Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Os paulistas nos Brasileiros em 2023
Vander Roberto

Analisarei as campanhas dos times paulistas nos Campeonatos Brasileiros da A até a D. Vamos lá.

Série A.

Santos: Ano horrível e pediu para cair no Brasileiro. O time santista namorava com o rebaixamento fazia alguns anos tanto no Brasileiro como estadual. Este ano não teve jeito e a equipe caiu pela primeira vez na história no Brasileiro. O novo Presidente do Santos, Marcelo Teixeira, terá muita dor de cabeça para montar um elenco competitivo em 2024. O caixa parece ser o fator decisivo para que o clube recupere sua força. O Paulista A1 em 2024 terá um peso enorme para o Santos e não é aceitável ficar fora das semifinais para mostrar "força" na Série B. É o pior Santos que vi na minha vida e tudo indica que para 2024 a torcida sofrerá bastante. Infelizmente, não é garantido o retorno para a Série A do Brasileiro imediatamente. Veremos.

Corinthians: Time limitadíssimo no Brasileiro e não sei como foi tão longe na Sul-Americana. Não passava qualquer confiança para a torcida e salvou-se porque havia coisa pior no Brasileiro. Precisará contratar pois nos últimos anos o Corinthians é mero participante dos torneios nacionais. Piorando as coisas, viu seus rivais citadinos ganharem as duas competições brasileiras. A pressão será muito forte para o novo Presidente do Timão e muita coisa será revista para que o clube ao menos brigue por alguma taça e não fique só olhando.

São Paulo: Time razoável com instabilidade. Este foi o São Paulo no Brasileiro que venceu 1 partida fora de casa. Veja bem: uma em 19 jogos. Rondou o medo de rebaixamento e Dorival deu gás para a equipe. O São Paulo só não foi mais criticado porque tirou da cartola a conquista da Copa do Brasil e deu uma recuperada no Brasileiro pontuando o suficiente para não cair. A torcida está com a pulga atrás da orelha e pede novidades pois a grandeza do São Paulo não é representada por um time que se contenta com 11º lugar em Brasileiro mesmo com vaga na Libertadores. O elenco precisará inchar um pouco e trabalhar bem para que o São Paulo volte a ser o grande São Paulo de outros tempos. Dorival terá dores de cabeça já no Paulista.

Bragantino: O time do Bragantino não ganhou asas como diz a propaganda do produto do seu gestor. Na hora H empatava ou perdia impedindo de lutar pela liderança e buscar o título. Na partida que precisava vencer, perdia. Assim não dá. Teve ótima chance de ser campeão brasileiro e jogou fora acabando em 6º lugar. Terá que ter elenco para jogar Pré-Libertadores, Paulista, Brasileiro. O gestor do Bragantino precisa começar a tirar o escorpião do bolso ou a equipe terá imensas dificuldades em obter taças. É bonito figurar entre os primeiros só que isto não enche barriga da torcida tendo aporte para gastar. Elenco razoável e valente, pode chegar bem em 2024.

Palmeiras: O título brasileiro caiu no colo só que não podemos esquecer do mérito da equipe e do treinador para chegar lá. A épica virada naquele jogo contra o Botafogo que perdia por 3x0 e virou para 4x3 foi o ânimo para a equipe buscar o título de vez. Méritos ao técnico Abel Ferreira que não desiste e trabalha pontualmente sua escalação e mexe bem durante a partida. O ano foi satisfatório, um Paulista, Recopa do Brasil e o Brasileiro. A participação da Libertadores foi adequada e não comprometeu sendo que podia ter ido para a final. O Palmeiras de 2024 precisará de mais jogadores e reavaliar o efeito "sorte" pois títulos assim não caem no colo toda vez.

Série B.

Ponte Preta: A Ponte Preta chegou com moral para a disputa da Série B do Brasileiro após faturar o Paulista A2 e retornar para a elite estadual logo após a queda. O time criou uma expectativa inicial na torcida que se desfez logo passando a lutar contra a queda no Brasileiro. A macaca apresentou bem pouco diante da força que tem nos campos do interior paulista e ficou devendo muito. Salvou-se na penúltima rodada e terá que pensar em dois bons objetivos para 2024: manter-se na 1ª divisão estadual e na B do Brasileiro pois o torneio promete.

Ituano: Contrariando a imagem da cidade que gosta de coisas grandiosas, a equipe do Ituano foi minúscula na Série B. Vindo com a alcunha de melhor equipe do interior paulista no século XXI, ela não mostrou em campo a sua força e só não caiu pois havia coisa pior. O Ituano costuma apresentar um futebol bem competitivo e teve um apagão neste Brasileiro. A equipe terá que montar uma equipe melhor para manter-se no Paulistão em 2024 e tentar algo mais no Brasileiro B. Só uma 14ª posição para a melhor equipe paulista do interior neste século é pouco, muito pouco.      

Botafogo(SP): A equipe de Ribeirão Preto veio da série C e fez uma campanha dentro do esperado pela situação financeira. O objetivo do clube foi ver a Série B e obter uma vaga para 2024 por lá e conseguiu. É uma vitória para o Botafogo permanecer já que a briga pelo acesso seria dificílimo. Um bom 12º lugar não é tão ruim para quem chegou da C nacional mas o Botafogo precisará tirar grana do bolso para manter-se. A prioridade é esta.

Guarani: A equipe verde de Campinas e campeã da Série A em 1978 está organizando o caixa para almejar coisas maiores no futuro. Recentemente o clube estava com situação financeira ruim e acesso era pedir muito em 2023. O esforço do Guarani foi manter-se no Brasileiro da B e fez. Terminou em 10º lugar e cobrar mais da equipe no momento é até injusto. O plano é boa campanha no Paulistão 2024 e quem sabe outra campanha melhor na B.

Mirassol: O Mirassol é a segunda melhor equipe do interior paulista no século XXI pelas conquistas obtidas e sua excelente categoria de base que dá muito trabalho. O time gostou da Série B e fez excelente campanha. Sabendo das limitações terminou em 6º lugar. O foco é fazer um bom Paulistão e tentar buscar grana para contratações que possam tentar o acesso ao Brasileirão. Veremos.

Novorizontino: O tigre rugiu, rugiu, ficou em 5º lugar. Vindo com vice-campeonato do Paulista A2 e retornando a 1ª divisão após a queda, o tigre foi um bom competidor, figurou bastante no G4, chegou até a assumir a liderança mas na reta final perdeu o fôlego e a vaga. Se quiser almejar o acesso terá que investir muito pois o Brasileiro B 2024 será muito competitivo. Merecia subir e não fez. Fica para a próxima.

Série C.

São Bernardo Futebol Clube: Vindo de acesso da Série D, o clube abocanhou a 8ª vaga para a 2ª fase e nela bobeou perdendo um acesso para o Brasileiro B em 2024 continuando na série C. A equipe foi a única paulista nesta divisão enfrentando um turno único de 19 jogos e obteve a última vaga para a 2ª fase. Terminou empatada com o segundo colocado do grupo na 2ª fase perdendo o acesso no critério de gols marcados! Uma pena.

Série D.

Santo André: O Ramalhão jogou no grupo A6 e ficou na 5ª posição após 14 jogos e caiu na primeira fase.

XV de Piracicaba: O XV ficou em 6º lugar no grupo A7 após 14 jogos e caiu na primeira fase.

Inter de Limeira: Estava no grupo A7 terminando em 3º passando para a outra fase. Caiu após dois jogos diante do Caxias (RS).

Ferroviária: Foi a grande surpresa do futebol paulista em Brasileiros no ano. A equipe de Araraquara que é fortíssima no futebol feminino veio com força e garantiu o vice-campeonato e o acesso para o Brasileiro C em 2024 no masculino. Ironicamente, o seu adversário foi o Ferroviário do Ceará no famoso "Jogo dos Trilhos". É um clube que está recuperando sua força após o surpreendente rebaixamento no Paulistão 2023 e o acesso para a C deu um alento para 2024. É forte candidata para subir ao Paulistão, precisará mostrar isto em campo, tem calendário nacional para 2024 e dará trabalho pois o pessoal é ambicioso nas duas modalidades: masculino e feminino.

Esta foi uma análise mais geral dos clubes paulistas nos Brasileiros da Série A até a D em 2023. É isto. Abraços.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 192


Outros títulos do mesmo autor

Artigos A conquista da Atalanta e a resiliência Vander Roberto
Artigos Plano de Recuperação de Desastres Vander Roberto
Artigos Experiência com o Positivo Stilo One Vander Roberto
Artigos Paulista Sub-23 de 2024 Vander Roberto
Artigos Silvio Luiz e Sílvio Lancellotti Vander Roberto
Artigos Por quê o RS demorará para ser reconstruído? Vander Roberto
Artigos Capitalismo e a catástrofe gaúcha Vander Roberto
Artigos Importância da Lei Áurea nos dias atuais Vander Roberto
Artigos Reconstrução do Rio Grande do Sul Vander Roberto
Artigos 87 anos da morte de Noel Rosa Vander Roberto

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 136.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
JASMIM - evandro baptista de araujo 69106 Visitas
ANOITECIMENTOS - Edmir Carvalho 58001 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 57663 Visitas
Camden: O Avivamento Que Mudou O Movimento Evangélico - Eliel dos santos silva 55939 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 55260 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 55254 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 55161 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 55031 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 55019 Visitas
Sobrenatural: A Vida de William Branham - Owen Jorgensen 54996 Visitas

Páginas: Próxima Última