Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
ILAÇÕES DESCABIDAS
Jota Santiago

ILAÇÕES DESCABIDAS

   O rapaz tinha a fala fina, é bem verdade. E como se não bastasse, era meio esquisito e desconjuntado. Mas, ninguém pode julgar os outros pelas aparências. Só que todo mundo dizia que ele era gay.
   Aconteceu até dele ficar noivo, e mesmo assim as pessoas continuavam a fazer mau juízo do coitado. Algumas comadres, cheias de malícia ainda diziam:
- Tem jeito não, desse moço esconder o que ele é.
Certo dia, depois de pensar um pouco, ele tomou uma decisão importante. E foi com a noiva até a igreja mais próxima. Lá chegando, falou para o padre:
- Nós viemos aqui, seu padre, para marcar a data do nosso casamento.
O padre, sem demonstrar a menor objeção, apenas brincou com ele. De uma forma toda inocente:
- Meu filho, eu bem queria celebrar esse casamento, mas vocês precisam vir aqui no tempo certo.
Pronto, bastou aquilo e o rapaz já virou as costas para o padre, saindo da igreja furioso. Cheio de raiva, ele dizia para sua noiva:
- Tá vendo aí, tá vendo aí? O padre está enrolando a gente com essa história de tempo certo. Vai ver que ele também acha que eu sou boiola e por isso não quer celebrar o nosso casamento.
Nesse ponto da história sou obrigado a sair em defesa do padre, porque nenhum padre deixa de casar duas pessoas que se amam, a não ser que elas sejam do mesmo sexo. Ora, o reverendo quis apenas brincar, o rapaz é que entendeu tudo errado, já que não foi capaz de se expressar de forma correta.
Tal como ele, qualquer um que queira casar-se, deve entrar na igreja acompanhado da noiva e dizer:
- Nós vimos aqui, seu padre, para marcar a data do nosso casamento.
   Dizer "nós viemos aqui" é errado. Viemos é passado. Quando se fala do agora, devemos dizer "vimos aqui". Por isso que o padre brincou com o rapaz, pois ele, apesar de ter vindo ao lugar certo, havia chegado na hora errada.




Biografia:
-
Número de vezes que este texto foi lido: 185


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas A FORÇA DO MEU QUERER Jota Santiago
Crônicas JUSTIÇA PARA OS INOCENTES Jota Santiago
Artigos O QUADRO NEGRO Jota Santiago
Artigos O QUE NÃO SE DIZ E NEM SE ESCREVE Jota Santiago
Crônicas ILAÇÕES DESCABIDAS Jota Santiago
Crônicas JUNTANDO PALAVRAS Jota Santiago
Crônicas O JOGO DO FAZ DE CONTA Jota Santiago
Crônicas NUNCA MAIS EU REZO PARA DEUS Jota Santiago
Crônicas QUANDO ALGUÉM PEDIR UMA ESMOLA Jota Santiago
Crônicas E POR FALAR DE BELEZA Jota Santiago

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 23.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2017
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 182609 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 147176 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 146729 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 128175 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 67254 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 64174 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 58400 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 57591 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 57328 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 53405 Visitas

Páginas: Próxima Última