Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O SONHO MACABRO
O SONHO MACABRO (Reeditado)
Jacques Calabia Lisbôa

Resumo:
O homem estava deitado em seu quarto.
          Viu uma imagem refletida no espelho.
          A seguir a imagem perguntou:
          _ Posso sair em partes daqui?
          Sem saber o motivo o homem disse:
          _ Fica à vontade...

_____________________________________________________

O homem estava deitado em seu quarto.
          Viu uma imagem refletida no espelho.
          A seguir a imagem perguntou:
          _ Posso sair em partes daqui?
          Sem saber o motivo o homem disse:
          _ Fica à vontade...
          Na mesma hora saiu do espelho o braço
          e a mão direita de um enorme esqueleto
          fazendo muito barulho e caiu no chão.


          Suando, o homem ouviu a imagem dizer:
          _ Posso sair em partes daqui?
          Mesmo perplexo o homem assim falou:
          _ Fica à vontade...
          Do espelho saiu o braço e a mão esquerda
          e com estardalhaço caiu no chão.

          Sentindo o coração ficar disparado, suando,
          o homem ouviu novamente a pergunta:
          _ Posso sair em partes daqui?
          _ Fica à vontade...
          Ele falou com a figura sem acreditar no que via.

          Olhando para o espelho ainda com espanto,
          ouviu a mesma voz insistente:
          _ Posso sair em partes daqui?
          _ Fica à vontade...
          Na mesma hora caiu as pernas direita e esquerda.
          _ Posso sair em partes daqui?
          _ Fica à vontade...
          Os pés direito e esquerdo caíram logo a seguir.

          Do espelho a figura ainda falou:
          _ Posso sair finalmente daqui?
          _ Fica à vontade...
          De repente, caiu com estardalhaço a cabeça no chão.
          O homem viu deitado no chão um esqueleto completo.

          A seguir, ouviu do esqueleto a seguinte pergunta:
          _ Sabe quem eu sou?
          Não. Disse o homem com receio.
          O esqueleto gargalhando respondeu:
          _ Eu sou você no futuro próximo...
          O homem imediatamente estarreceu.
          O esqueleto com voz assustadora continuou:
          _ Sou você depois de lhe enterrarem num caixão...

          O homem deu um salto da cama desesperado
          e viu que tudo era um pesadelo depois de dormir
          com o estômago completamente cheio.

          ( Inspirei-me nesse conto ao me lembrar das histórias
          que papai contava para mim e meus irmãos e irmãs
          quando eu era criança.)
--------------------------------------------------------------------

Jacques Calabia Lisbôa
Enviado por Jacques Calabia Lisbôa em 03/09/2008
Reeditado em 03/09/2008
Código do texto: T1159148
Classificação de conteúdo: seguro
--------------------------------------------------------------------
      BELO HORIZONTE, DE JUNHO DE 2016. MINAS GERAIS.

     /////______________JCLIS______________//////////
Jacques Calabia Lisbôa
Enviado por Jacques Calabia Lisbôa em 04/06/2016
Código do texto: T5656918
Classificação de conteúdo: seguro
____________________________________________________________________

Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Biografia:
Adoro escrever Sou poeta desde menino. Já li paraíso perdido de Milton, Os lusíadas de Camões,Poesia e prosa de Edgar Allan Poe. Minha auto biografia estará disponivel em breve.
Número de vezes que este texto foi lido: 53035


Outros títulos do mesmo autor

Poesias O ASSOMBRADOR Jacques Calabia Lisbôa
Contos O SONHO MACABRO Jacques Calabia Lisbôa
Poesias A bolha Jacques Calabia Lisbôa
Poesias DOMNENIQUE DOMME A DOMINADORA Jacques Calabia Lisbôa
Poesias Oração Logo Pela Manhã Jacques Calabia Lisbôa
Poesias A NOIVA ETERNA DAS ALMAS. Jacques Calabia Lisbôa
Poesias A Ditadura Voltou Jacques Calabia Lisbôa
Crônicas A Carta Do Planeta Terra Jacques Calabia Lisbôa
Crônicas O Mendigo Envelhecido Jacques Calabia Lisbôa
Poesias A Tampa Mortuária Jacques Calabia Lisbôa

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 42.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
JASMIM - evandro baptista de araujo 69073 Visitas
ANOITECIMENTOS - Edmir Carvalho 57972 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 57624 Visitas
Camden: O Avivamento Que Mudou O Movimento Evangélico - Eliel dos santos silva 55897 Visitas
URBE - Darwin Ferraretto 55216 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 55193 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 55069 Visitas
Sobrenatural: A Vida de William Branham - Owen Jorgensen 54954 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 54932 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 54921 Visitas

Páginas: Próxima Última