Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Solitária(mente)
Yuri Felipe Rotermel

"Aproximo-me da noite
O silêncio ecoa nas paredes
E as coisas desaparecem sorateiramente
Em volta vejo apenas a escuridão

Esta deveria ser a hora
Em que me recolheria
Para enfim me deitar
Mas a solidão
Entra pela minha alma
E não me deixa descansar

É então que surges
Com passos silenciosos
Com os cabelos desageitados
Com feridas em suas costas
Guiando-me por corredores infinitos
E regressando aos espelhos
De onde tiveras vindo

Mas os ruídos da noite
Trazem a sua presensa silenciosa
E sem luz e som
Em meus sonhos apareces

Perto
Escuto seus passos
Como a água da torneira
Que cai lentamente
demora-se para perceber
Que sozinho não estás

Mas enfim
Quando me deparo com o dia
Então percebo
Que tudo era uma mentira."


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 28865


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Afeto Pago Yuri Felipe Rotermel

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 21 até 21 de um total de 21.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
VIDA DE MÃE É ASSIM? - João Pedro Silva 1 Visitas
PROFESSORA - João Pedro Silva 1 Visitas
VAMOS JUNTAR AS ESCOVAS DE DENTES - Alexsandre Soares de Lima 1 Visitas

Páginas: Primeira Anterior