Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Lágrimas no Mar
Bia Nahas

Você sente como se pudesse chorar um mar
De tanta tristeza que carrega seu olhar?
Lágrimas carregadas de uma solidão surda
que te impede de encarar a luta?

O teu doente olhar
É como uma cachoeira
Que Deságua no mar
E por si só, forma uma grande correnteza.

A sombra assombra o olhar triste.
A tristeza entristece o ser que persiste
Sofrendo por algo que incomoda,
Sofrendo tanto por algo que o estoura.


Tão fragmentado, em pequenos pedaços,
Pela sua mente e corpo cansados
De nadar e nadar no mar
de lagrimas que caíram do seu tamanho pesar...

O mar, ao longo do tempo, aumenta
Assim como o vão
Que fez a depressão
Em sua alma que pelo vazio tanto lamenta
E pelos seus erros que tanto se condena.

Até que uma hora voce se cansa de lutar,
pois cada vez tem mais mar para nadar.
Cadê o fim desse mar da agonia?
Você pensa bem se há uma outra saída.

Assim que a minha mente
Decide procurar mudar a realidade a sua frente,
O fundo do mar começa a se enfurecer
Já que a mente é a pior ameaça a fazê-lo se enfraquecer.

O mar não tem escolha quando a mente
Procura ajuda médica, psiquiátrica, psicológica e espiritual frequentemente
Para desestimular o crescimento do mar
Como a depressão que começa a se desestabilizar.

O mar vai diminuindo
Pelo poder da mente que vai unindo
Os pedaços da alma em harmonia
Para poderem recomeçar sua vida.

Veja os enganos e faça novos planos.
Veja as dores e procure por novas cores.
Veja o mundo que se move como um moinho
por ser essa sua característica e não porque quer ver você se destruindo...

A sua mente é sua aliada
Para que a mágoa seja amenizada.
O mar secará ao procurar aquilo que a incomoda
E ao buscar elaborar em si para que isso mude uma hora.

A dor que a espatifou
Deve se transformar
Para ser o motivo que a levou
A contribuir de alguma forma para o incômodo mudar.

Devemos ver a dificuldade
Como algo que nos traz maturidade
Ao nos sentir capazes de secar um mar
Seja quantas vezes ele volte a se formar.

Tantos aprendizados pelas frustrações
Podem amadurecer os pacientes corações
já que sabem que podem escolher
entre serem afogados no mar da melancolia
e serem humildes para aceitar a errar e aprender na vida
Porque se veem como agentes aprendizes com autonomia.


Biografia:
Oi, gente! Meu nome é beatriz nahas.Tenho 20 anos. Sou de São Paulo capital. Estou fazendo faculdade de psicologia. Cada poema é muito especial e único, pois expresso alguma inquietação social ou pessoal. Faço encomendas de poesias. ´E só me pedir por email que será um prazer fazê-la. Email para contato: nahasbeatriz@gmail.com Meu blog pessoal de poesias: www.rumoaminhamente.blogspot.com.br Twitter: @Bia__Nahas
Número de vezes que este texto foi lido: 28521


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Torto Destino Feminino Bia Nahas
Poesias Gratidões e Pedidos Bia Nahas
Poesias Querido Poema Triste Bia Nahas
Poesias Um Convite a Poltrona Bia Nahas
Poesias Duas Realidades Sociais Bia Nahas
Poesias Tic Tac na Rotina Bia Nahas
Poesias Universal Amor Bia Nahas
Poesias O Menino Marcado Bia Nahas
Poesias Filosofando um Pouquinho Bia Nahas
Poesias Tóxicas Mentes Bia Nahas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 241.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 48783 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39046 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 33226 Visitas
Amores! - 32087 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 32072 Visitas
Desabafo - 31711 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31424 Visitas
Faça alguém feliz - 30807 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30801 Visitas
Vivo com.. - 30462 Visitas

Páginas: Próxima Última