Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Solitária(mente)
Yuri Felipe Rotermel

"Aproximo-me da noite
O silêncio ecoa nas paredes
E as coisas desaparecem sorateiramente
Em volta vejo apenas a escuridão

Esta deveria ser a hora
Em que me recolheria
Para enfim me deitar
Mas a solidão
Entra pela minha alma
E não me deixa descansar

É então que surges
Com passos silenciosos
Com os cabelos desageitados
Com feridas em suas costas
Guiando-me por corredores infinitos
E regressando aos espelhos
De onde tiveras vindo

Mas os ruídos da noite
Trazem a sua presensa silenciosa
E sem luz e som
Em meus sonhos apareces

Perto
Escuto seus passos
Como a água da torneira
Que cai lentamente
demora-se para perceber
Que sozinho não estás

Mas enfim
Quando me deparo com o dia
Então percebo
Que tudo era uma mentira."


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 28738


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Igualdade Yuri Felipe Rotermel
Poesias Ideia Vívida Yuri Felipe Rotermel
Poesias Explosão de Conhecimento Yuri Felipe Rotermel
Poesias Destino Distinto Yuri Felipe Rotermel
Poesias Cozinha Poética Yuri Felipe Rotermel
Poesias Congruência dos Atos Yuri Felipe Rotermel
Poesias Caminhos e Escolhas Yuri Felipe Rotermel
Poesias Besta Interior Yuri Felipe Rotermel
Poesias Asas Yuri Felipe Rotermel
Poesias Amor Acidental Yuri Felipe Rotermel

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 21.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
Vivo com.. - 30941 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30940 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 30592 Visitas
eu sei quem sou - 30483 Visitas
camaro amarelo - 30440 Visitas
sei quem sou? - 30429 Visitas
PSICOLOGIA E DIREITO - Francisco carlos de aguiar neto 30426 Visitas
viramundo vai a frança - 30418 Visitas
MENINA - 30382 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 30364 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última