Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
VIDA RURAL
Joel Lima da Fonseca

Daqui da janela, dentro da igrejinha,
Bem de tardizinha,
Passa o motoqueiro,
A mulher arrastando os chinelos
O homem a cavalo

Bem logo ali à frente, o seu Zé segue o trabalho,
Motor roncando
Capim picado
Vaca ruminando,

As galinhas começam a perceber o toque de recolher
Os cachorros, parecem nunca conseguir ficar parados!

Agora, toda a atenção se volta para a igrejinha,
Cá dentro, enfeites para o altar
Lá fora, arrumação das barraquinhas,
Os tambores a aquecer
Salão de dança todo arrumado.
Quase tudo pronto!

Mas , falta ainda muita gente,
O próprio festeiro chegando atrasado!
Do nada, vem chegando com os olhos arregalados;
Desculpa gente, não conseguir chegar mais cedo,
Tava resolvendo as coisas da festa fiquei o dia todo ocupado.
E sem muitas demoras, convoca todo o povoado, usando os artifícios;
Estouros dos foguetes, a ecoar pra todos os lados.
Aos poucos vem chegando gente, feito gato pingado,
Uns saudando a todos, outros, chegam calados.
Pessoas que vieram a pé,
De moto, ou de carro,
Começa a ficar animado!

Bem a noitinha , os trabalhos cessados,
Assim como os demais, lá vem o seu zé em direção a igrejinha,
Prestar   homenagens ao santo padroeiro da comunidade.
A reza vai começar!
Bonitas cantorias durante a celebração, momentos de fé e devoção.

Terminados os momentos de orações e reflexão, só falta o forró, que promete a noite inteira!
Moça bonita, recatada, namoradeira
Gente de todo lado
Momentos de alegrias, brincadeiras.

Retomo os meus pensamentos: quanta alegria por tão pouco tempo!
Imagine então, quando chegar as outras épocas, ou   momentos :
Festa de natal, de São João, batizados e casamentos....

Apesar de surgirem tantas tecnologias, mesmo as que aparecem na roça,
Não tem dinheiro neste mundo, que pague
a alegria de viver, em meio a esta simplicidade!

                            
                                                 
                    ( J L )



Este texto é administrado por: Joel Lima
Número de vezes que este texto foi lido: 279


Outros títulos do mesmo autor

Poesias A ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO Joel Lima da Fonseca
Poesias A ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO Joel Lima da Fonseca
Poesias DISCRIMINAÇÃO ECONÔMICO RACIAL Joel Lima da Fonseca
Poesias IMAGINAÇÃO Joel Lima da Fonseca
Poesias VIDA RURAL Joel Lima da Fonseca
Poesias AS OBRAS DO SENHOR SÃO PERFEITAS! Joel Lima da Fonseca
Poesias SONHOS Joel Lima da Fonseca
Poesias Joel Lima da Fonseca
Poesias POLITICAMENTE JUSTO, E INCORRETO! Joel Lima da Fonseca
Poesias COMO É QUE A GENTE CRESCE E EVOLUÍ Joel Lima da Fonseca

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 22.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 68341 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55695 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44381 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44111 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43739 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 42086 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 42065 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41338 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41246 Visitas
TOMO TUDO - sigmar montemor 39749 Visitas

Páginas: Próxima Última