Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O Natal, entre a fantasia e a realidade
Roberto Ornelas



O Natal
Entre a Fantasia e a Dura Realidade


- Está na hora de dormir menino e não mije na cama, Papai Noel não vai deixar seu presente na sua cama. - Dizia minha velha enfática.

Ainda consigo lembrar, parece até ouvir essas palavras ecoando em meus ouvidos, enquanto minha mãe dava os últimos retoques na casa e na nossa Árvore de Natal verde escuro, ainda conservada apesar dos anos, com suas bolinhas multicoloridas penduradas que me fascinava vendo meu rosto distorcidos ao me aproximar delas e diversos outros enfeites, estávamos nos preparando para a noite de Natal, a chagada do Papai Noel, eu estava curioso, para mim tudo era novidade ao longo dos meus cinco anos, quanto tempo já se passaram...meu Deus!

Faz tempo, mas lembro de algumas coisas como se fosse hoje, parece que nunca se apagarão, que bom, tudo era muito fascinante, cada detalhes, cada bolinha, cada enfeite retirados das caixas de papelão já amareladas pelo tempo, algumas bolinhas até quebradas, mais minha mãe às colocava estrategicamente viradas para a parede e ninguém iria reparar uma simples bolinha quebrada.

Alguns longos anos atrás estas datas me enchiam de alegria, fé e esperança, revigoravam meu espirito, hoje nem tanto. Não que não tenha desejos e sonhos, um pouco de fé e ambição, mas a vida nos trás decepções e como trás, às vezes nos marca por resta da vida, muito mais que as nossas alegrias, sabe por que digo isto? Por que o ser humano foi criado para ser feliz...Porém devemos nos prepararmos para as decepções e conviveremos com elas queira ou não queira, nem tudo é um paraíso desejado, como deveria ser.

Então, para não correr o risco de não receber meu presente escolhido eu ia dormir, e nem sempre meu Papai Noel ouviu os meus pedidos, talvez tenha esquecido...Afinal ele tinha outras crianças para lembrar, mais exigentes do que eu, lembro que sempre quis uma bicicleta e esta nunca chegou, ficava decepcionado com o meu Papai Noel, porém ficava alegre e agradecido pelo meu presente recebido e substituto. Quando chegava o dia tão esperado, eu acordava com meu presente na cama embrulhado no papel colorido, não necessariamente colorido.

Levantava ligeiro para abri-lo, adentrava ao quarto de meus pais para mostrar meu presente, e eles me olhavam satisfeitos, cumprira seu papel com louvor, sorridentes pela minha ingenuidade, eu era só alegria e meus irmãos mais novos também.

- Olhe o que Papai Noel me deu! - e saiamos, eu e meus irmãos para mostrar aos meus amiguinhos...

Hoje parece que está fantasia já não é tão praticada, são poucos os pais que conservam este ritual, esta tradição, as crianças hoje recebem os seus presentes bem antes do dia em questão ou depois, estregue nas próprias lojas, sem aquela expectativa peculiar do acordar com o barulho do papel sendo machucado e rasgado, o mistério de como Papai Noel não esquece, a curiosidade de como ele entra, que horas ele vem e onde ele mora...São novos tempos, as crianças estão deixando de ser crianças muito cedo, o que não deixa de ser triste. Eu pensei que todo fosse filho de Papai Noel, já dizia aquela velha canção.

Enfim, é a fantasia dando lugar a dura realidade, o Papai Noel deve está mais pobre, hoje se eu pudesse pedir um presente ao meu Papai Noel deixaria de lado meus desejos materiais e infantis, pediria um saco cheio de esperança, de amor, muita e muita saúde, muita paz, solidariedade e fé para este mundo... E tudo de bom que Papai Noel pudesse nos trazer, de quebra pediria a ele dar uns conselhos aos políticos brasileiro, para serem menos gananciosos, menos corruptos...Tendo mais atitudes digna e exemplar, trabalhando mais em pró do nosso povo e do que pelo seu bolso e o bem estar.

Que o Brasil tome um rumo melhor, que sejamos uma Nação digna e respeitada, para não sermos chacota para outros povos, que não tenhamos de esconder a sujeira em baixo do tapete e querer mostrar ao mundo que somos um povo feliz mesmo com toda essa corrupção a céu aberto, sem fim ou prazo de validade, pois não compactuamos com essas atitudes vergonhosas e as ideais contraditórias dos nossos governantes, talvez se o meu Papai Noel estivesse ouvindo ele com certeza estaria muito decepcionado com tudo que está acontecendo no País, isto eu garanto.

Talvez eu não esteja pedindo um presente e sim um milagre, que seja então um milagre, mas este milagre então deveria ser direcionado ao Papai do Céu e não ao meu Papai Noel, que nada pode fazer.

Acho que desejar um prospero ano novo, seria um pouco pretensioso, mas...

Roberto Ornelas

Meu E-book Traição Trocada

Traição Trocada conta a história da empresária Magnólia, que tem um casal de filhos Maria Clara e Matheus, Magnólia tem a sua vida transformada desde que descobre a traição do marido Cristiano, coincidentemente a sua amante se chama Magnólia, mas as coincidências e surpresas não terminariam por ai, Magnólia pede a separação. Cristiano entra de férias, viaja só para o litoral por uma semana, dando um tempo ao casamento...

Por obra do destino, Magnólia se envolve com Cristian, um homem jovem, lindo e misterioso, despertando seus desejos sexuais, ela tem uma tarde maravilhosa de muito sexo e orgia com Cristian. Cristiano por sua vez se envolve com uma mulher casada e esquisita na pousada, Magali, se sentindo em perigo, ele abortar a viagem, no retorno resolve revê a esposa, porém ele vê Magnólia saindo do shopping no carro de um desconhecido...

Magnólia queria viver esta paixão louca, gostosa, no outro dia ela quase tem um ataque do coração ao ver Cristian em sua casa, ele alisava as pernas de sua filha Maria Clara, que o apresenta como um amigo da faculdade, Magnólia sabe que ele era mais que isso, e agora? O mundo desabar em sua cabeça junto com os seus planos e desejos. O que faria agora, lutaria de igual para igual com a filha?

Cristian mostra ser um homem frio e calculista, tem um segredo guardado e um plano diabólico, que abalaria a todos. Muita reviravolta neste suspense, com mortes, muito sexo e erotismo, traições, com um sutil toque de humor faz do Traição Trocada uma boa leitura, com final surpreendente e caótico.

Roberto Ornelas

Esta leitura é destinada especialmente ao publico adulto, com uma linguagem de fácil entendimento, um entretenimento para ler a dois, confira.

Obs: Estas são obras fictícias, fruto da imaginação do autor (Roberto Ornelas) qualquer semelhança com nomes, pessoas e lugares será mera coincidência.

http://www.magazinevoce.com.br/ma
gazinepensandonisso
Compre Celulares, Tv e Videos, Eletrodoméstico, eletroportáteis, Moveis etc.

roberto.ornelas@bol.com.br

https://www.facebook.com/roberto.ornelas.5209


By Roberto Ornelas


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 28796


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas O Natal, entre a fantasia e a realidade Roberto Ornelas
Humor Amigos do Facebook Roberto Ornelas
Crônicas O Homem do Espelho Roberto Ornelas
Romance Os Cinco Sentidos Roberto Ornelas


Publicações de número 1 até 4 de um total de 4.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Vivo com.. - 34382 Visitas
eu sei quem sou - 33268 Visitas
camaro amarelo - 33206 Visitas
CÉREBRO HUMANO - Tércio Sthal 33125 Visitas
sei quem sou? - 33082 Visitas
MENINA - 33035 Visitas
A menina e o desenho - 32944 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 32929 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 32919 Visitas
viramundo vai a frança - 32889 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última