Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A origem histórica do termo: "A cada um segundo suas obras"
Wellington Balbo

A origem histórica do termo: "A cada um segundo as suas obras".


O campeonato era o Intergalático.
De um lado o time da Via Láctea, de outro o da constelação de Frangópolis.
A final deste campeonato, que envolveu times de todo o universo, tanto dos seres corpóreos quanto dos seres extracorpóreos, em turno e returno, estava sendo decidida em território neutro, no Céu, bem ao lado de Deus.
O goleiro do time da Via Láctea pediu ao Pai para pegar a cobrança:
"Senhor, ajuda-me a defender esta cobrança de pênalti, este título é muito importante para nós, da Via Láctea. Somos uma galáxia pobre, pequena, oprimida pelos grandes do universo. Dá essa força pra gente, Senhor?!?!".
E do outro lado, o cobrador da penalidade, jogador da galáxia de Frangópolis, pediu a Deus:
"Senhor, ajuda-me a deslocar o goleiro nesta cobrança. Que ele vá para um lado e a bola entre, mansamente, no outro. Conto contigo, Pai. Franguem!
Franguem para a turma de Frangópolis é o mesmo que amém para o terráqueo, ou martêm para o marciano.
E Deus, que a tudo ouve, vê e assiste, sensibilizou-se com ambos os pedidos.
A quem atender?
O Pai estava em dúvida cruel.
Como ajudar o goleiro sem prejudicar o batedor?
Como conceder o pedido de sucesso ao batedor sem prejudicar o goleiro?
Deus, em dúvida, resolveu consultar os universitários.
Estes, em dúvida, disseram ao Pai para consultar a ciência.
Esta, por sua vez, deu o aval:
Deus, não se meta nessas coisas!
Então, o Pai, para não cometer injustiça e perder o título de "Deus", deu de ombros e disse:
"A cada um segundo as suas obras".
Foi então que o batedor correu para a bola, chutou firme e o goleiro...


Biografia:
Wellington Balbo, 36 anos, escritor, 7 livros publicados.
Número de vezes que este texto foi lido: 52996


Outros títulos do mesmo autor

Contos A origem histórica do termo: "A cada um segundo suas obras" Wellington Balbo
Crônicas O mais crasso erro de Deus. Wellington Balbo
Artigos Vamos falar de posvenção? Wellington Balbo
Artigos Homoafetividade, família e instituições religiosas Wellington Balbo
Artigos Os pais, os jovens, as drogas... Wellington Balbo
Artigos A decisão do STF sobre os fetos anencéfalos Wellington Balbo
Artigos Corpo presente, pensamento ausente... Wellington Balbo
Artigos A confusão entre obrigação e virtude Wellington Balbo
Artigos Bater ou não bater, eis a questão. Wellington Balbo
Artigos O convidado Wellington Balbo

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 36.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
JASMIM - evandro baptista de araujo 68951 Visitas
ANOITECIMENTOS - Edmir Carvalho 57874 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 56685 Visitas
Camden: O Avivamento Que Mudou O Movimento Evangélico - Eliel dos santos silva 55753 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 54993 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 54849 Visitas
Sobrenatural: A Vida de William Branham - Owen Jorgensen 54805 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 54745 Visitas
O TEMPO QUE MOVE A ALMA - Leonardo de Souza Dutra 54684 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 54648 Visitas

Páginas: Próxima Última