Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
fragmentar
Riz de Ferelas

eu era inteiro
antes de conhecer você

eu sabia o que fazer
antes de fragmentar

agora vejo em fractais
as coisas que não importam mais

parece que foi numa curva de Gauss
foi em uma curva da vida que eu fiquei para trás

Riz de Ferelas

Inverno do Coração


Biografia:
Riz de Ferelas é um escritor de frases, poemas e versos que escreveu e publicou livros de poesia. Riz de Ferelas escreve e publica poemas e versos sobre amor, saudade, sonhos e redenção. Riz de Ferelas escreveu seus primeiros poemas quando era criança. Nesta época, um de seus poemas foi publicado em um livro de antologia de poesias de sua cidade natal. Enquanto crescia, ficava impressionado com a beleza das poesias de autores consagrados, e buscava na arte uma forma de se expressar, escrevendo poesias e fazendo desenhos. Riz de Ferelas passou cerca de dez anos publicando seus poemas e versos em diversos lugares, de maneira informal, enquanto treinava a poesia e construía seu próprio estilo literário, alcançando seus primeiros leitores e observando a experiência que sua poesia causava nas pessoas. Durante esta jornada, Riz de Ferelas construiu seu estilo e sua identidade artística, antes de publicar seus poemas em livros e alcançar mais leitores. Riz de Ferelas é o nome artístico de Rodrigo Haetinger dos Santos.
Número de vezes que este texto foi lido: 54861


Outros títulos do mesmo autor

Poesias como um eco no fundo do mar para alguém disposto a escutar Riz de Ferelas
Poesias estrelas, me emprestem um pouco de seu brilho Riz de Ferelas
Poesias posso ver, hoje, sim, que perdi a direção Riz de Ferelas
Poesias fiquei anos à deriva Riz de Ferelas
Poesias se a cada batida meu coração escrever um verso Riz de Ferelas
Poesias um oceano preenchido com minhas lágrimas Riz de Ferelas
Poesias eu ouvi seu coração Riz de Ferelas
Poesias será que aqui no reflexo das estrelas Riz de Ferelas
Poesias posso ouvir sua música mesmo quando toca baixa Riz de Ferelas
Poesias penso em você e a arte pode cobrir a tela Riz de Ferelas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 35.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Minicurso sobre a redação no ENEM - Isadora Welzel 79736 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 59549 Visitas
Salvando computador muito ruim - Vander Roberto 55635 Visitas
81 anos da prisão e morte dos Rosas Brancas - Vander Roberto 55456 Visitas
Delícias da festa junina - Ivone Boechat 55378 Visitas
QUE SE... - orivaldo grandizoli 55375 Visitas
Lançamento do livro - Alberto Kopittke 55357 Visitas
Nua, totalmente indefesa - rodrigo ribeiro 55309 Visitas
A FARSA DA USURA - fabio espirito santo 55293 Visitas
O estranho morador da casa 7 - Condorcet Aranha 55279 Visitas

Páginas: Próxima Última