Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
SÓ VIVER 11 NOVEL LGBT 18 ANOS
DE PAULO FOG
paulo azambuja

Resumo:
BOM

20


                   Patricia desce do carro com seu namorado, ali na portaria ela apresenta seu namorado ao porteiro e eles ficam conversando um pouco, logo sobem para o apartamento.
    Marcelo ajuda Laysla com a janta, Ro e Amanda chegam quase ao mesmo tempo, Sofia corre para abraça-la, Laysla escorre o macarrão enquanto Marcelo termina o molho.
    - Nossa tá bem cheiroso.
    - Obrigado carinho. Laysla ouve aquilo de Marcelo para Ro e fica um tanto sem graça.
    - Quer ajuda, mãe?
    - Não, podem ir se trocarem, logo estará pronto.
    - Tá bom.
    Ro segue Amanda para o quarto, Sofia brinca com Marcelo que serve para a menina alguns pedaços de frango frito.
    - Meu Deus, esta delicioso Tio.
    - Agradeça a vó, ela quem fez o tempero divino.
    - Minha vó é demais.
    - Isso eu concordo. Laysla abraça e beija a neta, logo beija também a bochecha de Marcelo.
    Ro e Amanda saem do banho, secando os cabelos, escolhem suas roupas, Sofia entra no quarto e Laysla logo vem no encalço da neta.
    - Me desculpem.
    - Tudo bem.
    Após as duas sairem, Amanda tranca a porta, recebendo um beijo de Ro.
    O jantar é bem divertido e com direito a piadas do afair de Patricia.
    - Nossa, não imaginava que vocês fossem tão divertidos assim.
    - Oras amiga, achou que a gente só falasse de politica?
    - Entre outras coisas chatas. Risos.
    Marcelo, Ro e Amanda conversam com Rony, enquanto patricia ajuda Laysla com a limpeza da louça, tendo Sofia a secar os pratos.
    - Acho que finalmente encontrei meu homem certo.
    - Sabe não nos conhecemos muito, mais é de coração o que vou lhe dizer, te desejo toda sorte do mundo, vai fundo.
    - Obrigada Laysla.
    - Olhe, sei que não é fácil para uma mulher sobreviver neste mundo cão sozinha, eu sei bem o que passei, a tal da sociedade é muitas vezes pra lá de cruel com a gente.
    - Nem me diga, sabe ja passei por tantas, ás vezes sou até obrigada a trocar de lugar em restaurantes se estou sozinha para evitar os olhos daquelas mal amadas por eu estar ali.
    - Eu sei, passei por diversas nessas.   Risos.
    - Nossa, a gente não esta tendo nosso tempo junto, precisamos tirar um tempinho para conversarmos melhor Laysla, antes que......
    - Esta pensando em ir?
    - Recebi uma proposta, acho que vou ter de ir.
    - Faça o melhor para ti, deixe esse seu coração ajir com a mente, é a melhor escolha, sempre.
    - Ai amiga. Abraços.
    Laysla vem com um pudim e serve para todos ali, Sofia se acaba com a sobremesa.
    Ro termina o deco e prova de uma xícara do café de Paty.
    - Esta aprendendo, esta vendo, ficar junto de Laysla esta fazendo bem.
    - Bobo. Risos.
    Rony chama Paty para um passeio, ela aceita e leva junto Sofia, saindo ao pátio a menina ja se encontra com outras crianças ali.
    Ali na sala, Laysla senta próximo a amanda á pedido de Marcelo.
    - Laysla acho melhor que você tenha logo aquela conversa com a sua filha.
    - Será?
    - Confie, vai dar certo.
    Amanda olha para a mãe assustada.
    - O que houve mãe, ficou doente, o que foi?
    No play, enquanto Sofia brinca com seus novos coleguinhas, Patricia recebe abraços de Rony num banco de concreto.
    - Você me ama?
    - Ainda é um pouco cedo.
    - Eu sei que você já esta mexida comigo.
    - Olha, além de tudo é convencido.
    Ela recebe mais beijos e caricias.
    Amanda não consegue segurar as lágrimas diante a mãe.
    - Mãe.
    - Me perdoe filha, eu tinha de ter dito, mais entenda....
    - Mãe, por que você guardou consigo algo tão pesado assim?
    10012019......................................












                                   21




               Ali abraçados Patricia caminha com Rony até pararem junto de Sofia que já demonstra um leve sono.
    - Que tal irmos para dentro?
    - Vamos.
    Os 3 caminham para o apartamento, chegando encontram ali um outro ambiente, Marcelo ali com Ro a beber uma dose de wisky.
    - Aconteceu algo?
    - Não.
    - Parem, conheço vocês.
    - Depois falaremos.
    - Tudo bem, vou querer saber de tudo.
    No quarto Amanda olha para a mãe ali ao canto da cama, secando suas lágrimas com uma toalha de papel.
    - Mãe.
    - Me desculpe mais eu não conseguia te dizer.
    - Mas mãe.
    - Não é fácil filha, passar por tudo isso, sabe eu quase tirei você.
    - Por que?
    - Não consegui, me culparia por toda a vida, afinal era uma vida inocente ali.
    - Oh mãe, então por que ficou com aquele homem?
    - Pode continuar a chama-lo de pai, por favor, sabe, ele não teve culpa alguma, ele tentou mais sempre que te olhava ele se lembrava do que havia acontecido comigo, homens nem sempre são tão fortes quanto aparentam.
    - Mãe.
    - Ele sempre gostou de você, gosta, te respeitou e te tratou muito bem enquanto esteve com a gente.
    - Sim, nunca poderei falar ao contrário.
    - Pois é, a vida tem dessas ás vezes. Ela tenta sorrir mais não sai.
    - Nossa mãe, quanto a senhora tem sofrido.
    - Nem tanto por que ao fim eu que sai ganhando, tenho uma filha linda e cheia de valores, me deu uma linda neta e ambas são educadas e gentis.
    - Oh mãe.
    - Minha filha querida.   Mais abraços e beijos de mãe e filha ali, logo Amanda apóia a sua cabeça no colo de Laysla.
    O namorado de Paty ainda fica um pouco ali e logo se despede, agora com a saída dele ela cobra explicações daquele climão ali.
    - Vamos gente, digam logo, quero saber, o que houve entre vocês?
    Marcelo conta para ela que vai ficando horrorizada de inicio e logo se compadece de tudo que Laysla tem passado e do por que ter se tornado tão fria e dura.
    - Meu Deus, essa mulher é uma legitima guerreira, eu no lugar dela, acho que não teria tido a mesma decisão que ela, eu tiraria o filho.
    - Paty.
    - Sério Marcelo, não consigo me imaginar com um filho que eu não desejei.
    - Por favor Paty.
    - Olhe, ela com certeza ganhou na loteria por ter tido uma filha assim, tão gentil, educada amiga e sensivel, por que na maioria dos casos que eu sei e vejo pelo mundo é totalmente ao contrário.
    - Paty.
    - Eles se tornam psicopatas.
    - Meu Deus Paty.
    - Estou dizendo olhe eu vi um caso na Finlândia que..........
    - Tem toda razão Paty, sabe acho, que eu também tiraria.
    - Amanda. Paty olha para ela sem saber o que dizer, Amanda ali com o rosto todo marcado por forte emoção ao saber de sua origem.
    - Me desculpe amiga.
    Laysla entra ali.
    - Graças a Deus eu fui fraca em ter tomado a outra decisão e olhe eu tenho a melhor filha do mundo e a neta mais especial para mim.
    - Mãe. A emoção toma conta de todos ali e as lágrimas pedem passagem.
    - Sabe filha, você só me dá orgulho, sempre.
    - Me prometa mãe, que nunca mais vai segurar algo tão forte só para si, e que sempre vai estar conosco.
    Marcelo entra no assunto.
    - Isso mesmo, até por que eu não ganhei uma amiga que até me ensina a cozinhar para depois sair assim do nada, tá. Risos.
    Todos riem enquanto Sofia vem ali com um copo de gelatina colorida.
    - Nossa filha você não foi dormir?
    - Eu acordei com a vó chorando.
    - Me perdoe minha querida. Mais risos.
    Patricia aproveita para pegar um pouco da gelatina da menina que lhe sorri.
    - Hummm tá muito gostoso.
    - Claro, minha vó que fez.
    Após mais uns risos todos decidem por irem para a cama, afinal foram muitas emoções ali.
    De babydoll, Amanda desfila para seus homens ali, ela olha com toda libido para eles, Marcelo passa a mão pelo corpo de Ro.
    Ro olha com extremo tesão para Amanda, na cama eles se beijam enquanto Marcelo prova um pouco do sabor íntimo de seu amor, fazendo Ro soltar alguns gemidos que são contidos por Amanda enquanto ela tem seus seios e outras partes decifradas em língua de seu Ro.
    Ela ali tendo Ro dentro dela enquanto Marcelo o possui, o trio se satisfaz em diversas poses e trocas fascinantes a qualquer amante de um excelente sexo sem preconceitos e limitações.
    Paty é a primeira a acordar, seguida de Laysla que já inicia o preparo do café, Sofia é acordada pela mãe e já se apronta para sua escolinha, Marcelo toma banho e segue para a cozinha, Ro ainda fica por um tempo na cama porém logo é acordado por Amanda com direito a beijos e algumas provocações sensuais.
    Todos á mesa, Laysla termina de tomar o café e já com Sofia ao lado seguem para a escolinha depois ela irá para seu trabalho.
    Amanda atende ao interfone e chama por Pàtricia dizendo que o namorado esta embaixo á sua espera.
    - É, me esqueci de dizer, hoje ele vai me levar para conhecer seu pai, bem, a empresa dele aqui no Brasil.
    - Que bom, te desejo sorte Paty.
    - Obrigada.
    Marcelo também diz que irá para a empresa por que lhe ligaram e provavelMENTE seus tempos óceis acabaram, Ro e Amanda saem logo em seguida cada um para seu serviço.
    Após deixar a neta na escolinha, Laysla segue para seu serviço quando é abordada por um homem jovem.
    - Laysla?
    - Sim.
    - Sou eu, não se lembra de mim, Eduardo?
    Ela fica um tanto surpresa com o homem jovial ali na sua frente, loiro, alto, bem vestido e pai de Sofia.
    12012019............................


Biografia:
gosto de escrever
Número de vezes que este texto foi lido: 27358


Outros títulos do mesmo autor

Contos SÓ VIVER 14 NOVEL LGBT 18 ANOS paulo azambuja
Romance AMAR DEMAIS 22 NOVEL LIVRE 14 ANOS paulo azambuja
Crônicas MAIS BRUMADINHO paulo azambuja
Crônicas LADO 2 paulo azambuja
Romance AMAR DEMAIS 21 NOVEL LIVRE 14 ANOS paulo azambuja
Crônicas LADO 1 paulo azambuja
Contos SÓ VIVER 13 NOVEL LGBT 18 ANOS paulo azambuja
Romance AMAR DEMAIS 20 NOVEL LIVRE 14 ANOS paulo azambuja
Romance AMAR DEMAIS 19 NOVEL LIVRE 14 ANOS paulo azambuja
Romance AMAR DEMAIS 18 NOVEL LIVRE 14 ANOS paulo azambuja

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 129.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 30943 Visitas
Amores! - 28268 Visitas
Desabafo - 28118 Visitas
Vivo com.. - 27786 Visitas
Sonho de afeto - Dilcimar Ribeiro Fonsêca 27733 Visitas
Faça alguém feliz - 27720 Visitas
MENINA - 27696 Visitas
camaro amarelo - 27674 Visitas
viramundo vai a frança - 27674 Visitas
sei quem sou? - 27660 Visitas

Páginas: Próxima Última