhava na Rádio Bandeirantes de São Paulo. E que estranho dizer que o rádio evoluiu. Hoje é impossível sintonizar uma rádio FM de São Paulo num radinho de pilha estando em Santa Catarina. Coisa mais que corriqueira na época da amplitude modulada (AM).

Muitas das canções traduzidas por Hélio Ribeiro são encontradas na internet. Eu não sabia, por exemplo, que Eric Clapton compôs a canção Tears in Heaven (Lágrimas no Paraíso) homenageando seu filho de cinco anos que morreu ao cair do 53º andar de um edifício. Hélio Ribeiro conta isso no início da tradução. É emocionante.

Não eram apenas as traduções. Suas mensagens colocavam seus ouvintes para pensar, meditar, fazer. Talvez, desfazer. Coisas praticamente impossíveis de acontecerem com os comunicadores de rádios atuais. Várias dessas mensagens também são encontradas na internet. Uma para as mães é um convite as lágrimas.

A importância de Hélio Ribeiro é tamanha que mereceu a criação de um memorial em sua homenagem. Uma homenagem é o mínimo que pessoas únicas como Hélio Ribeiro merece. Existem legados que deveriam ser proibidos de desaparecerem. Existe também o mundo dos privilegiados. Eu vivia neste mundo enquanto ouvia não apenas o maior comunicador do rádio. Eu ouvia o maior filósofo do rádio brasileiro.


Biografia:
Sou catarinense, e tenho 59 anos. Natural da cidade de Rio Negrinho. Minhas colunas são publicadas as sextas-feiras, no Jornal do Povo. Escrevo no jornal há oito anos. Uma atividade sem remuneração.Meus poemas eu publico em alguns sites. Meu e-mail para contato é: dirzz@uol.com.br. Também mantenho um blog com todas as minhas colunas. http://dirzz.blogspot.com.br/ .
Número de vezes que este texto foi lido: 33


Outros títulos do mesmo autor

Poesias UIVOS DIRCEU DETROZ
Crônicas QUANDO A REALIDADE ENGOLE A FICÇÃO DIRCEU DETROZ
Poesias ARMADILHAS DIRCEU DETROZ
Crônicas O QUE VOCÊ FARIA DIRCEU DETROZ
Poesias HIPNÓTICA DIRCEU DETROZ
Crônicas O FILÓSOFO DO RÁDIO DIRCEU DETROZ
Poesias GARGANTA PROFUNDA DIRCEU DETROZ
Crônicas O CÉU DAS ESTAÇÕES DIRCEU DETROZ
Poesias PARÁBOLAS DIRCEU DETROZ
Artigos O MURO DA EVOLUÇÃO DIRCEU DETROZ

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 772.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2017
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 182804 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 148882 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 148385 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 128325 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 67382 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 64806 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 58835 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 58663 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 57541 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 53551 Visitas

Páginas: Próxima Última