Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O Crime Escancarado
O crime
JACQUES CALABIA LISBÔA

Resumo:
Nas redes sociais fala-se em marcha da maconha.
As vezes surge um convite para novo evento.
Existe alguém que briga pela legalização dessa porcaria
que noite e dia destrói nos viciados os neurônios.
--------------------------------------------------------------------------------

Nas redes sociais fala-se em marcha da maconha.
As vezes surge um convite para novo evento.
Existe alguém que briga pela legalização dessa porcaria
que noite e dia destrói nos viciados os neurônios.

Já escutei letras de músicas funk exageradas
que prosseguem fazendo apologia ao sexo explicito.
Um tal de Mc de não sei o quê...
dança e canta no meio de adolescentes despudoradas
e incentiva até o estupro contra as meninas...


O crime ficou completamente escancarado.
Matar está agora banalizado.
O juiz manda o bandido a polícia prender
e vem um advogado safado soltar...

De mãos atadas fica o senhor delegado
porque a marcha da maconha espalha-se na cidade.
Já tem até rede de cocaína
com seus adeptos viciados.

Os pais não falam nada.
As mães choram pelos filhos desesperadas.
Alguns deles morrem deitados nas macas
depois que a erva maléfica destrói os neurônios.

É um crime escancarado soltar todo traficante.
Ver algum juiz alterar as leis...
Ter delegado de mãos atadas
Porque um advogado corrupto que também é viciado
vem na delegacia com sua ordem de soltura.

Não se deve permitir marcha da maconha.
funk com apologia ao estupro,
traficante ficando impune
porque o que todos merecem é ficar atras das grades.

                  ( J C L I S )

Enviado por Jacques Calabia Lisbôa
Classificação de conteúdo: seguro

Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Biografia:
Adoro escrever Sou poeta desde menino. Já li paraíso perdido de Milton, Os lusíadas de Camões,Poesia e prosa de Edgar Allan Poe. Minha auto biografia estará disponivel em breve.

Este texto é administrado por: Jacques Calabia Lisbôa
Número de vezes que este texto foi lido: 54818


Outros títulos do mesmo autor

Poesias O ASSOMBRADOR Jacques Calabia Lisbôa
Contos O SONHO MACABRO Jacques Calabia Lisbôa
Poesias A bolha Jacques Calabia Lisbôa
Poesias DOMNENIQUE DOMME A DOMINADORA Jacques Calabia Lisbôa
Poesias Oração Logo Pela Manhã Jacques Calabia Lisbôa
Poesias A NOIVA ETERNA DAS ALMAS. Jacques Calabia Lisbôa
Poesias A Ditadura Voltou Jacques Calabia Lisbôa
Crônicas A Carta Do Planeta Terra Jacques Calabia Lisbôa
Crônicas O Mendigo Envelhecido Jacques Calabia Lisbôa
Poesias A Tampa Mortuária Jacques Calabia Lisbôa

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 42.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
AÇÃO DE REPARAÇAO CIVIL EX-DELICTO - francisco carlos de aguiar neto 54887 Visitas
O vovô e a vovó - Helena Regina Santarelli M. de Campos 54843 Visitas
Cata-ventos - Joseph Shafan 54843 Visitas
MANCHETE DE JORNAL - sigmar montemor 54842 Visitas
A LENDA DOS SETE MARES - Saulo Piva Romero 54841 Visitas
Pilatos e a imparcialidade - Patrícia 54840 Visitas
Moinhos - Joseph Shafan 54840 Visitas
Como pode? - micro conto - Joseph Shafan 54839 Visitas
Post Mortem - Europa Sanzio 54838 Visitas
Canto da Lira - Joseph Shafan 54838 Visitas

Páginas: Próxima Última