Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O imediatismo na sociedade contemporânea
Flora Fernweh

Em uma célebre passagem do livro “Alice no país das maravilhas”, a personagem principal depara-se com um coelho branco apressado enquanto afirmava seu atraso. De modo análogo à obra de Lewis Carroll, verifica-se na sociedade contemporânea, o predomínio de atitudes imediatistas diante de um mundo cada vez mais ágil e superficial, com seus respectivos efeitos negativos. Nesse sentido, pode-se inferir que a urgência de informações e a busca por relações humanas mais práticas e rápidas, vinculam-se às atuais dinâmicas sociais, gerando consequências nos diversos âmbitos da vida coletiva e individual.

Em primeiro plano, convém ressaltar que o advento da globalização modificou profundamente os significados de trabalho, modo de vida e produtividade, uma vez que as demandas se intensificaram e impactaram a visão sobre o tempo e seu emprego nas atividades humanas. Tal evento proporcionou um esgotamento, discutido na obra “Sociedade do Cansaço”, de Byung Chul-Han, na qual o autor descreve os efeitos colaterais de um mundo exausto, marcado pela velocidade e pelas novas demandas. A partir disso, observa-se que a busca por soluções fáceis e inteligentes a curto prazo, configura-se como um produto da hiperatividade informacional, aliada ao discurso de competitividade capitalista.

Ademais, nota-se que as mídias, tendo um papel de extensão do tecido social, são ao mesmo tempo influenciadas pelas novas tendências, ao passo que as inspiram. Sua função constitui, portanto, um acesso àquilo que o mundo pensa. Desse modo, pode-se afirmar que o uso recorrente de tais meios de comunicação afeta o cotidiano dos indivíduos, ao facilitar comparações de diversas naturezas entre as pessoas, estimular a concorrência e demandar a agilidade em todas as tarefas, tendo em vista uma melhor oportunidade de emprego ou uma vaga na universidade, por exemplo, e uma consequente visibilidade. Percebe-se inclusive, que a obsoletização é um processo comum, acompanhado de descartes e novidades.

Portanto, diante da supervalorização do imediatismo na sociedade, e dos devidos efeitos da agilidade e da imposição de metas, não basta aceitar tal fenômeno como um resultado do século XXI. É, por outro lado, imprescindível que a Mídia, aliada ao setor público, forneça verbas para projetos de educação emocional frente à realidade imediatista que permeia as relações, por meio de investimentos em programas de viés explicativo, elaborados por profissionais como psicólogos e especialistas. Assim, com o intuito de alcançar a totalidade da população, e de atenuar os resultados danosos do imediatismo, na mentalidade e no dia a dia das pessoas, será possível garantir melhorias em diferentes esferas da vida humana.


Biografia:
Sobre minha pessoa, pouco sei, mas posso dizer que sou aquela que na vida anda só, que faz da escrita sua amante, que desvenda as veredas mais profundas do deserto que nela existe, que transborda suas paixões do modo mais feroz, que nunca está em lugar algum, mas que jamais deixará de ser um mistério a ser desvendado pelas ventanias. 
Número de vezes que este texto foi lido: 47291


Outros títulos do mesmo autor

Cartas Ciúmes de você? Flora Fernweh
Cartas Carta aos professores do amanhã Flora Fernweh
Crônicas Inércia Flora Fernweh
Poesias Juventude Flora Fernweh
Cartas 20 razões de um desamor Flora Fernweh
Contos Maktúbia Flora Fernweh
Artigos A importância da conservação dos oceanos Flora Fernweh
Artigos Trabalho voluntário: esperança e cidadania Flora Fernweh
Poesias Psicanálise em versos Flora Fernweh
Haicais Haicando Flora Fernweh

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 253.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
O cocheiro - Onihara 50321 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 50174 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 50161 Visitas
La senda de las flores oblicuas - Eva Feld 50036 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 49998 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 49808 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 49808 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 49790 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 49779 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 49721 Visitas

Páginas: Próxima Última