Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Devaneios
desconhecido

E só são alguns poucos dias, mas que parecem estar durando uma eternidade.
Quanto mais maturidade você vai tendo, mais você acha que não pode sentir a vazio da perda de alguém. Só que não é assim, não é generalizando que você vai achar a resposta certa.
Será que é por que está recente? Será que o medo de ficar sozinho é maior? Na verdade não, nenhuma dessas perguntas cabe nesse caso; Devo esperar ou devo seguir em frente, mas seguir pra onde?
Eu acredito que quando queremos que algo dê certo, nós fazemos dar certo, mas como toda regra, há sempre uma exceção. O triste fim de tudo isso é que dessa vez a exceção foi mais forte.
A felicidade sempre será a nosso final, será aquilo que a almejamos diariamente. Nunca deixe ninguém dizer o caminho da sua felicidade, por que só você sabe aquilo que te faz bem e o que faz mal.
Os simples prazeres da vida você percebe quando gosta de alguém, não aquela pessoa inalcançável, mas aquela que está contigo diariamente, te fazendo feliz até com um “oi..”.
Quando chove, você quer muito ir pro meio da rua, olhar para o céu, sentir as gotas tocando no seu rosto gerando aquela sensação de liberdade, mas você nunca vai por que sempre tem medo de ficar doente depois. Assim mesmo é o amor; será que a vontade de fazer feliz a pessoa durante o tempo que estiverem juntos é maior que o medo de quando tudo acabar você ficar solitário?
E quando você decide ir pra chuva, se molhar, brincar, se divertir e depois não adoece; e quando você encontra alguém, aproveita todo o tempo do mundo com ela, é feliz a cada dia que passa;
Você não adoeceu ao encontrar o amor, você o aproveitou e fez com que a pessoa que estava junto também aproveitasse.
No fundo no fundo, ainda sinto as gotas da chuva por que sei que mesmo que ela tenha passado, eu sei que um dia ela voltará. Assim eu penso em relação a você;





Número de vezes que este texto foi lido: 28562


Outros títulos do mesmo autor

Romance A loja Desconhecido
Romance A loja Desconhecido
Cartas Para as mamães de mais de um filho Desconhecido
Poesias A Liberdade Golpeada Desconhecido
Poesias Coisas que adoro em você desconhecido
Poesias Decifra-me Desconhecido
Poesias Namorada Desconhecido
Poesias Minha menina Desconhecido
Poesias Momento do tempo Desconhecido
Poesias Amor e poesia Desconhecido

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 15.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 62474 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 53911 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 42889 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 40074 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39948 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 37804 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 36972 Visitas
Amores! - 35032 Visitas
Desabafo - 34571 Visitas
Faça alguém feliz - 32975 Visitas

Páginas: Próxima Última